Nenhum Comentário

Testemunho de Apolo

Referência bíblica: “Enquanto isso, um judeu chamado Apolo, natural de Alexandria, chegou a Éfeso. Ele era homem culto e tinha grande conhecimento das Escrituras. Fora instruído no caminho do Senhor e com grande fervor falava e ensinava com exatidão acerca de Jesus, embora conhecesse apenas o batismo de João. Logo começou a falar corajosamente na sinagoga. Quando Priscila e Áquila o ouviram, convidaram-no para ir à sua casa e lhe explicaram com mais exatidão o caminho de Deus. Querendo ele ir para a Acaia, os irmãos o encorajaram e escreveram aos discípulos que o recebessem. Ao chegar, ele auxiliou muito os que pela graça haviam crido, pois refutava vigorosamente os judeus em debate público, provando pelas Escrituras que Jesus é o Cristo” (Atos 18.24-28).

Exposição do texto: Apolo era hebreu de Alexandria, erudito na retórica e nas Escrituras, pregou Jesus como Messias, embora ainda fosse discípulo de João Batista. Priscila e Áquila o encontraram em Éfeso, instruindo-o plenamente em público. Então, Apolo foi para Corinto, onde ensinou aos hebreus, segundo as Escrituras, que Jesus era o Messias.

Objetivo: refletir e demonstrar os critérios que um cristão precisa ter para dar um bom testemunho.

Discussão

1 – Quais as características você possui que mais apontam para seus talentos e habilidades?

Contexto: Apolo é um personagem que muitos cristãos desconhecem, mas, segundo a Bíblia, ele foi muito importante na vida de outros irmãos e companheiro de Paulo. A pregação de Apolo em Corinto coroou-se de êxito, tanto que Paulo chega a dizer que Apolo regou as sementes plantadas por ele (1 Co 3.6). Infelizmente, um dos grupos formados em Corinto se constituía em nome de Apolo, e Paulo considerou necessário combatê-lo para preservar a unidade da igreja (1 Coríntios 3.3,4; 4.6). Voluntariamente, Apolo havia deixado Corinto e não queria retornar, assim não tinha nenhuma culpa na formação do grupo. Mais tarde, quando estava em Creta, Paulo pediu a Tito para que lhe enviasse Apolo (Tito 3.13).

Nos versículos expostos anteriormente, podemos observar que Apolo era um homem com diversas características de Paulo. Leia novamente Atos 18.24 a 28.

1) Homem culto: Apolo sabia conversar com as pessoas. Geralmente, uma pessoa culta consegue se comunicar com todas as faixas etárias. Isso se dá devido à leitura de várias literaturas, que nos leva à sua próxima característica.

2) Grande conhecimento das Escrituras: esse conhecimento das Escrituras, além de ser uma disciplina espiritual, para Apolo era um investimento de horas de seu dia exposto aos escritos dos profetas e às leis de Moisés. Da forma em que a própria Bíblia nos orienta: “Não deixe de falar as palavras deste Livro da Lei e de meditar nelas de dia e de noite” (Josué 1.8).

3) Falava e ensinava com grande fervor: Apolo tinha paixão e grande entusiasmo pelo seus ensinamentos, pois não tratava a respeito de si, mas sobre um Jesus apaixonante. Assim como Jeremias 20.9: “Mas, se eu digo: Não o mencionarei nem mais falarei em Seu nome, é como se um fogo ardesse em meu coração, um fogo dentro de mim. Estou exausto tentando contê-lo; já não posso mais!”. A Palavra de Deus acende em nosso coração um fogo muito mais forte do que nós mesmos.

4) Falava corajosamente: há pessoas que têm muita dificuldade de falar em público, como se travassem, permitindo assim que o medo de falar triunfe sobre o conhecimento delas a respeito de Jesus e às demais coisas. “Aprendi que coragem não é ausência de medo, mas o triunfo sobre ele” (Nelson Mandela).

5) Refutava vigorosamente os judeus: não que Apolo gostasse de ficar debatendo sobre assuntos irrelevantes, mas ele se opunha contra os ensinos errados e distorcidos dos judeus. No entanto, algumas pessoas gostam de uma boa briga teológica, que não leva a lugar algum.

Até mesmo quando Paulo pregava, um povo conhecido como bereano certificava cada palavra de seu ensinamento com o intuito de receber a verdade. “Os bereanos eram mais nobres do que os tessalonicenses, pois receberam a mensagem com grande interesse, examinando todos os dias as Escrituras, para ver se tudo era assim mesmo” (Atos 17.11).

6) Provava Jesus pelas Escrituras: com certeza essa era a maior característica de Apolo, pois toda a sua busca pelo conhecimento, destreza ao falar, culminava em provar que Jesus é o Cristo para qualquer pessoa a que fosse falar; da mesma forma deve ser conosco. O ponto principal de tudo que conhecemos precisa ser mostrar Cristo Jesus a todas as pessoas.

Conclusão: compreendemos que Apolo não possuía apenas essas características, mas as apresentadas nos trazem entendimento e inspiração para também desenvolvermos algumas delas em nossa vida.

Aplicação: sabemos que, com tudo que aprendemos, podemos melhorar. Analisando as seis características de Apolo, quais delas você entende que precisa desenvolver? Compartilhe com seu GC.

:: Pr. Adriano Pauli

Para mais informações a respeito do estudo de células, ligue para o pastor Flavinho (31) 98793-7701.