5 Comentários

Devi Titus fala de suas expectativas para o 3° Congresso Mulheres Diante do Trono

“Todas as participantes levarão algo NOVO para casa. Inclusive eu”, diz Devi.

devititus2Entre os dias 29 e 31 de agosto, será realizado no Expominas, em Belo Horizonte, o 3º Congresso Mulheres Diante do Trono. As anfitriãs responsáveis por receber mulheres de todas as partes do Brasil e do mundo serão a pastora e líder do Ministério de Louvor Diante do Trono, Ana Paula Valadão, e a pastora Renata, esposa do Pr. Márcio Valadão da Igreja Batista da Lagoinha.

As congressistas poderão contar com uma programação bem feminina, feita especialmente para elas. Durante o evento, haverá bate-papos, ministração da Palavra e muito louvor. Além, é claro, de momentos em que as participantes terão a oportunidade de compartilhar experiências com o Senhor; e desafios vividos em diversas áreas de suas vidas.

Na oportunidade, o público feminino contará novamente com a presença da convidada Devi Titus. Casada há mais de 45 anos com Larry Titus, Devi é uma das mais reconhecidas conferencistas e escritoras cristãs da América do Norte. É também presidente da Rede Mundial de Esposas de Pastores e co-fundadora da Kingdom Global Ministries, uma organização internacional que visa facilitar a missão de dezenas de outros ministérios ao redor do mundo. Sua paixão é restaurar a dignidade e santidade do lar e ajudar homens e mulheres a viverem uma vida com propósito.

Por meio de uma entrevista, concedida ao Lagoinha.com; e utilizando uma linguagem clara e objetiva, Titus expôs suas experiências de vida e contou um pouco sobre suas expectativas em relação ao Congresso. Confira!

Lagoinha.com – Você já participou das duas primeiras edições do Congresso de Mulheres e, este ano, novamente, marca presença. O que você acha que haverá de novidades para as participantes?

Devi Titus – Congressos são frequentados por mulheres que estão dispostas a investir dinheiro e tempo para serem encorajadas a viver suas vidas de uma maneira melhor e mais santa. Elas desejam experimentar a presença de Deus numa intensidade que, geralmente, não é experimentada no dia a dia de suas vidas corridas e, para mim, é um grande privilégio ter a oportunidade de ministrar para essas vidas, por meio da Palavra. As mulheres que frequentam um congresso querem ouvir a Palavra do Senhor. Esta Palavra pode vir por meio da adoração, ensino e da voz interior do Senhor. Também pode vir dos novos produtos que serão lançados durante o congresso. Neste ano, durante o evento, irei disponibilizar dois novos livros em Português. Eles são “A Experiência do Lar – Fazendo de Seu Lar um Santuário de Amor e um Refúgio de Paz”, e “Ele Diz, Ela Diz” – Como duas personalidades fortes conseguem ter sucesso no casamento. Com certeza, haverá experiências novas e novo entendimento, porque todos nós temos crescido e mudado desde o ano passado. Também haverá mulheres participando pela primeira vez. O Espírito Santo não se repetirá a não ser que ELE precise. Nós não poderíamos repetir nossa experiência do congresso do ano passado, nem se quiséssemos. É impossível. É por isso que a experiência num congresso deve ser, periodicamente, parte da vida de cada um de nós. Estou empolgada para ver o que Deus dirá este ano. Todas as participantes levarão algo NOVO para casa. Inclusive eu.

Lagoinha.com – Quanto à sua participação, tem algo que você já possa nos revelar? Qual será o tema da sua mensagem?

Devi Titus – Eu terei o privilégio de ministrar três vezes para o público, e, eu prometo que não irei desperdiçar o tempo precioso das mulheres. Seguirei o tema do congresso e ministrarei conteúdos que poderão lembrar e exemplos que poderão seguir.

Tema: Olhando-se no espelho:

  • Como Deus me vê
  • Como os homens me vêem
  • Como os filhos me vêem

É importante dizer que, antes do Congresso, eu também irei ministrar durante o Culto das Mulheres Diante do Trono, a realizar-se no dia 28 (quarta-feira), na Igreja Batista da Lagoinha. Ensinarei as mulheres como mudar da Amargura para a Doçura e, confesso que estou muito empolgada com essa mensagem.

Lagoinha.com – Você acha que um congresso pode mudar a vida de uma mulher?

Devi Titus – Um congresso por si só não muda ninguém. O que um congresso faz é capacitar cada um de nós para que possamos abraçar os princípios bíblicos. Se firmarmos nesses princípios, aí sim, seremos mudados. A adoração num congresso abre nossos corações para Deus e nos prepara para entender sobrenaturalmente, os princípios que estão sendo ensinados. As mulheres que frequentam congressos estão abertas; buscando e desejando certo grau de santidade. A maior parte delas, não são mulheres rebeldes, de corações duros e incrédulas. Vale lembrar que uma experiência em um congresso pode nos capacitar e motivar a buscar novos horizontes em nossas vidas. Ele pode nos mover a termos mais fome em conhecer e aprender sobre Deus. É por isso, que eu devoto minha vida ao ensino em congressos. De outra maneira, não iria desperdiçar meu tempo.

