Nenhum Comentário

Bíblia: a fonte inesgotável da voz de Deus

[Foto: Comunicação Lagoinha]

[Foto: Comunicação Lagoinha]

O segundo domingo de dezembro é comemorado no Brasil o Dia da Bíblia. Que presente ter uma data para comemorar um dos mais importantes dias do nosso calendário, o da Bíblia, a Palavra de Deus, o nosso manual de vida, fonte inesgotável da voz de Deus, que nos revela Suas promessas, exortações e palavras para nossa edificação. A palavra “Bíblia” origina-se do grego “biblíon” (livro) e “bíblia” (livros). A Bíblia é constituída por 73 livros que falam sobre a aliança e o plano de salvação de Deus para a humanidade. Ela foi gerada de Deus e pela vontade Dele e não pela vontade humana; porém, Deus fez com que homens fizessem parte do processo, pelo poder do Espírito Santo que os inspirou e moveu na redação dos textos, guardado-os de qualquer erro e guiando-os para que registrassem a essa Palavra para as gerações futuras.

Em 2 Timóteo 3.16, temos a confirmação de que toda a Bíblia é inspirada por Deus: “Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça, a fim de que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente habilitado para toda boa obra”. Aprendemos com ela, que é útil para ensino, repreensão (admoestação dos que estão em pecado), correção e educação na justiça. Enfatizo que podemos ouvir a voz de Deus de diversas maneiras, mas se o que ouvimos contradiz a Bíblia, não provém de Deus. Ela nos prepara para a boa obra do Senhor, nos molda de acordo com a vontade Dele. Deus nos deu a Bíblia com este propósito: “A fim de que o homem de Deus seja perfeito”. Quando Jesus disse “Sede perfeitos como é perfeito o vosso pai que estais nos céus”, foi para vivermos a Palavra. Não devemos receber nenhuma revelação que não esteja de acordo com a Palavra de Deus.

Por isso, precisamos ler, estudar a Bíblia, meditar em cada palavra, e não apenas hoje, mas enquanto tivermos fôlego de vida. Assim, ela ficará gravada em nosso coração e nos momentos em que precisarmos de um direcionamento, o Espírito Santo nos trará à memória aquela Palavra de exortação, consolo, edificação. Que todo dia seja o Dia da Bíblia, pois “feliz aquele que lê as palavras desta profecia e felizes aqueles que ouvem e guardam o que nela está escrito, porque o tempo está próximo” (Ap 1.1-3).

:: Pr. Márcio Valadão