Nenhum Comentário

Indiano confessa Jesus como Senhor e Salvador de sua vida durante Culto em Inglês da Lagoinha

Foto: Arquivo de Ministério

Mariana Assis, líder do Culto em Inglês [Foto: Arquivo de Ministério]

Domingo de páscoa, 16 de abril de 2017. Poderia ter sido um domingo comum, mas não foi. Nosso time de voluntários foi para o culto normalmente, só que um pouco mais cedo. Levamos comida, decoramos o salão Céu, na Lagoinha Sede, em Belo Horizonte (MG), ensaiamos as músicas e revisamos a programação, pois teríamos o que chamamos de Special Sunday – esse é basicamente um domingo especial, no qual temos uma mensagem bem evangelística e uma programação diferenciada, em que encorajamos as pessoas a levarem visitantes ao culto.

Porém, o que houve de tão especial no domingo não teve nada a ver com a decoração bonita que fizemos, nem com a pregação especial que preparamos e muito menos com a deliciosa comida que comemos no fim do culto. Na verdade, essas coisas contribuíram para que o dia fosse mais especial do que haveria de ser. O que fez desse domingo especial foi o fato de ter havido festa no céu – sim, três pessoas aceitaram Jesus no culto. Pessoas nada comuns. Uma delas é um indiano que está morando no Brasil por alguns meses, que foi ao culto porque um amigo indiano que é cristão o trouxe. Ele assistiu ao culto, participou do momento de louvor e na hora do apelo não foi à frente. Fiquei com a esperança de que ele fosse, mas não aconteceu. Oramos com as outras duas pessoas que foram receber Jesus e demos prosseguimento à Ceia e aos momentos finais da reunião.

Imagem ilustrativa [Foto: cpadnews.com.br]

Imagem ilustrativa [Foto: cpadnews.com.br]

Para minha surpresa, ao final do culto, ele foi falar comigo e pedir oração para que Deus o protegesse. Brevemente, preguei o Evangelho para ele mais uma vez e perguntei, ainda timidamente, se ele queria receber Jesus como Senhor e Salvador da sua vida. E, para a glória de Deus, ele disse ‘sim’! Tirei mais um tempo para explicá-lo que só existe um Deus e que, ao segui-Lo, renunciaria a todos os outros “deuses” da cultura dele. Expliquei-o de forma bem clara, afinal, os hindus não veem objeção em receber Jesus, mas O recebe apenas como mais um deus. Com alegria, ele entendeu e foi veementemente claro ao declarar que gostaria de confessar Jesus como único e suficiente Salvador e Deus. Aleluia, ganhamos o nosso domingo!

É curioso e maravilhoso pensar no agir de Deus! Durante os meus quase 10 anos de culto em inglês, tenho visto o Senhor transformar a vida de muitos estrangeiros. Deus os leva para serem tocados pelo Seu Espírito. Já recebemos pessoas de todos os continentes, de diversas nações e de várias religiões. O que acontece ali não é nada extraordinário – temos o momento da Palavra, louvor e comunhão. O que é especial é que podemos experimentar um pouco da promessa de Apocalipse 5.9. Não temos todo povo, tribo, língua e nação no nosso culto, mas, pelo menos, algumas estão representadas ali.

Sempre nos preocupamos em alcançar o estrangeiro, muitos não têm condições de irem aos cultos em português porque não entendem a língua e se sentem mais à vontade com pessoas de outras culturas. Se você conhece um estrangeiro, convide-o para participar do nosso culto. Principalmente, se ele ainda não tiver Jesus no coração. Vamos nos esforçar para que essa pessoa possa se sentir em casa e ser “recebida em casa”.

Os cultos acontecem todos os domingos, às 17h, no Salão Céu, à Rua Araribá, nº 540, Bairro Concórdia, em Belo Horizonte (MG). Para outras informações sobre as atividades do Ministério em Inglês, ligue (31) 98675- 5013 (Mariana Assis).

:: Mariana Assis