Nenhum Comentário

Perseverança de Neemias

Foto: unsplash.com

Foto: unsplash.com

Versículo bíblico: “Quando ouvi essas coisas, sentei-me e chorei. Passei dias lamentando-me, jejuando e orando ao Deus do céu” (Neemias 1.4).

Exposição do texto: após anos de cativeiro na Babilônia, o povo de Israel não havia se restabelecido como nação. Os judeus permaneciam espalhados. O livro se inicia com a narração das notícias levadas a Neemias a respeito da desordem e destruição dos muros e portas de Jerusalém. A reação instantânea de Neemias foi lamentar tais informações, porém ele se levantou para restabelecer a ordem de sua pátria amada.

Objetivo: identificar áreas da vida que precisam de restabelecimentos.

Discussão

1. O que você conhece sobre a história de Neemias?

2. Quais as maiores dificuldades você acredita que Neemias enfrentou?

Contexto: Neemias é um livro riquíssimo em seu conteúdo, afinal, trata a respeito de um longo e lento processo relacionado ao restabelecimento e à reconstrução da nação de Israel e seus muitos problemas enfrentados, porém superados com a ajuda de Deus.

Após Neemias enfrentar as más notícias sobre sua cidade, por ser copeiro do rei Artaxerxes, conseguiu cartas de recomendação do rei para os governadores persas dos territórios vizinhos, com a finalidade de darem passagem a ele e sua comissão para chegarem a Judá e também materiais para restabelecerem os muros de Jerusalém.

No entanto, Neemias vai muito além de restabelecer muros e portas. Por isso vejamos cinco restabelecimentos que ele fez:

1. Restabeleceu o culto ao Senhor (Ne 13.14): depois de uma varredura por Jerusalém, levantando muitos indicadores e reconstruindo os muros e as portas da cidade, Neemias logo começou a restabelecer as prioridades que o tinham levado até lá.

Neemias, por meio de Esdras, restabeleceu o culto diário ao Senhor, com pregação da Palavra, oração e louvor (Neemias 8.18), sendo que a Palavra de Deus tinha prioridade em cada culto: “Leram o Livro da Lei de Deus, interpretando-o e explicando-o, a fim de que o povo entendesse o que estava sendo lido” (Ne 8.8).

2. Restabeleceu os ministérios: “Então convoquei os levitas e os cantores e os coloquei em seus postos”(Ne 13.11b). Neemias, após saber que os cantores e levitas (responsáveis pelo serviço no templo) não estavam recebendo a parte deles, e por conta disso voltaram para suas casas em busca de outro trabalho, logo restabelece os ministérios, cada um em seu lugar.

Hoje, na Lagoinha, há centenas de ministérios que foram criados para servir a igreja, dos quais você também pode fazer parte, e não apenas na sede, mas em uma Lagoinha bairro. Em qual você se encaixa?

3. Restabeleceu a Intercessão: diante dos desafios que estava enfrentando, Neemias orava incessantemente, tanto que, no livro todo de Neemias, você o encontra por 12 vezes orando, tamanha era sua confiança em seu Deus. Ele compreendia a importância da intercessão, a ponto de até mesmo colocar um líder nesse “ministério”, ou seja, Neemias restabeleceu um “ministério de intercessão”, conduzido por Matanias: “Matanias… o dirigente que conduzia as ações de graças e as orações” (Ne 11.17).

No campo da oração, existe a confiança cega de que Deus, o Senhor, está sempre no controle absoluto de tudo e que nada é capaz de escapar de Suas mãos (1João 5.14-15).

4. Restabeleceu a comunhão: “Todo o povo juntou-se como se fosse um só homem” (Ne 8.1b). Neemias não contou a ninguém o que Deus havia colocado em seu coração (Ne 2.12). Após mostrar para os seus companheiros a situação de Jerusalém, decide contar o plano de reconstrução. Imediatamente, e cheios de coragem, decidem começar (Ne 2.17-18). A visão de restabelecer Jerusalém foi se espalhando e alcançando os corações dos judeus, a ponto de terminarem todo o trabalho em 52 dias (Ne 6.15).

Neemias conseguiu unir o povo em um único propósito e restabelecer não apenas os muros de Jerusalém, mas também a comunhão entre os judeus. Algumas reconstruções começam sozinhas, no entanto, como diz o ditado: “Sozinhos chegamos mais rápido, mas juntos chegamos mais longe”.

5. Restabeleceu a alegria: “Este é o dia consagrado ao nosso Senhor. Não se entristeçam, porque a alegria do Senhor os fortalecerá” (Ne 8.10b).

O povo, ao ouvir o Livro da Lei, começou a chorar com grande tristeza e amargura, por não compreender suas palavras, mas Neemias, Esdras e os levitas ensinaram a ele as Escrituras e o instruiu a mudar de ânimo, pois aquele dia era do Senhor (Ne 8.8,9,11,12).

Após anos de cativeiro do povo judeu, agora era um novo momento para ele, em que a tristeza não deveria ser lembrada, mas, sim, a alegria de estar livre. Neemias logo restabelece a alegria do povo, pois as lembranças das dores eram recentes demais, por isso ele frisa que a alegria do Senhor seria a força do povo.

Por mais que saibamos que nem todos os dias nos reservam alegrias, podemos buscar Deus, esperando que Ele sempre nos fortaleça.

Conclusão: restabelecimento e reconstrução realmente não são fáceis, porém, necessárias. Neemias não hesitou em começar e tão pouco desanimou em meio ao processo. Tomemos, portanto, seu exemplo de vida e determinação para qualquer processo de reconstrução em nossa vida.

Aplicação: o que precisa ser restabelecido em sua vida? Em uma folha, registre tudo o que vir a sua mente que precisa passar por uma reconstrução em sua vida. Logo após, com toda a célula, apresente a Deus cada uma das reconstruções em oração.

:: Pr. Adriano Pauli

Para mais informações a respeito do estudo de células, ligue para o pastor Flavinho (31) 98793-7701.