Nenhum Comentário

O verdadeiro refúgio

Foto: Comunicação Lagoinha

Foto: Comunicação Lagoinha

Os tesouros, as muralhas, as fortalezas humanas estão caindo. Tudo que podia imaginar de mais forte e mais bem protegido aos olhos dos homens foi destruído. Atingiram o Pentágono e as Torres Gêmeas. Isso serviu para mostrar que as fortalezas humanas não passam de montes de cimento e montes de palavras de vanglória. São fortalezas formadas apenas pela idealização de um povo, o qual julga que grandeza e força estão nas coisas materiais. Tudo isso serve para trazer ao nosso pensamento uma reflexão: onde temos depositado nossa confiança? Em que temos buscado abrigo nas horas de tribulação? Em quem confiamos para nos defender? Homens “fortes”, muros de concreto, palavras que não passam de mentiras e equívocos? Onde está o seu refúgio?

Deus é o nosso refúgio, e podemos sempre nos esconder Nele. Nas horas delicadas Ele é o lugar que traz proteção. Deus é também a nossa fortaleza e o nosso socorro bem presente no meio da tribulação. Deus pode nos livrar da tribulação, mas, se Ele não nos livrar das tribulações, Ele nos livrará nas tribulações. Se as tribulações já chegaram ou estão chegando à sua vida, em vez de ficar murmurando e falando o que não deveria falar, proclame a Palavra de Deus.

Há pessoas que veem uma oportunidade em cada dificuldade. Mas há pessoas que veem uma dificuldade em cada oportunidade. É exatamente nesse tempo de instabilidade que precisamos nos voltar ainda mais para o Senhor e viver a realidade descrita no Salmo 46: “Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia. Pelo que não temeremos, ainda que a terra se mude, e ainda que os montes se projetem para o meio dos mares; ainda que as águas rujam e espumem, ainda que os montes se abalem pela sua braveza. Há um rio cujas correntes alegram a cidade de Deus, o lugar santo das moradas do Altíssimo. Deus está no meio dela; não será abalada; Deus a ajudará desde o raiar da alva. Bramam nações, reinos se abalam; Ele levanta a Sua voz, e a terra se derrete. O Senhor dos exércitos está conosco; o Deus de Jacó é o nosso refúgio. Vinde contemplai as obras do Senhor, as desolações que tem feito na terra. Ele faz cessar as guerras até os confins da terra; quebra o arco e corta a lança; queima os carros no fogo. Aquietai-vos, e sabei que Eu sou Deus; sou exaltado entre as nações, sou exaltado na terra. O Senhor dos exércitos está conosco; o Deus de Jacó é o nosso refúgio”.

Deus abençoe!

:: Pr. Márcio Valadão