Seminário: A Unção Que Quebra o Jugo
Ruinas restauradas. Fundamentos lançados. Caminhos construídos.

Quando se trata de promoção, expansão e consolidação do Reino de Deus, a partir da evangelização e do discipulado – chamado esse conferido à Igreja de Cristo por ele mesmo na ocasião da chamada “Grande Comissão” – , é impossível e inevitável a menção da transformação. E não se trata apenas de transformação de mentalidade no sentido de uma nova visão para um contexto de uma vida, de uma sociedade, de uma cultura. Pois em menor ou maior grau, e guardadas as devidas proporções, grandes homens e estadistas como o americano Martin Luther King, ou o britânico Winston Churchill, e mais recentemente, quem sabe, o eleito presidente norte-americano, Barack Obama, cumpriram ou ainda cumprem com esse papel fundamental de in uenciar toda uma nação. A transformação a que nos referimos aqui é sim de mentalidade, mas também de coração, de alma, de caráter, de espírito, possível somente em Cristo Jesus. Até mesmo porque cumprir com a missão de ser um agente de transformação sem ter sido transformado, curado, restaurado pelo poder do evagenlho é apenas empolgação, barulho, fumaça, algo que não perdura por muito tempo. E é nesse sentido que o Ministério Rhema Reconciliação de Cura Interior e Libertação cumpre excelentemente com seu encargo e chamado a partir de tudo que tem proposto a fazer, como a realização, do Seminário Unção Que Quebra o Jugo, que aconteceu nesse fim de semana, na Estância Paraíso, local estratégico até para o que se pretendeu fazer. A proposta-tema do evento falou por si: “Restaurando ruínas. Levantando fundamentos. Construindo caminhos.” O texto pilar do evento é o de texto de Isaías 58.12, quando Deus afirma: “Os teus filhos edificarão a antigas ruínas; levantarás os fundamentos de muitas gerações e serás chamado reparador de brechas e restaurador de veredas para que o país se torne habitável”.

Sobre o Seminário, sua iniciativa e sua realização

Essa foi a segunda edição do evento. A primeira aconteceu em junho desse ano, nas dependências da Lagoinha, e contou com a participação de um público de cerca de 600 pessoas, para surpresa e superação das expectativas de toda a equipe do Ministério, que promoveu e conduziu o Seminário. Foi um Seminário aberto, sem inscrição, com a realização de oficinas específicas com menção e ministração de temas como perfeccionismo, medo, amargura e rejeição, só para citar uns poucos. O evento foi uma espécie de um “intensivão” de fim de semana de cura interior e libertação. “Foi um êxito muito grande porque Deus nos deu toda a direção. Oramos, jejuamos, intercedemos e geramos tudo isso. Foi um fluir muito grande. Vemos pessoas sendo tocadas poderosamente”, afirma o pastor Ronaldo Faria, líder do Rhema e idealizador do evento em conjunto com as pastoras Vasti e Vera e toda a equipe. Toda a dinâmica – louvor e adoração, palavra, palestras, oficinas, ministrações, atos proféticos etc – foi conduzida pelo Ministério, com cerca de 50 pessoas trabalhando ativamente. Pessoas de outras igrejas de cidades como Timóteo e Três Marias, além da Capital e Região Metropolitana, compuseram o público, muita delas ligadas ao ministério. Foi a partir da percepção da realidade de anos de ministração e envolvimento com cura interior e libertação, com situações de alma, de sofrimento, frustrações, depressão, opressão, desesperança, rejeição e luta para manter a própria vida, que se deu a iniciativa da realização do seminário. O público, em sua maioria, tem ou já tiveram contato e experiência com o evangelho, numa caminhada com Deus, sejam novos ou não na fé. “Depois de mais de 15 anos de experiência em Lagoinha com o Ministério Rhema, nos sentimos capacitados pelo Espírito Santo para fazermos coisas como esse Seminário. Sentimos que Deus nos deu o sinal. E entendemos. Até o nome dado ao Seminário foi uma revelação de Deus”, afirma o pastor Ronaldo.

Essa segunda edição do Seminário Unção Que Quebra o Jugo teve um novo formato, a começar pelo público, que foi menor – de cem pessoas. Palestras, dinâmicas, atos proféticos forma algumas das metas que constaram na programação. “Trabalhamos muito em nível de alma, mas também de libertação. Pois quando propomos como tema ‘Restaurando ruínas, levantando fundamentos, construindo caminhos’, falamos de passado, presente e futuro”, afirma o pastor Ronaldo. Sobre sua expectativa até a realização do evento, ele diz: “É a de um grande mover de Deus, até porque estamos gerando isso em intercessão. Cremos nesse mover na vida dessas pessoas. E para nós, a grande recompensa é vê-las tocadas por Ele. Isso muda tudo”.

Sobre a importância e o peso do Segundo Seminário Unção Que Quebra o Jugo no contexto da transformação, tanto em nível individual como de uma comunidade, uma cultura, uma sociedade, uma nação, o pastor Ronaldo é claro e enfático: “Cada pessoa, em Jesus, curada e restaurada, é potencialmente uma agente de transformação”.

:: Por Marcelo Ferreira - marcelo.ferreira@lagoinha.com
Redação Lagoinha.com

*Em breve, tudo que aconteceu na segunda edição do Seminário Unção Que Quebra o Jugo. Aguardem.