Estudo de célula do Jornal Atos Hoje- 14/12/2008

 “E conhecereis a verdade e a verdade vos libertará.” (Jo 8. 32).

O que é a verdade?
A verdade absoluta está expressa na pessoa de Jesus, faz parte do caráter divino e se revela aos homens por meio das Escrituras Sagradas. Existe o seu conceito filosófico, entretanto a personificação da verdade é o próprio Senhor Jesus, o Cristo de Deus (Jo 14.6). Nós vamos conhecendo Deus e os seus planos maravilhosos para todas as suas criaturas (Os 6.3) através da revelação das Sagradas Escrituras (Sl 19.7-10).

O que a Bíblia nos ensina sobre a verdade?
A Bíblia nos ensina muitas coisas a respeito da verdade. Vejamos alguns destes ensinos no Antigo Testamento:
1.    A verdade de Deus está estritamente relacionada com o seu caráter perfeito e com o conceito de fidelidade: Sl 25.3-4, 10; 86.15; 89.5.
2.    A verdade do Senhor pode ser experimentada e deve ser escolhida pelos homens: Sl 119.30; Pr 12.22; (a falta da verdade entre os homens é desastrosa: Is 59.14-15).

No Novo Testamento o Senhor nos revela a amplitude da Verdade em Cristo Jesus, o nosso Senhor, e em sua Palavra. Vejamos:
1.    A Palavra de Deus é a verdade: Jo 17.17.
2.    O juízo de Deus é segundo a verdade: Rm 2.2.
3.    Jesus é a verdade absoluta: Mt 22.16 (sem olhar a aparência humana), Jo 1.14, 17 (Jesus era cheio de graça e verdade), Jo 8.32, 40, 45-46 (Jesus, a verdade, nos liberta), Jo 14.6 (Ele é o caminho, a verdade e a vida), 18.37 (Jesus dá testemunho da verdade).
4.    A verdade e o Espírito Santo de Deus: Jo 14.18-17; 15.26; 16.13; 1 Jo 5.6 (Ele é o Espírito da Verdade).
5.    A verdade em relação ao Evangelho: 2Co 4.2; 6.7; Gl 2.5, 14; 5.7 (o Evangelho é a manifestação da verdade); Ef 1.13 (a Palavra é a verdade); 1Tm 2.4 (Deus deseja que todos conheçam a verdade do Evangelho); Tg 1.18 (fomos gerados pela Palavra da verdade); 1Pe 1.22 (fomos purificados pela obediência à Palavra da verdade); 1Jo 3.19 (somos da verdade).

Ao conhecer Cristo e as Escrituras, o crente conhece a verdade e sabe distinguir o que é falso (2Pe 2.1-2, 3.14-18). Nesse tempo que antecede o fim, o Senhor Jesus nos alertou sobre o engano que cegaria os homens (1Tm 4.1-2). Portanto, é necessário estar firmado na verdade para não ser levado pelo engano e falsidade do maligno.

O que a Bíblia ensina com referência aos cristãos e a verdade?
A Bíblia nos ensina que devemos falar sempre a verdade e ter uma vida verdadeira, isto é, uma vida sem máscaras, pelo contrário, devemos revelar a presença e atuação do Espírito Santo (o Espírito da Verdade) em nós.
Vejamos alguns textos que mostram a conduta cristã:
1.    O cristão que anda na verdade aproxima-se da luz: Jo 3.21.
2.    O cristão é um verdadeiro adorador: Jo 4.23-24.
3.    O verdadeiro cristão é totalmente livre: Jo 8.32.
4.    O cristão é ensinado pelo Espírito Santo: Jo 16.13.
5.    O cristão é santificado pela Palavra da verdade: Jo 17.17,19.
6.    O verdadeiro cristão ouve a Palavra da verdade (Cristo): Jo 18.37.
7.    O cristão festeja a nova vida com a verdade: 1Co 5.8.
8.    O cristão ama e se alegra com a verdade: 1Co 13.6.
9.    O cristão cresce espiritualmente seguindo a verdade em amor: Ef 4.15.
10.    O cristão fala sempre a verdade: Ef 4.25.
11.    O cristão anda em comunhão com Deus: 1Jo 1.6.

Como a verdade nos liberta?
Quando cremos no sacrifício de Cristo na cruz em nosso lugar recebemos o perdão dos nossos pecados, ficando livres do seu jugo sobre as nossas vidas (2Co 5.17).
Quando acontece a verdadeira conversão (conseqüência do verdadeiro arrependimento), as atrações do mundo e do pecado não mais exercem o seu poder opressor sobre o novo cristão (Rm 8.1-2), pelo contrário, ele é liberto (dos vícios, do pecado) e começa a experimentar uma nova dimensão de vida (Rm 12.1-2), tendo outros valores e conceitos interiores (Cl 3.1-3; 1Jo 3.1-3).

De que a verdade nos liberta?
A verdade nos liberta do jugo do pecado e da opressão maligna (Rm 6.6). A verdade, como vimos, é o próprio Cristo e está revelada na Palavra de Deus. Ao lermos a Bíblia e deixarmos que seus ensinos penetrem em nossos corações, ou seja, que o Espírito Santo nos ensine e revele a verdade das Escrituras, então vai se operando em nós a santificação. Pois, ser santo, na verdade, é estar separado do mundo, é viver sem a contaminação da carne e dos prazeres pecaminosos.
O conhecimento da verdade absoluta, que é Cristo, nos leva a viver na presença de Deus e receber desta comunhão com a luz a pureza que agrada a Deus (1Jo 1.7-9).

Desafios para a semana:

Leia atentamente os textos propostos nesta lição, medite em cada um, marque-os em sua Bíblia e decore-os.
Se a vontade de Deus é a verdade, percebemos que nunca haverá lugar para a mentira: compartilhe na célula a importância de nunca mentir.
Você já teve experiências negativas com a mentira e positivas com a verdade? Compartilhe algumas delas com os irmãos na célula.

» Fale comigo!
Fale com a Pra. Ângela V. Cintra sobre o Estudo para a Célula. Tel.: (31) 3421-2003 ou 8489-2535.