Nenhum Comentário

2018 será o “Ano da Perseverança” na Lagoinha!

Pastor Márcio Valadão [Foto: Comunicação Lagoinha]

Pastor Márcio Valadão durante o “Lagoinha 18” [Foto: Comunicação Lagoinha]

2018 será o “Ano da Perseverança” da Lagoinha. O tema foi oficializado durante o “Lagoinha 18” – evento que reuniu, nessa segunda-feira (6), na Fábrica de Artes, pastores e líderes com o objetivo de apresentar as diretrizes e estratégias da Comunicação da igreja para o próximo ano.

A palmeira foi escolhida como o símbolo do tema com base em Salmos 92.12,13, que diz: “Os justos florescerão como a palmeira, crescerão como o cedro do Líbano; plantados na casa do Senhor, florescerão nos átrios do nosso Deus.” Como escreveu o pastor Márcio Valadão, a árvore se destaca por ter raízes inabaláveis e por encontrar água nas profundezas da terra. A palmeira é capaz, ainda, de sobreviver no deserto, suportar tempestades violentas e não morre facilmente.

A existência da árvore, disse pastor Márcio, é fonte de vida, alimento para os que estão a sua volta, além de disseminar sementes por todos os lados. “Pela graça de Deus, você pode ser um ‘crente palmeira’, disseminando as boas novas do Evangelho do nosso Senhor Jesus, sendo forte, mas com um testemunho singelo, regado de amor – porque a essência está em Cristo -, não abalado facilmente e produzindo frutos para toda eternidade”, explanou ele.

O pastor Richarde Guerra, líder da Comunicação da Lagoinha, destacou que, assim como as palmeiras, nós devemos ter raízes profundas em Deus, buscando sempre nos alimentar da Palavra e sair da superficialidade. “Nosso desafio é estar cada vez mais profundos em intimidade com Deus”, disse. “A palmeira só consegue vencer as tempestades porque tem raízes profundas e tronco flexível. Como igreja que deseja alcançar todas as nações, temos que estar flexíveis no sentido de entender e ter empatia pelas pessoas e, ao mesmo tempo, não abrir mão da Palavra. Entendemos que a palmeira carrega esses elementos que ilustram a ideia da perseverança: raízes profundas e troncos flexíveis. Pode vir adversidades e nos manteremos firmes, perseverando na Palavra do Senhor”, completou Guerra.

A partir dessa temática, foram estabelecidas estratégias para 2018 que visam alcançar todos os membros da Lagoinha.

:: THAIS OLIVEIRA