Nenhum Comentário

O que é comunhão e sua importância

Foto: unsplash.com

Foto: unsplash.com

Referência bíblica: “Como é bom e agradável quando os irmãos convivem em união! É como óleo precioso derramado sobre a cabeça, que desce pela barba, a barba de Arão, até a gola das suas vestes. É como o orvalho do Hermom quando desce sobre os montes de Sião. Ali o Senhor concede a bênção da vida para sempre” (Salmos 133.1-3).

“Mas se ele não o ouvir, leve consigo mais um ou dois outros, de modo que ‘qualquer acusação seja confirmada pelo depoimento de duas ou três testemunhas’. Se ele se recusar a ouvi-los, conte à igreja; e se ele se recusar a ouvir também a igreja, trate-o como pagão ou publicano. Digo-lhes a verdade: Tudo o que vocês ligarem na terra terá sido ligado no céu, e tudo o que vocês desligarem na terra terá sido desligado no céu. Também lhes digo que se dois de vocês concordarem na terra em qualquer assunto sobre o qual pedirem, isso lhes será feito por meu Pai, que está nos céus” (Mateus 18.16-19).

Exposição do texto: os dois textos acima nos mostram a beleza da comunhão. Mais do que nos relacionarmos, a comunhão traz vida, cura e a bênção do Senhor Jesus sobre a Igreja e cada membro dela. A oração com concordância também é poderosa, pois, de acordo com o texto de Mateus, quando dois concordam, será feito.

Discussão

1) Você tem dimensão da importância da comunhão?

2) Acha importante ter um parceiro de oração? Por quê?

Objetivo: compreender a importância da comunhão entre os cristãos e a unidade da Igreja.

Contexto: os ensinamentos deixados por Davi no livro de Salmos e por Jesus no livro de Mateus nos trazem as seguintes lições:

1ª lição: é bom e agradável estarmos em comunhão com os irmãos. O ser humano foi criado para se relacionar primeiro com Deus e depois com as outras pessoas. Desde o Jardim do Éden podemos ver a importância de nos relacionarmos. Deus estava com Adão todos os dias na viração do dia.

2ª lição: na comunhão há unção e vida para sempre. Deus Se agrada tanto da nossa comunhão que derrama sobre nossas vidas o óleo fresco da unção, trazendo vida e cura para nossas almas.

3ª lição: nos relacionamentos existirão conflitos. Jesus, então, nos ensina que devemos resolvê-los. Se não for possível apenas com os envolvidos, que seja mediado por testemunhas, mas que seja resolvido. Vejamos o que Ele nos ensina no capítulo 5 de Mateus: “Portanto, se você estiver apresentando sua oferta diante do altar e ali se lembrar de que seu irmão tem algo contra você, deixe sua oferta ali, diante do altar, e vá primeiro reconciliar-se com seu irmão; depois volte e apresente sua oferta” (Mateus 5.23 e 24).

4ª lição: a oração em concordância é poderosa. Quando unidos, num mesmo espírito, concordamos a cerca de alguma coisa, será ligado nos céus, e a resposta virá. Seja ela um “sim”, “não” ou “espere”.

Conclusão: você não é uma ilha. Abra seu coração para desfrutar da beleza de ser Igreja, vivendo em comunhão. O GC é um excelente lugar para aprender e exercitar a comunhão descrita na Palavra. Abra seu coração e ocupe seu lugar no Corpo de Cristo.

Aplicação: planeje em seu GC um dia de comunhão. Encontre um parceiro de oração para juntos levarem suas causas ao trono do Pai.

:: Vanessa Almada Campos

Para mais informações a respeito do estudo de células, ligue para o pastor Flavinho (31) 98793-7701.