Nenhum Comentário

Conhecimento profundo

Quando lemos o livro de Jó, percebemos ali um homem, em cuja vida a desgraça havia alojado. Ele havia perdido seus filhos, seus bens, sua saúde e, durante todo o caminho, alguns amigos tentam trazer consolo para ele, mas Jó entre tantas coisas escreve: “Bem sei que tudo podes, e nenhum dos teus planos pode ser frustrado. Quem é aquele, como disseste, que sem conhecimento encobre o conselho? Na verdade, falei do que não entendia; coisas maravilhosas demais para mim, coisas que eu não conhecia. Escuta-me, pois, havias dito, e eu falarei; eu te perguntarei, e tu me ensinarás. Eu te conhecia só de ouvir, mas agora os meus olhos te vêem. Por isso, me abomino e me arrependo no pó e na cinza.” (Jó 42.1-6). Jó falou muitas coisas sem o pleno conhecimento de Deus, ele disse: “na verdade, falei do que não entendia; coisas maravilhosas demais para mim, coisas que eu não conhecia” e, porque ele falou tantas coisas sem conhecer, atribuindo a Deus atos que Ele nunca havia feito, Jó se arrepende, e diz: “Eu te conhecia só de ouvir falar, mas agora os meus olhos te vêem.” Tudo muda quando passamos a conhecer Deus. Qual é o nível de conhecimento sobre Deus? Só de ouvir falar? Jó dizia “Eu te conhecia só de ouvir, mas agora os meus olhos te vêem.” Mas como podemos ver Deus se Ele é invisível? Quando começamos a conhecer a Palavra de Deus, nos tornamos íntimos dele. Passamos a sentir prazer em Deus. Sentimos prazer em ir à casa de Deus. A nossa prioridade é a vontade dele e não mais a nossa.

Fé é você crer que Deus vai cumprir tudo que Ele prometeu na Palavra dele. Isso que é conhecer a Deus. Nós só conhecemos alguém à medida que entendemos seu caráter. O principal motivo de não buscarmos a Deus é a incredulidade. Queremos alguma coisa palpável, algo que possamos tocar.

A falta de conhecimento de Deus faz com que as pessoas fofoquem, lancem calúnias. Inventam coisas as mais absurdas, só por não conhecerem o Senhor. “Curvam a língua, como se fosse o seu arco, para a mentira; fortalecem-se na terra, mas não para a verdade, porque avançam de malícia em malícia e não me conhecem, diz o Senhor.” (Jeremias 9.3). Pessoas que lançam dardos de mentira, pessoas que se fortalecem na terra, mas não com a verdade, pessoas que avançam no caminho da malícia e falam do que não conhecem, é porque não conhecem a Deus. Entretanto, a pessoa que conhece o Senhor, é totalmente diferente, ela é apegada à verdade, porque Jesus é a verdade que liberta verdadeiramente (João 8.36).

“Mas o que se gloriar, glorie-se nisto: em me conhecer e saber que eu sou o Senhor e faço misericórdia, juízo e justiça na terra; porque destas coisas me agrado, diz o Senhor.” (Jeremias 9.24).

Amado leitor, guarde esta palavra em seu coração e que Deus o abençoe!