Nenhum Comentário

O privilégio de ser filho de Deus

Foto: Comunicação Lagoinha

Foto: Comunicação Lagoinha

O dia de hoje é melhor do que o anterior, mesmo que você esteja enfrentando situações difíceis e sentindo saudade do dia de ontem. Porém, saiba que você não consegue viver o ontem, pois só tem o hoje. Já o amanhã é apenas uma expectativa, só Deus é que pode dizer se estaremos vivos. Então, temos que fazer de cada dia um festival de amor, misericórdia e carinho.

Mas como ter uma vida plena, se vivemos em um mundo tão conturbado, de tantas pressões, marcado por tantas violências, decepções, frustrações e coisas que nos ferem, nos machucam e que trazem, muitas vezes, uma profunda angústia e tristeza? Não existe nada que toque a sua vida que Deus não esteja vendo. Mesmo no meio de mais de sete bilhões de seres humanos, Ele te vê. Por diversas vezes, quando você vê tantas catástrofes e situações difíceis, pode se perguntar onde Deus está, e a resposta é: Deus está onde sempre esteve. Há caminhos que aos nossos olhos parecem direitos, mas, ao final, são caminhos de morte. Há momentos que parecem que o Senhor está até errando, porém Deus não erra. Temos que entender que não fomos chamados para conhecer e compreender os caminhos do Senhor, mas para conhecer o coração Dele.

Em Salmos 55, versículo 22, está escrito assim: “Confia os teus cuidados ao Senhor e Ele te susterá, jamais permitirá que o justo seja abalado”. Muitas realidades têm abalado o nosso país, como a falta de emprego. São mais de 14 milhões de brasileiros desempregados, tantas pressões, situações de desespero e angústia, o crescimento da violência, mas diante de tudo isso Deus quer operar, porque você continua sendo a menina dos olhos Dele. Lembre-se, Deus não tem filhos prediletos, Ele não ama uma pessoa mais do que outra, mas, quando uma pessoa entrega o coração a Ele, toma Jesus Cristo como seu Senhor e Salvador, deixa de ser uma criatura de Deus para ser um filho de Deus, conforme registrado na Bíblia: “A todos quanto O receberam deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, a saber, os que creem em Seu nome”.

É ter o nome escrito no Livro da Vida, viver como um filho amado e ser chamado de justo. Justificação é um ato declaratório de Deus. Quando alguém recebe Jesus como seu Senhor e Salvador, Deus o declara justo, passa a vê-lo como se nunca tivesse cometido pecado e lhe concede a graça de viver na presença Dele sem complexo de culpa ou condenação. Mas situações ruins podem abalar o justo, porém é possível enfrentá-las e não ser vencido por elas, porque Jesus segura nas mãos daquele que clama por Ele. Permita que o seu coração seja envolvido pelo coração de Deus. Descanse nas promessas Dele.

Deus abençoe!

:: Pr. Márcio Valadão