Com o sotaque do Ceará e um pouco do jeito mineiro de se resguardar, Ana Paula Nóbrega do Ministério de Louvor e Adoração Diante do Trono gravará o seu primeiro CD solo. Nóbrega revela que já gravou um álbum no início da carreira, mas na nova fase de trabalho é a primeira gravação. O novo CD ainda  está previsto para ser lançado no início de 2013. Durante a entrevista ela fala um pouco do que Deus tem falado ao seu coração e revela as novidades que estão por vir.

Lagoinha.com: Como estão as expectativas para a gravação do CD?

Ana Paula Nóbrega: Procuro ter os pés bem no chão, embora possua muitas expectativas e muitos sonhos. Sonho em entrar em lugares ainda não alcançados, são sonhos realmente muito grandes. Acredito que este é um tempo favorável, a mídia secular está muito aberta para o mundo cristão e precisamos aproveitar esta oportunidade.

Eu já vivo um projeto muito grande com o Diante do Trono. Acredito que preciso me policiar bastante, porque o DT já tem muita visibilidade. É um ministério com 15 anos de caminhada e com uma bela história de longevidade. Procuro acalmar o meu coração e não ter a expectativa de grandes públicos. Escolho não esperar demais para também não me decepcionar. Prefiro deixar que Deus me surpreenda do que alimentar falsas expectativas, mas claro como ser humano meu desejo é que este CD chegue na casa de milhões de brasileiros, que eles possam ouvir a Palavra de Deus e levar alegria e esperança.

Lagoinha.com: O que o público pode esperar do novo CD?

Nóbrega: As pessoas podem esperar muita alegria, muita música para cima, mais baladas, mas também tenho certeza que são músicas que levarão as pessoas a adorar no carro, no secreto. Para as pessoas entenderem melhor será uma mistura das músicas “Lindo” (CD Glória a Deus) e “Glória” (CD Aleluia). Esse CD está muito diferente da proposta do Diante do Trono. Meu desafio também é afastar as comparações que fazem entre mim e a Ana Paula Valadão. Graças a Deus, depois que gravei ‘Glória”, “Onde” e “Por que estás comigo” no CD “Creio” do DT15, as comparações acabaram um pouco e as pessoas tiveram a oportunidade de conhecer mais do estilo da “Ana Nóbrega”.

Lagoinha.com: As composições do CD são todas suas?

Nóbrega: A maioria é. Vamos regravar “Por que estás comigo” que foi gravado recentemente no CD “Creio”. Acredito que as pessoas que querem ouvir Ana Paula Nóbrega, vão querer ouvir essa música. Porque ela tem chamado a atenção das pessoas pela mensagem. Das outra treze músicas, dez são minhas, uma canção é do Israel Salazar e duas são parcerias dele comigo.

Lagoinha.com: Você estava esperando gravar um CD solo?

Nóbrega: A gente já teve antes umas sondagens da “Som Livre”. Eles nos sondaram no ano de 2009, então imaginava que alguma coisa estava acontecendo, mas dessa vez foi a própria Ana Paula Valadão que deu o “start” no projeto. Ela nos direcionou e nos aconselhou. Está acontecendo realmente algo da forma como esperávamos. Então posso dizer que esperava e sabia que algo estava por vir. E, principalmente pelas promessas de Deus, acreditava que o Senhor tinha outros passos. Não estou falando que estou saindo do grupo, a proposta não é essa, é conciliar tudo. Posso dizer que realmente havia um sentimento de que Deus estava fazendo algo novo.

Lagoinha.com: Como que está a relação da Ana Paula Valadão com a sua nova gravação?

Nóbrega: Ela está me apoiando, embora neste segundo semestre do ano de 2012 é um tempo que ela se dedica muito para viagens para fora do Brasil, como Israel, Estados Unidos e Finlândia, mas ela sempre pergunta como está o CD. Estou com muita expectativa de que ela vá ao estúdio escutar as músicas. Ela já ouviu as composições e está muito animada . A Ana fica sempre brincando assim: “Você vai voar”. É natural da Ana, ela investe mesmo. É muito nobre e quando  percebe que Deus tem algo especial para pessoa ela investe mesmo.

Lagoinha.com: Este será um dos seus primeiros CDs da carreira solo e você já está fazendo parceria com uma das maiores gravadoras do Brasil. O que isso representa para você, profissionalmente?

Nóbrega: Toda gravadora tem a sua vantagem e a sua desvantagem. A “Som Livre” pode projetar o meu nome. Ela pode fazer chegar a lugares, mas na verdade é Deus quem abre portas. É ele quem faz as coisas acontecerem. Há coisas que são interessantes e outras não, mas o que mais fico impressionada é que a gravadora é tão grande, mas tão humana, têm cuidado muito bem do meu CD e me dado muita atenção e isso me tranquiliza muito.

Lagoinha.com: Você veio para Minas para cursar o Centro de Treinamento Ministerial Diante do Trono (CTMDT), mas acabou ficando no DT. Como foi o convite para entrar no grupo?

Nóbrega: Nem sei dizer… não houve convite, mas ai você pensa “mas como?”. Considero como data oficial da minha entrada no grupo o dia 13 de dezembro de 2008, quando tinha um ano no CTMDT. Estava de férias em Fortaleza e o Diante do Trono foi cantar na cidade. Então recebi uma mensagem no celular “Vem cantar com a gente”. Isso foi uma honra, cantar com o DT na minha Terra natal e então cantei. Naquela oportunidade, a Ana me apresentou para o grupo informando que era uma aluna do CTMDT. Eu só achei que era um convite e uma participação, não sabia o que estava por vir. Depois, voltei em 2009 para Minas. Estava assistindo um culto na Lagoinha, ai o Sérgio do DT falou assim: “O que você está fazendo no banco, vai lá cantar”. Não houve um convite formal, aconteceu tudo naturalmente.

Lagoinha.com: Você é natural do estado do Ceará, como foi deixar tudo e vir para Minas?

Nóbrega: Foi sem a certeza do que aconteceria, mas com a certeza de que Deus havia nos chamado. Foi com muita alegria que meu esposo e eu deixamos nossa casa e doamos todos os nossos móveis. As únicas coisas que trouxemos foram a mala, CD e livros. Começamos a morar em lugar pequeno com uma realidade totalmente diferente de Fortaleza. Fortaleza é uma grande capital, dentre as maiores do Brasil e Santa Luzia (local onde está implantado o CTMDT) é uma cidade pequena em Minas. É um lugar mais rústico, mais rural. Tínhamos um bom emprego e cursávamos faculdade. Não sabia o que aconteceria, mas curtimos tudo que estava acontecendo. Faria tudo de novo, assim como sinto que já estou fazendo. É um tempo novo, de transição. Estamos saindo novamente de uma posição confortável.

Confira a música “Onde?” cantada por Ana Nóbrega.

:: Érica Fernandes

erica.fernandes@redesuper.com.br