Nenhum Comentário

A bênção do Senhor não acrescenta dores

Foto: Comunicação Lagoinha

Foto: Comunicação Lagoinha

Não sei como está sendo o seu dia, talvez você o tenha começado debaixo de tantas pressões e necessidades, lágrimas e com o coração angustiado. Quem sabe cada minuto desse dia tem sido de muito peso. A amargura, a doença, o desemprego têm assolado a sua família. Situações que machucam, ferem, trazem um desânimo grande. As notícias nos meios de comunicação não têm sido nada boas. Muito desemprego, a crise econômica que o nosso país enfrenta, violência e guerra mundo afora. Cidades como as do Espírito Santo, com dias debaixo de muito medo e muita opressão. Continuemos em oração por esse Estado, pelas autoridades do nosso país e pelo nosso país.

Mas nada é maior que o poder de Deus. Não desanimemos! Busquemos ânimo e respostas na Bíblia, pois nela encontramos alento, força para caminharmos em meio às dificuldades e tribulação. A Bíblia não é um livro de autoajuda, mas de ajuda do alto, de Deus. Por meio dela, Deus nos fala com textos gloriosos, como o que está em Provérbios 10.22: “A bênção do Senhor enriquece, e, com ela, Ele não traz desgosto”. Em outra versão está escrito: “A bênção do Senhor produz riqueza e não provoca sofrimento algum”.

Querido leitor, muitas pessoas correm atrás de riquezas, porém, se a riqueza realmente fosse a solução para tudo, muitas não morreriam, adoeceriam nem envelheceriam. Dias atrás, li uma matéria a respeito dos oito homens mais riscos do mundo. Eles possuem tanta riqueza quanto as 3,6 bilhões de pessoas que compõem a metade mais pobre da Terra. Mas será que riqueza é isso? Creio que se trata de ter muito dinheiro. Não conheço esses homens, logo, não faço julgamento da vida deles. O que quero é te mostrar que riqueza segundo a ótica de Deus é a prosperidade da alma, é o relacionamento com Ele.

A maior riqueza que alguém pode ter é a benção do Senhor, traduzida em tudo aquilo que Jesus conquistou na cruz do Calvário em nosso lugar. A bênção do Senhor nos envolve, e a maior bênção que você pode experimentar aqui, na Terra, é conhecer Deus. É saber que Jesus Cristo te ama, que tem um propósito maravilhoso para sua vida, e saber que, quando você O toma como Senhor e Salvador, seu nome é escrito no Livro da Vida para jamais ser apagado.

Há diferença grande entre a bênção e o desgosto. Se hoje você pedir a uma pessoa para contar-lhe uma bênção, talvez ela tenha dificuldade de dizer que é abençoada, mas, se você pedir para falar sobre um desgosto que ela teve, pode dizer muitos, como: “Eu não queria ter nascido no Brasil, ter os pais que tenho, a cor da minha pele, o corpo que tenho, o emprego, a casa…”. Certamente, dirá uma série de desgostos, infelizmente. O gosto pela vida vem por meio da bênção do Senhor, que enriquece, não com uma considerável quantia de dinheiro, de bens materiais, bênçãos materiais, porque tudo que é material fica neste mundo. A sua salvação é a bênção maior, que é canalizada em todas as áreas da sua vida e em sua família. Junto à bênção do Senhor vem um “brinde”, a falta de desgosto. Talvez, aconteça de as bênçãos materiais chegarem com o desgosto, mas, com a bênção do Senhor, não. Cada dia com Jesus é melhor do que o dia anterior. Hoje está lindo, mas amanhã pode ser e será melhor do que hoje. Desejo muito que esta verdade se cumpra em sua vida. Oro para que essa palavra fique gravada em seu espírito.

Deus abençoe!

:: Pr. Márcio Valadão