Lagoinha.com – Seu trabalho, em grande parte, é voltado para a restauração da família, no qual a mulher tem um papel muito importante nesse processo. Atualmente, neste mundo em que a maioria das mulheres tem uma profissão, que as obrigam a passar muitas horas longe de casa e dos filhos, você acha que a família tem ficado de lado?

Devi Titus – Sim. As famílias têm sido negligenciadas, mas não porque as mulheres trabalham. Mulheres vêm trabalhando há séculos. A razão da negligência familiar e afetiva é que a cultura tem distorcido os valores do lar e do casamento; e as mulheres têm assumido essa mentira. Nós temos nos desconectado emocionalmente sobre a importância do lar nos relacionamentos; e no desenvolvimento saudável do coração humano. Todas as pessoas precisam de amor e paz em suas vidas para que possam florescer. As mulheres de hoje vivem uma vida egocêntrica e complacente. É por isso, que negligenciam seus relacionamentos familiares e não possuem nenhum senso de realização. Contas bancárias recheadas ou títulos de prestígio não realizam as mulheres. Relacionamentos com amor realizam as mulheres casadas ou solteiras.

Lagoinha.com – Atualmente, muitas mulheres solteiras têm desistido do sentimento de constituir família, devido ao fato de ouvirem experiências frustradas de algumas amigas, em relação ao matrimônio. Que conselho você daria para essas mulheres solteiras que estão pensando em abrir mão do casamento e de construir uma família?

Devi Titus – O valor do casamento está declinando rapidamente na nossa geração. Há um esforço para redefini-lo e, em geral, ele não é respeitado. Enquanto os valores do casamento não forem restaurados, o que é muito importante que se realize, a geração atual não terá o desejo de casar e considerará o casamento como algo opcional. Mulheres e homens devem estar cientes das mentiras que estão acolhendo e precisam renunciá-las. Os jovens atuais temem o matrimônio, porque, quando eram novos, presenciaram e sofreram a dor de um casamento arruinado; ao ver seus pais divorciarem. As mulheres mais jovens devem preparar-se para casarem e terem um lar. Nós devemos falar sobre casamento com nossos filhos, enquanto são pequenos. Fale mais sobre casamento do que carreira. Analise o cuidado que você dá ao seu apartamento ou quarto. Analise a aparência da sua casa. Ela é digna de paz, de amor e de um esposo? Prepare-se para ser uma esposa e uma esposa você será. Também não aceite a mentira de que “os homens irão machucá-la” e “você não precisa de um homem”. A verdade é que há um grupo seleto o qual Deus escolheu para permanecer solteiro, com apenas um propósito: ser totalmente devotado a Ele. Lembre-se: o casamento é importante para o crescimento de pessoas saudáveis.

Lagoinha.com – Quais são os principais desafios vividos pela mulher dentro do lar?

Cópia de A EXPERIENCIA DO LAR - Devi TitusDevi Titus – O maior desafio vivido pelas mulheres dentro de casa é governar seu próprio espírito. E o seu relacionamento com o Senhor é essencial para que o fruto do Espírito possa fluir de sua vida. Quando amor, alegria, paz, paciência, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão e domínio próprio fluem do Espírito Santo, por meio de nós, criamos assim uma atmosfera, em que outros são capacitados pelo mesmo espírito e podem viver da mesma maneira. O Espírito Santo nos capacita a capacitarmos os outros. As mulheres cristãs querem fazer o que é certo. Seus corações estão diante de Deus. Porém, muitas vezes lhes faltam o conhecimento e discernimento. Como podem criar um lar santo, se cresceram numa família fragmentada e cheia de ansiedade, medo e caos? Elas simplesmente não sabem. Elas deixam o ambiente de seus lares não atraente e descuidado e escapam para o escritório ou shopping center, que são cheios de cor e bem arrumados. Nossos lares deveriam ser nosso refúgio nos momentos de ansiedade e não a causa dela. Meu último livro lançado em Português chama-se “A Experiência do Lar”. Ele é um manual completo do lar. Nele, combinei princípios bíblicos e a destreza prática da vida e de relacionamentos vitais. Ele foi criado para que as mulheres atuais tenham uma ferramenta que as conecte ao que querem alcançar. Ele ressalta a maneira certa de realizar as ações, para que estas sejam exitosas. Ele ensina como amar seu lar; como cuidar daqueles que vivem nele; como criar um refúgio de amor e paz para você e para os outros; e como ser bem- sucedida em tudo o que você fizer. E tudo é possível.

“Com a sabedoria se edifica a casa, e com o entendimento ela se estabelece; e pelo conhecimento se encherão as câmaras de todas as riquezas preciosas e deleitáveis” (Provérbios 24.3-4).

Lagoinha.com – Como você avalia a postura da mulher da atualidade. Você acredita que ela tem deixado de lado sua feminilidade, entre outros fatores, e enveredado por um caminho de disputa de gênero, ou seja, uma disputa profissional; de conceitos e de pensamentos com o homem?

