Nenhum Comentário

Lagoinha Igarapé reúne mais de mil pessoas na primeira macrocélula de 2017

 

Foto: Mello e Carvalho Fotografia

Foto: Mello e Carvalho Fotografia

No dia 9 de fevereiro, aconteceu a 1° Macrocélula de 2017 da Lagoinha Igarapé, que reuniu mais de mil pessoas no templo da igreja. Foi uma grande festa para honrar e glorificar ao Senhor pelas 96 células de Igarapé, Novo Igarapé e São Joaquim de Bicas. Uma noite especial onde o mover do Espírito Santo foi sobrenatural.

Com louvor conduzido pela banda da Lagoinha Savassi, foi celebrada a “Estação do Crescimento” (Ef 2.20-22). Além dos membros locais, a igreja recebeu o pastor Rodinei Medeiros, da Regional Betim, e sua esposa, a pastora Márcia Medeiros, e também dezenas de pastores de outras Lagoinhas e diversas congregações.

Foto: Mello e Carvalho Fotografia

Foto: Mello e Carvalho Fotografia

A Lagoinha Igarapé tem o objetivo de conquistar 10% de Igarapé, o que representa 350 células. Hoje a igreja conta com 96 na cidade e em São Joaquim de Bicas. A festividade acontece a cada três meses, para celebrar as conquistas, o amor, a salvação e a restauração por meio de cada GC (Grupo de Células).  “Em março de 2014 iniciamos com quatro células, e este ano temos a direção do Espírito Santo para multiplicarmos e chegarmos a 200 GCs até dezembro. Parecia algo impossível, mas podemos no Senhor, que nos fortalece. Estamos unidos num mesmo objetivo: conquistar Igarapé e São Joaquim de Bicas pra Jesus”, declarou o superintendente Leandro Barberá ao apresentar a direção para 2017.

Foto: Mello e Carvalho Fotografia

Foto: Mello e Carvalho Fotografia

A reunião também contou com a participação do pastor Luciano Subirá, que ministrou uma mensagem marcante, forte e direcionada pelo Espírito Santo, que trouxe um renovo especial aos pastores, supervisores, líderes e toda a igreja. “Deus será em nossa vida do tamanho da nossa fé”, disse Luciano. Na oportunidade, ele falou sobre Eliseu, um homem inconformado que queria fazer além do que seu discipulador, Elias, fez enquanto profeta. “Somente nós temos o poder de interromper a plenitude de Deus em nossas vidas. Aquilo que você é importa mais do que aquilo que você faz”. Com essas palavras o pastor explicou a forma como Eliseu assumiu o ministério do qual Elias abriu mão e trouxe para a atualidade, falando sobre como temos vivido com as responsabilidades que o Senhor coloca diante de nós.

Eliseu foi um homem de avivamento que marcou sua geração; Elias desistiu da sua missão antes mesmo de completar seu ministério. Eliseu buscava a plenitude do propósito de Deus para sua vida. “Deus faz daqui para melhor, nunca retrocedemos no ministério”. São muitos os que lamentam os milagres que Deus fez no passado, as bênçãos e os líderes que ficaram para trás e não permitem que seja cumprido o propósito em suas vidas. Deus está no hoje, e “a glória da segunda casa é maior do que a primeira” (Ag 2.9). Ministérios e lideranças passam, é necessária a convicção de que Deus está presente no ontem, no hoje e no amanhã.

“Em 2 Reis 4.1-7, a Bíblia relata a história de uma viúva que recebeu o milagre de Deus através da bênção do azeite nas botijas. Nosso milagre é do tamanho da nossa fé. Aquela mulher tinha bons relacionamentos, afinal, as botijas ela tomou emprestadas com seus vizinhos. Relacionamentos são importantes. Quando Elizeu orienta a viúva, diz que, ao encher cada vasilha de azeite, ela deveria colocá-la para trás para que outra pudesse se encher; e assim é ao recebermos um milagre de Deus. Ao recebê-lo, devemos ‘por à parte, deixar pra trás’ de modo que possamos receber uma nova bênção. Tem gente que fica tão apegado no que Deus fez no passado que deixa de receber o novo”, disse Subirá.

Foto: Mello e Carvalho Fotografia

Foto: Mello e Carvalho Fotografia

Durante todo o culto foi enfatizada a procura de Deus por pessoas que querem viver Seus milagres e Seu poder com intensidade, sem limitações. Há aqueles que se contentam com águas nos pés, joelhos e ombros, mas o Senhor nos chamou para que pudéssemos mergulhar em Seu rio e deixar que o Espírito Santo nos conduza a viver os propósitos Dele em nossos ministérios. Devemos ter uma postura de inconformados, assim como Eliseu, sem medo de sermos instrumentos nas mãos de Deus.

Para encerrar a noite de celebração, o pastor Gustavo Poubel, responsável pela Lagoinha Igarapé, enfatizou a importância de darmos uma resposta ao chamado do Senhor para nossas vidas. “Pra nós foi um privilégio receber o pastor Luciano Subirá, foi um grande investimento de Deus no ministério da Palavra em nossa igreja. Deus tem nos chamado para dar o máximo Dele em nossas vidas, depende de nós dar essa resposta. Em Amós 8.11, a Palavra do Senhor fala do tempo em que as pessoas terão fome da Sua Palavra e presença. Isso ardeu em meu coração e testificou ainda mais tudo que foi dito”, disse Poubel. Muitas pessoas confessaram Jesus como Senhor e Salvador de suas vidas.

Se você ainda não faz parte de uma célula, procure a Igreja Batista da Lagoinha mais perto de você e informe-se. Em Igarapé, entre em contato com o superintendente Leandro Barberá (31) 99201-3458 ou com o pastor Gustavo Poubel (31) 99313-5242.

:: Natália Sousa Jesus | Adaptação Lagoinha.com