3 Comentários

“Dança na Mochila” com Isabel Coimbra

“Dança na Mochila é uma dança livre de um estilo pré-definido ou de um roteiro rígido ou pré-determinado”, explica Isabel Coimbra

2 - ISABEL COIMBRA - IMG_4874Recentemente, a Igreja Batista da Lagoinha teve a alegria de receber de volta ao Brasil a dançarinha Isabel Coimbra, que estava há um ano na França. Isabel é membra da Lagoinha desde 1997, é casada com Eustáquio Diniz e tem 5 filhas: Iara, Iana, Isa, Ivy e Iasmin. A pequena senhorinha Isabel, que dança magnificamente e com graça sobrenatural durante os cultos na Lagoinha, tem um currículo extraordinário e é uma demonstração viva de que devemos realmente nos esmerar para fazer o melhor para o Senhor.

Isabel é formada em Balé Clássico pela Fundação Clóvis Salgado e Estúdio Joaquim Ribeiro, graduada em Educação Física pela UFMG, pós-graduada em Educação Física Escolar pela PUC-MG e em Lazer UFMG, mestrado em Educação Física pela UFMG e doutoranda em Estudos Linguísticos na linha Linguagem e Tecnologia, com a pesquisa sobre a Semiótica da Dança pela UFMG e Paris IV – Sorbonne, na França.

Não bastasse isso, Isabel cursou o Seminário em Cura Interior e Batalha Espiritual. Paralelamente, Isabel atuou em ministérios da nossa igreja: Adoção com casais (1996), Cia Ide (1996-2000), Líder da Cia de Dança e Artes Cênicas Mudança (1996-2013), Líder do Ministério de Dança (1998-2005), Dança e coreografia no Ministério de Louvor Diante do Trono (1997-2012). Desde 1998, está no Ministério de Louvor da IBL e, como líder do Departamento de Dança do Ministério de Louvor, desde 2011. Em entrevista exclusiva, Isabel conta sobre seus trabalhos na IBL, no Diante do Trono, seu novo desafio, o doutorado, e os aprendizados na França.

Atos Hoje – Em quais trabalhos publicados da IBL e do DT você já participou?

Isabel Coimbra – Tive o privilégio de dançar nos 10 primeiros CDs e DVDs do DT: Diante do Trono, Exaltado, Águas Purificadoras, Preciso de Ti, Brasil Diante do Trono 1 e 2, Nos Braços do Pai, Quero me Apaixonar, Esperança, Ainda Existe Uma Cruz, Por Amor de Ti, oh Brasil, Príncipe da Paz, Diante do Trono 10 anos – Tempo de Festa e Com Intensidade, Tua Visão, Aleluia. Já nos DVDs infantis participei do Crianças Diante do Trono, Amigos de Deus, Arca de Noé e Amigos do Perdão. Durante essa trajetória, fruto de toda essa experiência, publiquei dois livros: “Louvai a Deus com Dança” e “Dança: Movimento em Adoração”.

Atos Hoje – Sua filha Isa Coimbra é muito conhecida da IBL. Que trabalho já fizeram juntas?

Isabel Coimbra – A Isa iniciou nesse ministério aos 10 anos de idade. Ministramos e lideramos no Cia Mudança até hoje. Fizemos parte do ministério de Louvor Diante do Trono desde o principio até 2012. Atualmente, lideramos juntas o Departamento de Dança (DNA) do Ministério de Louvor e Artes da IBL, desde 2011.

Atos Hoje – Por que foi morar na França?

