Nenhum Comentário

Lagoinha 60 anos: Jesus no Coração da Cidade

[Foto: Arquivo de Ministério]

[Foto: Arquivo de Ministério]

Como extensão das paredes da Lagoinha, nasceu o ministério Jesus no Coração da Cidade, no ano de 1987, quando o pastor Jonas Neves teve a visão de plantar uma Lagoinha na região central de Belo Horizonte (MG). O pastor Eduardo Santos, atualmente responsável pela Lagoinha Amazonas, foi o primeiro obreiro a participar desse projeto evangelístico junto ao coordenador da época, o pastor Júlio Flávio. Com a missão de pregar o Evangelho, encontrar os ‘perdidos’ e dar suporte aos irmãos que passavam pelo centro da capital mineira, o ministério Jesus no Coração da Cidade atuava nas ruas, mas contava com um espaço próprio para as atividades no 3º andar do edifício São Carlos, em frente à Praça Sete.

O ministério funcionava como base de apoio aos cristãos, oferecendo atividades para o crescimento espiritual, aconselhamento e oração, além de evangelismo. Uma das atividades oferecidas eram os estudos da Jornada da Aliança, com lições voltadas para os novos convertidos. Duas vezes por semana a equipe se dedicava às células, e os evangelismos eram realizados nas praças Sete, da Estação, Savassi e outras.

[Foto: Arquivo de Ministério]

[Foto: Arquivo de Ministério]

Eram momentos de louvor, com a participação de bandas, grupos de dança e teatro. Milhares de pessoas conheceram Jesus e se converteram ao parar e ouvir o que o pastor Eduardo e membros da equipe tinham a dizer. Ele compartilha o testemunho de um homem que, num momento de ira, experimentou o amor de Jesus: “Lembro-me do caso de um senhor que abordei na Praça Sete para conversar. Ele estava sentado com uma pasta no colo, e sua expressão não era boa. Então, perguntei a ele o que estava acontecendo, e ele me disse que Deus havia me colocado no caminho dele para não cometer o maior erro de sua vida: tirar a vida da esposa e em seguida se suicidar. Descobri que ele havia andado nos caminhos de Jesus, mas estava muito distante. No domingo seguinte, o encontrei em nossa igreja, alegre com o livramento de Deus”.

Em 2012, o pastor Márcio Valadão convidou o pastor Eduardo a assumir a liderança do ministério devido a sua paixão por evangelismo de rua. Centenas de ações continuaram a ser desenvolvidas para o crescimento do Reino e marcaram a história da Lagoinha por trazerem tantas pessoas para congregar na igreja. “Lembro-me, particularmente, de um evento no Parque Municipal onde, em apenas duas horas, tivemos 160 decisões por Jesus”, conta o pastor Eduardo. “Foi um tempo maravilhoso em que convivi com centenas de irmãos, ministrei cursos de evangelismo criativo e vi centenas e centenas de pessoas entregando a vida para Jesus. Formei líderes, aconselhei muita gente, batizei pessoas, tudo isso fruto do trabalho de evangelismo de rua, no Centro”, ressalta.

No ano de 2015, o pastor Eduardo assumiu as Lagoinhas Santa Inês e Amazonas, e o tempo para os evangelismos de rua ficou comprometido. Atuar nesse ministério foi algo que marcou a vida dele: “O evangelismo de rua é meu chamado, como diz na Palavra que o Espírito Santo concedeu dons diferentes a cada um, o meu é de evangelista, e sou muito grato a Deus pela vida do pastor Márcio, que me concedeu a oportunidade de servir nesse ministério”, ressalta.

As atividades do Jesus no Coração da Cidade, aos poucos, foram dando origem à Lagoinha Centro, que no início de 2016 foi inaugurada. O casal de pastores Ryan e Jéssica Adams, desde então, lidera a Lagoinha Centro e vê a igreja como um presente dos céus. Um dos projetos que estão abaixo dessa liderança é a UREV, uma organização interdenominacional que visa inspirar e capacitar a igreja a levar o Reino até os confins da Terra, de forma criativa, buscando inspirar as pessoas por meio das artes. E a trajetória de “Jesus no coração da nossa cidade” continua sendo escrita.

:: Renata Giori