5 Comentários

Ser Santo não é careta

Sei que tem muita gente que pensa ou fala que ser santo é careta. Acham que ser santo é ser alguém que não faz nada de legal e não curte a vida. Acham que os santos são pessoas quietas que não conversam com ninguém, ou aqueles que não brigam com ninguém ou que nunca fazem nada de errado. Veem a santidade como algo muito difícil de se viver e cumprir e que, se alguém viver em santidade, será muito zoado. Resumindo, pensam que ser santo é careta!

A Bíblia, conta uma história muito doida de um cara e seus três amigos, no livro de Daniel capítulo um. Esses eram Daniel, Sadraque, Mesaque e Abede-Nego. Eles eram jovens de boa aparência, muito inteligentes e tinham sido escolhidos para participar de um treinamento para trabalharem no governo da Babilônia. Durante o treinamento eles se destacaram dentre todos. Mas por que isso aconteceu a eles?

Tudo isso aconteceu com Daniel e seus amigos porque eles fizeram uma escolha. Eles resolveram não comer e nem beber das finas iguarias dadas pelo rei para então comerem uma comida separada. Pode parecer que eles estavam perdendo, mas não estavam, pois a comida deles era verdadeiramente a boa comida.

Será que Deus nos mandaria algo que fosse ruim para nós? É claro que não. Ser santo é escolher o que Deus quer para nós, seus filhos. Escolher viver em santidade só traz benefícios para o ser humano.

Nós, filhos de Deus, podemos ser santos. “Santo não é aquele que nunca se suja, mas aquele que sempre se limpa.” Escolher viver em santidade é a melhor decisão que podemos fazer. Não estamos perdendo quando fazemos essa escolha, mas ganhando. Não é caretice, não é perda de tempo, não se trata de “não poder curtir a vida”.

Ser santo é ser alguém feliz, alegre, divertido, que sabe curtir a vida de verdade. É aproveitar tudo o que Deus nos deu. É poder fazer escolhas maravilhosas durante toda a vida.  Portanto, ser santo não é careta.

 

 Para mais informações:

nopapocabeca@blogspot.com