Isabel Coimbra – Sou doutoranda em Estudos Linguísticos na UFMG, desde agosto de 2010. Em 2011, fui selecionada e aceita pela Sorbonne, universidade francesa, para fazer um estágio de um ano na área da Semiótica Francesa. Nesse processo fui indicada pela UFMG à Fundação CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) para concorrer a uma bolsa de estudos para esse fim. Como fui aprovada, me mudei para a França, em agosto de 2012. Em Paris, eu estava ligada a um grupo de pesquisadores europeus que trabalham e desenvolvem as teorias da Semiótica (ciência que estuda o percurso da geração de sentido do discurso e da linguagem) especificamente na linha francesa da escola Greimasiana. Eu participava de reuniões cientificas, seminários, aulas e discussões temáticas. Apresentei trabalhos acadêmicos e artísticos sobre minha pesquisa, que trata a dança como linguagem. Para esse estágio produzi um projeto específico: “Dança na Mochila: Missão França”.

5 - 6_2 - 50X67 TECIDO#A1CCAtos Hoje – Do que trata essa Dança na Mochila?

Isabel Coimbra – O projeto define-se como uma dança livre de um estilo pré-definido ou de um roteiro rígido ou pré-determinado, que não necessita de liberação dos órgãos públicos. Cada Projeto da Dança na Mochila leva o nome local, cidade, estado ou país em que o trabalho acontece. Para finalização desse Projeto em Paris, foi organizada uma Instalação de fotografia e videodança intitulada Voile Dansant: États d’Esprit (Tecido Dansante: Um Estado de Espírito) que aconteceu na Galeria Pavê d’Orsay, em Paris, no dia 20 de junho de 2013. E nessa trajetória ainda deu tempo de atuar como vice-presidente da Associação dos Pesquisadores e Estudantes Brasileiros na França (APEB-FR). Tudo para honra e glória de Jesus.

Atos Hoje – Você frequentava alguma igreja na França?

Isabel Coimbra – Sim. Foram experiências ímpares. Tive contato com igrejas brasileiras e francesas, em que tive a oportunidade de ministrar, discipular e pastorear. Ministrei oficinas de dança em congressos e encontros, além de congressos de mulheres na França, Bélgica, Alemanha e Espanha. Gostaria de destacar que o meu projeto Dança na Mochila teve o apoio de duas igrejas: a igreja brasileira (IBNJ), com o pastor Diogo Ferraz, e a igreja francesa Bonne Nouvelle, com o pastor Gustavo Faleiro.

Atos Hoje – Você conseguiria dizer em poucas palavras o que aprendeu nesse tempo na França?

Isabel Coimbra – Minhas filhas pequenas, Ivy e Iasmin, foram comigo para a França e, mesmo com minha família aqui no Brasil tendo que ir e vir, constantemente, todos vivemos experiências incríveis durante esse ano. O maior aprendizado foi depender de Deus e experimentar o impossível com Ele. Jesus nos livra, sustenta e nos encoraja em todo o tempo e nos dá a vitória. Por meio do projeto Dança da Mochila, Deus ainda me ensinou a estar sempre pronta, pois, a dança poderia acontecer a qualquer momento e em qualquer lugar. Eu entendi que precisava estar atenta em todo o tempo e nunca perder uma única oportunidade para testemunhar. Ivy e Iasmin foram muito valentes, ferramentas de Deus em minha vida. Elas testemunharam de Jesus na escola francesa no ensino elementar. Minha família aqui no Brasil foi um suporte incrível. Mas importante também foram as manifestações de carinho e intercessão dos irmãos da IBL. Esse ano longe do Brasil serviu para amar e valorizar ainda mais a nação na qual Deus nos plantou. Aprendi que a ousadia é uma das grandes heranças de Cristo em nós.

Atos Hoje – Quais os planos a partir de agora?

Isabel Coimbra – Finalizar o doutorado com bom testemunho e excelência. Tenho até julho de 2014, mas meu alvo é março. Dar continuidade aos projetos que Deus estabeleceu para nós e abrir novas frentes de trabalho em todos os seguimentos: lar, família, igreja, trabalho, redes sociais e no que mais Jesus nos direcionar.

Para quem desejar contatar Isabel Coimbra: bel.coimbra@hotmail.com

:: Atilano Muradas