Devi Titus – Infelizmente as mulheres têm sido injustamente reprimidas e abusadas desde o século primeiro. Não deveria ser assim. No entanto, nós não podemos restaurar nosso valor nos rebelando ou competindo com os homens. Nós restauramos nosso valor ao elevar a feminilidade, e não ao comprometê-la. A feminilidade da mulher tem sido comprometida por meio de dois extremos: competição do gênero ou sedução do gênero. Estes dois extremos vêm de uma compreensão incompleta do que somos como mulheres. Os dois exibem uma postura e posição de controle sutil “anti” masculina. A história prova que nós precisamos uns dos outros em funcionamento mútuo; com respeito, para termos uma sociedade forte. Quando sabemos quem somos: inteligentes, capazes, talentosas, sensíveis, auxiliadoras, intuitivas, doadoras de vida, afetivas, altruístas, etc., nós não precisamos provar nada. Em vez de competirmos com os homens, nós podemos apoiá-los com convicção. Em vez de seduzi-los e controlá-los com nossa sensualidade, podemos amá-los, honrando e respeitando sua sexualidade. É chegada a hora das mulheres honrarem os homens e dos homens respeitarem as mulheres. Apreciação do gênero é o verdadeiro poder da feminilidade e da masculinidade.

Lagoinha.com – A estética e a moda têm ditado um padrão de beleza para a mulher. O que você diria para as mulheres que têm baixa autoestima ou que sofrem com o complexo de inferioridade?

Devi Titus – A maioria dos complexos de inferioridade nas mulheres está enraizada no que elas viveram em seus lares. Suas mães ou seus pais não protegeram suas emoções com amor e paz. Em vez disso, elas foram negligenciadas ou abusadas, por meio do que ouviram e enfrentaram. O perdão é a chave para a restauração. Verdadeiramente, aqueles que lhe feriram estavam apenas pensando neles mesmos. Eles estavam desconectados das suas emoções. Perdoe-os. Quando você perdoa, Deus a libera da dor e restaura a sua identidade. A aparência de uma mulher fala muito. Uma mulher emocionalmente saudável será disciplinada com sua aparência. Seu cuidado é constante e ela se apresenta de uma maneira que glorifica e honra o Senhor, e respeita os olhos dos homens. Enquanto a moda pode ser mentirosa ao tentar cobrir a nossa dor interior, a moda também pode dizer a verdade. Eu amo ser a senhora que Deus me criou para ser, e eu quero glorificá-lo na maneira em que cuido de mim mesma. Hoje, vejo a maior parte do público feminino nas igrejas sem nenhum cuidado pessoal com o cabelo; as roupas não são femininas; e fazem o mínimo para apresentarem-se de maneira atraente. Não há nada mais lindo na criação, do que uma mulher modesta e bem cuidada. Espero que possamos reivindicar nossa feminilidade e o cuidado com nossa beleza real em nossa geração.

Lagoinha.com – Como você vê a família e a mulher do futuro?

Devi Titus – Para aquelas que adotam os princípios de Deus em seus relacionamentos, casamento e família, vejo esperança e restauração. Uma mulher santa irá administrar as fases de sua vida; ela honrará seu marido acima de todos; e amará seus filhos. Ela manterá um coração puro e viverá uma vida com domínio próprio. Ela não é egoísta. Há tempo para florescer na carreira e tempo para criar a família. Você pode todas estas coisas, mas não ao mesmo tempo. Numa perspectiva futura, posso ver esposos e esposas apoiando uns aos outros num compromisso que durará uma vida inteira. Eu vejo filhos tornando-se adultos que temem a Deus, que irão modelar o exemplo dos seus pais e exceder as conquistas deles. Eu vejo o amor de Deus e a paz de Cristo governando e reinando em nossos relacionamentos. Eu vejo uma nova apreciação de uns pelos outros e um respeito renovado em nossos lares. Eu vejo minha própria vida. É assim que vivo.

Lagoinha.com – O que você diria para as mulheres que ainda não decidiram se participam ou não do congresso?

Devi Titus – Você nunca poderá reviver o dia de ontem. Decida hoje investir em sua própria espiritualidade e saúde emocional. Decida passar três dias focalizados na presença de Deus e com mulheres que pensam como você. É possível sair de um encontro como esse, com esperança e forças renovadas, que farão você incluir Deus em tudo e, isso ajustará seu modo de viver. A Palavra do Senhor tem o poder de transformá-la e guiá-la por um novo caminho. Seu crescimento será acelerado. Seu futuro está em suas mãos e ele depende das escolhas que você faz. Potencialize sua experiência. Adquira produtos, leve-os para a casa, inclusive as ministrações. Chegue cedo e fique mais tempo. Deus lhe aguarda.

Serviço:

3º Congresso Mulheres Diante do Trono

Data: 29,30 e 31 de agosto de 2013

Local: Expominas – Av. Amazonas, 6030 – Gameleira – Belo Horizonte/ MG

Informações: www.diantedotrono.com

Fotos: Assessoria Devi Titus/ Internet

:: Cristiane Soares