Nenhum Comentário

Fernanda Brum – A voz que rompe barreiras

Bruno Faria: Como foi você ter começado a carreira com menos de dezesseis anos?

Fernanda Brum:Na verdade eu não tinha nem idéia da minha idade. Eu recebi o chamado. Quando você recebe o chamado, seja qual a idade for, você não tem muito que escolher. Então pra mim foi muito bom, eu gostaria de ter começado antes dos dezesseis.

Bruno Faria: Como é ser uma cantora conhecida tanto pela voz potente como pela jovialidade?

Fernanda Brum:Não sou tão jovem, isto tudo uso como estratégia de Deus para evangelizar; é muito bom que as pessoas me vejam assim, porque aí eu aproveito para falar de Jesus!

Bruno Faria: Fernanda, de acordo com a sua opinião como está hoje o cenário da música gospel nacional e internacional?

Fernanda Brum:Claro que o mercado internacional está muito a frente do nosso mercado nacional, mas vejo que a música gospel nacional tem evoluído bastante. A gente tem conseguido estabelecer uma qualidade. Manter uma qualidade em todos os setores, em todos os estados do País seja qual for o estilo da canção. Você consegue perceber uma qualidade geral, um nível muito bom.

Bruno Faria: De acordo com a sua opinião, o que é necessário para que o cantor cresça tanto na mídia como em Deus?

Fernanda Brum:Muito trabalho de evangelismo principalmente nas igrejas. E principalmente humildade, eu acho que ele tem que ficar na dele, reconhecendo que Deus é na vida dele. Eu acho que o crescimento independe do esforço humano, mas depende da mão de Deus. Portanto a busca do Senhor é primordial, por isso que você tem que ficar ligado em Deus, e devoto e dedicado inteiramente ao Espírito Santo de Deus.

Bruno Faria: Quais foram ás dificuldades que você enfrentou no início de seu Ministério?

Fernanda Brum:Foram muitas, porque as dificuldades geralmente ficam para traz. Eu só vejo as dificuldades depois que eu já passei, e vejo… uau!… Que montanha enorme! Não é que eu pulei! Mas eu não tenho nenhum drama em relação a estas coisas, eu vou seguindo e vencendo.

Bruno Faria: Qual seu maior sonho como Ministra de Louvor?

Fernanda Brum:Meu sonho é ter uma carreta, um palco móvel com uma equipe. Para chegar na cidade e abrir a carreta no meio e ter tudo! Eu vejo que os cantores seculares têm três, quatro carretas… E a gente não está longe disto! Eu quero ter equipamento de primeira qualidade, som, pastores, telão comigo. Mas isto é um sonho!

Bruno Faria: Como é sua rotina?

Fernanda Brum:Na verdade eu não tenho rotina, porque cada dia é uma loucura. Normalmente, como agora, estou gravando o Voices Kids, que é um CD para crianças, passo o dia inteiro gravando, me arrumo, e vou ministrar á noite, isto são todos os dias. E no final de semana eu viajo para estados diferentes, às vezes, um dia em cada estado. E tiro um domingo para minha Igreja. Mas na verdade isto não é uma rotina, e sim uma surpresa! Tem uma época do ano em que vou para o exterior e fico vinte dias trabalhando em Igrejas brasileiras. E normalmente tiro dez dias por ano para ficar descansando com meu marido. Mas nunca sei o que pode acontecer…

Bruno Faria: Como cantora, qual seu maior sonho que ainda está para se realizar?

Fernanda Brum:Eu acho que é este projeto da carreta do ônibus. Acho que este é um sonho de Deus, e Ele vai usar as pessoas na hora exata. Pois este não é um sonho exclusivamente meu, mas de todo meio evangélico, de estar na mídia secular ombro a ombro com a música popular brasileira. Porque este não é um sonho exclusivo meu, mas de Aline, Cristina Mel…

Bruno Faria: Sendo cantora, quem admira?

Fernanda Brum: Eu admiro muita gente, como a Kristall loyws, Michael W. Smith. No Brasil uma das vozes mais bonitas que conheço é da Rose Nascimento. É um contralto impressionante, ela alcança notas tão graves que chegam a tremer o peito da gente. Em termos ministeriais, a vida de Cassiane para mim é um exemplo muito grande. E a Ana Paula Valadão, eu sou "fã de carteirinha", sou uma amiga fã! São pessoas que estão marcando esta geração e marcando o tempo. Eu sei que existem outras pessoas, mas para o meu coração agora é Ana Paula Valadão, Cassiane e Rose Nascimento.

Mensagem para o portal

Eu adoro Internet, sou também uma internauta. Então a grande mensagem para os internautas é que sejamos sutis. Mas em alguns momentos é necessário sutileza, pois muitas pessoas criam grandes confusões em salas de bate papo com temas muito polêmicos. Eu acho que a gente tem que ter muita sabedoria na Internet!