28 Comentários

Viver ou sobreviver?

“O sentimento de sobrevivência é o pior inimigo da vitória.”

depressao_2Recebemos uma palavra muito forte e abençoadora esses dias, e por causa de uma frase que o pastor reforçou, decidi escrever este texto. Ele disse: “O sentimento de sobrevivência é o pior inimigo da vitória.” Quando a pessoa desiste de viver, de lutar, de vencer, ela apenas sobrevive e está prestes a morrer, a fracassar em varias áreas da sua vida, até mesmo fisicamente. Infelizmente muitas pessoas que conhecem a Jesus e já caminharam com Ele estão assim, como se fossem mortas-vivas na família, em casa, na igreja, em todo lugar.

O diabo tenta nos ferir, trazendo desilusão, desesperança, frustração e desânimo, principalmente quando há uma grande perda, seja de alguém para a morte, para outro alguém ou de um cargo, um ministério, algo que a pessoa amava muito. Talvez o maior alvo do diabo seja a mulher. Exatamente por ser mais sensível, mais emotiva e mais apaixonada, ela sofre mais, sente muito mais e adoece mais. É uma estatística. Quando não expressamos ou tratamos nossas emoções, somatizamos nossos sentimentos, que podem se transformar em doenças físicas. A maior vítima da depressão é a mulher. A mulher, de uma forma geral, se envolve muito emocionalmente com tudo e com todos, e se ela não teve uma boa base familiar, se sente insegura ou não tem a auto-estima elevada, ela coloca em alguém ou em alguma coisa todas as suas expectativas e espera ser suprida, recompensada pelo outro, mas isso nem sempre acontece e quando essa “recompensa” não vem, a frustração, a decepção e a tristeza vêm de sobra e de sola, trazendo consequências até mesmo fatais.

Quantas pessoas estão assim hoje? Quantas mulheres desistiram de viver e apenas sobrevivem sem o marido, o namorado, o emprego tão esperado, a beleza desejada, o filho, o concurso, o trabalho, o ministério, o sonho não realizado?! Por isso, nada nem ninguém pode ser a fonte do nosso suprimento espiritual ou emocional. Nada nem ninguém nesse mundo é perfeito, eterno ou infalível. Qualquer pessoa pode nos decepcionar, nos deixar ou nos abandonar. Se colocarmos nossa esperança de felicidade em alguém ou alguma coisa, com certeza seremos feridos. Por isso, tudo o que esperamos, que queremos ser ou conquistar, todo suprimento emocional, todas as fontes de tudo que precisamos só devem estar em Jesus. Ele jamais vai nos deixar, desamparar ou decepcionar. Só Ele é eterno, justo e absolutamente fiel. Só Ele nos entende, nos compreende e nos ama profunda e verdadeiramente.

E você, quem é seu maior amor? Seu alvo? Sua fonte? Quem é o “banco” de onde você “saca” o suprimento emocional e espiritual que precisa todos os dias? Já cheguei à conclusão faz tempo, que é impossível viver sem um relacionamento íntimo e constante com meu Amado. Por melhor que seja minha família, mais maravilhosos que sejam meu marido e minhas filhas, meu trabalho e ministério, mesmo que tudo esteja bem, sem o tempo de adorarão e leitura da Palavra, sem meus clamores e choros diante de Deus, eu não conseguiria viver feliz, pois todos os dias algo acontece, mesmo pequenas coisas podem nos entristecer, nos magoar e atrapalhar de vivermos a vida abundante que Jesus veio conquistar para nós. Ele não veio para apenas sobrevivermos, mas para vivermos, cada dia, intensamente na Sua presença. Não se contente apenas com a sobrevivência, queira mais, queira a vida, a vitória.

Se você se sente assim, apresente seu coração, suas emoções a Deus, agora. Ore como Davi, peça a Deus que sonde o seu coração (Sl 139) e veja o que precisa ser tratado, curado e recolocado no devido lugar. O maravilhoso é que Ele sempre nos atende e tudo é sempre muito melhor quando Ele é nossa maior paixão. Experimente. Com certeza depois você também irá dizer como o salmista no Salmo 87.7: “Deus, todas as minhas fontes estão em ti” (Salmo 108.1) “O meu coração está firme em ti, ó Deus!” (Pv 10.30) “o justo jamais será abalado”. Aleluia!!!

Fotos: Internet