Nenhum Comentário

Samuel: um líder que servia aos outros

Foto: pixabay.com

Foto: pixabay.com

Referência Bíblica: “Mas o jovem Samuel crescia em estatura e no favor do Senhor e dos homens” (1 Samuel 2.26).

Exposição do texto: Samuel cresceu aprendendo a servir. Seu serviço era feito de modo a agradar a Deus. Isso lhe trouxe aprovação diante do Senhor, que lhe concedeu favor para ser um líder.

Discussão

1 – Você já pensou em se treinar (e deixar ser treinado) para ser um líder de excelência?
2 – Você já teve a consciência que ser líder é, em primeiro lugar, servir a outros?
3 – Como você enxerga essa “linha estreita”, em que um líder tem que servir os outros, servir homens, mas tem que agradar a Deus?

Objetivo: aprender com Samuel que um líder se faz servindo a outros.

Contexto: algo que chama a atenção em Samuel é que ele foi treinado para ser líder desde a infância. E mais: estando diante de alguns erros de seu líder, ele se encontrou diante do que fazer e do que não fazer. Samuel foi criado no ambiente sacerdotal, recebendo o conhecimento de como realizar a obra do Tabernáculo e o culto ao Senhor. Ele aprendeu bem, pois foi um líder exemplar, chegando a ser testemunhado por todo o povo, de que nele não havia falhas. Tomando a vida de Samuel como exemplo para nós, veremos alguns pontos com os quais podemos aprender:

A) Samuel começou servindo. Foi entregue por sua mãe ao sacerdote Eli, para servir na obra do Senhor. Samuel não foi entregue ali para ser um líder, mas para servir ao líder dali (1 Samuel 2.11). Porém, tendo servido com excelência, Deus lhe confiou uma liderança. Um líder se tornará capacitado para ser líder, se for treinado no serviço, servindo.

B) Samuel não se deixou contaminar pelos erros dos que estavam servindo ao seu lado. Naquele tempo, os filhos de Eli serviam junto de Samuel, acontece que o comportamento deles era reprovado pelo Senhor. Vivendo algo assim, seria fácil para Samuel imitar o mau comportamento. Talvez tenha sido muito difícil para ele permanecer em retidão ao lado daqueles, mas Samuel “servia ao Senhor”, e, por isso, escolheu o caminho longe do pecado (1 Samuel 2.12,18).

C) Samuel crescia diante de Deus. A vida de Samuel testemunhava em favor dele mesmo diante de Deus. Samuel vivia de modo a ser bem visto por Deus. E, dessa forma, o favor do Senhor alcançava sua vida e crescia. Alguns tentam receber o favor dos homens ao servir. Como Samuel fazia de maneira a agradar a Deus, o Senhor lhe concedeu o Seu favor, e ainda fez tornar para ele o favor dos homens (1 Samuel 2.26).

D) Samuel correspondia a Deus. Penso que essa é uma das coisas mais importantes na vida de todo ser humano: corresponder a Deus. Samuel foi se deitar e escutou alguém chamar seu nome (1 Samuel 3.2-10). Desde a primeira vez que foi chamado, rapidamente se levantou e foi atender. Mesmo pensando que era Eli quem o chamava, ele atendeu, ele correspondeu. Quando veio o entendimento de que era o Senhor quem falava com ele, então respondeu: “Fala Senhor, pois o teu servo ouve”! Para todas as áreas de nossa vida precisamos corresponder ao Senhor. E no servir isso é mais importante ainda. Samuel somente chegou a ser um líder, porque ouviu ao Senhor, e correspondeu à Sua vontade. Deus confia os Seus propósitos àqueles que lhe escutam e correspondem executando o Seu querer.

E) Samuel propagava a Palavra de Deus. Muitas pessoas querem que Deus seja com elas naquilo que fazem. Acontece que Deus será com alguém, quando esse alguém estiver proclamando-o. Alguns proclamam a si mesmos, outros proclamam algo que não veio de Deus, ou seja, não é bíblico. Mas Deus era com Samuel (permanecia com ele, o ajudava, mostrava a Sua presença, confirmava seu serviço, testemunhava que ele era de Deus), porque Samuel não proclamava a si, mas propagava a Palavra de Deus com fidelidade a ela (1 Samuel 3.19)

F) Samuel estimulava as pessoas a seguirem somente a Deus. Ele os instruía a respeito de que deviam se afastar de qualquer devoção que não fosse somente ao Senhor Deus (1 Samuel 7.3-4).

G) Samuel fazia líderes. Foi Samuel quem ungiu os dois primeiros reis da nação de Israel: Saul e Davi (1 Samuel 10.1,16.13). Ele agiu em cumprimento à vontade de Deus, ao levantar outros líderes para o povo. E em alguns momentos específicos, veio ser conselheiro para a vida deles, Saul aproveitou mais desse acompanhamento. Um líder deve ter outros ao seu redor, que os possa acompanhar, preparar e os levantar para também servirem. Quem serve, ensina outros a servirem.

H) Samuel cuidava daqueles que estavam debaixo de sua liderança. Saul errou: quando isso aconteceu, Samuel foi diante de Deus buscar Sua misericórdia para Saul. Davi fugia com perigo de sua vida: Samuel o acolheu, e lhe deu assistência. O povo de Israel queria um rei: Samuel buscou a Deus em favor deles. O povo agiu mal: ainda assim, Samuel disse que não orar em favor deles, seria cometer um pecado diante de Deus.

Conclusão: Samuel se tornou líder pelo seu serviço. Ele foi alçado a essa posição, pois o povo vinha a ele, para receber daquilo que ele já fazia. Ele já servia, e naturalmente foi assim colocado na posição de liderança.

Aplicação: aquele que quer alcançar uma posição elevada, primeiro deve querer servir no lugar que está. Na verdade, o melhor caminho é apenas querer servir. Dessa forma, servindo, os frutos aparecerão e o grau de responsabilidade subirá. Na realidade, ser um líder é trabalhar para servir. Quanto mais alguém sobe de posição, mais aumenta o seu trabalho e o número de pessoas que ele servirá.

:: Christian Clayton

Outras informações a respeito do estudo de células, ligue para o pastor Flavinho (31) 98793-7701.