Nenhum Comentário

O machado

Foto: pixabay.com

Foto: pixabay.com

Versículo bíblico: “Os discípulos dos profetas disseram a Eliseu: “Como vês, o lugar onde nos reunimos contigo é pequeno demais para nós. Por que não vamos ao rio Jordão? Lá cada um de nós poderá cortar um tronco para construirmos ali um lugar de reuniões” (2 Reis 6.1, 2)

Exposição do texto: como já visto em outra lição, Eliseu residia em vários lugares sendo: Carmelo, Suném, Dotã (2Reis 2.25, 4.10,25, 6.13,32) e também em Samaria (2Reis 5.3), lugar em que dirigia uma espécie de seminário de profetas ou escola de profetas. Contudo, o lugar das aulas já estava pequeno demais, dessa maneira, os estudantes iniciaram um plano de construção para um salão maior.

Objetivo: incentivar a visão, a proatividade e união da célula.

Discussão:

1- Relate alguma situação em que você foi desafiado a ir além do que poderia imaginar que fosse capaz?

2- Em sua opinião, quais são as principais características de Eliseu?

Contexto: Eliseu foi o profeta do lado norte do Jordão, sendo que o rio Jordão passava pelo meio de Israel, dividindo entre lado norte e sul. A região norte de Israel foi a mais frequentada por Eliseu, sucessor de Elias, e especificamente em Samaria Eliseu coordenava uma das escolas dos profetas que funcionava com aulas teóricas e práticas. Entretanto, a escola já estava em sua ocupação máxima de alunos e para que a escola pudesse receber mais discípulos, era necessário passar por uma ampliação territorial, sendo assim, logo percebemos as características de Eliseu impressa em seus alunos por meio de suas ações.

1ª Característica: visionários – No versículo 1 está escrito que a iniciativa de ampliação não partiu de Eliseu, mas de seus discípulos. Isso mostra claramente como eles eram visionários, ou seja, discípulos com ideias grandiosas, pois acreditavam que se tivessem um lugar maior, assim poderiam receber muito mais pessoas. Nossa amada Lagoinha é uma igreja visionária, pois cremos que até dia 31 de dezembro de 2020 apresentaremos 10% da população belo-horizontina aos pés do Senhor, e para que isso aconteça, é necessário que a Lagoinha chegue em cada bairro de nossa cidade.

2ª Característica: proatividade – Entre a visão e sua concretização, existe a missão, isto é, saber como vamos executar uma tarefa e isso demanda muita proatividade de nossa parte.

Proativo é aquele tipo de pessoa que se antecipa aos problemas, trabalhando em função de evitar que estes ocorram, ou seja, alguém que age antecipadamente. Os alunos de Eliseu não tinham apenas um problema para apresentá-lo, mas uma solução para tal, que era ir até o rio Jordão, trabalhar cortando árvores e levá-las a Samaria para levantar um novo local de reuniões (v.2). A proatividade exige trabalho duro, mas as pessoas que se destacam em qualquer área da sociedade (igreja, profissão, mercado de trabalho, faculdade, relacionamento…) são proativas.

3ª Característica: união – Quando os discípulos foram pedir permissão a Eliseu para tal obra, demostraram o prazer da companhia de seu líder. “Então um deles perguntou: Não gostarias de ir com os teus servos? Sim, ele respondeu” (2 Reis 3).

Essa característica de união deu oportunidade aos discípulos de Eliseu de presenciarem o seu professor em plena ação, pois no momento em que estavam trabalhando, quando um deles estava cortando um tronco, o ferro do machado caiu na água. E ele gritou: “Ah, meu senhor, era emprestado! ” (2 Reis 6.5). Foi quando Deus, por meio de Eliseu, desafiou as leis da física fazendo um pedaço do ferro flutuar nas águas do Jordão sobre um pedaço de madeira. Eliseu realizou dois milagres no Jordão, a do machado e a cura de Naamã, entretanto, na cura de Naamã, Eliseu não estava presente, apenas o mandou ir até ao rio e mergulhar. Já no momento do machado, Eliseu estava presente junto aos seus discípulos, todos numa única visão.

A união é uma característica marcante da igreja primitiva, pois grandes milagres foram realizados por meio da união do corpo de Cristo, alguns como o derramamento do Espírito Santo (Atos 2.1) e a libertação de Pedro da prisão (Atos 12.11-17).

Conclusão: essas características são essências em nossa vida; por isso, cabe a nós desenvolvê-las para que possamos vivenciar feitos ainda maiores de Deus por nós e por meio de nós. Assim como o machado se tornou um símbolo não apenas de trabalho, mas de união, é preciso, como igreja do Senhor, ter as mesmas características dos discípulos de Eliseu.

Aplicação: agora façam trios e compartilhem as características que faltam a vocês. Depois, orem uns pelos outros.

Se você deseja mais informações a respeito do estudo de células, ligue para o pastor Flavinho (31) 98793-7701.

:: Pr. Flavinho Marques