Nenhum Comentário

O sentido da adoção à luz da Palavra de Deus

Foto: unsplash.com

Foto: unsplash.com

Filhos são tesouros, segundo a Bíblia Sagrada, são heranças inestimáveis de Deus (Salmos 127.3). Conhecendo essa realidade, a qual Deus confiou aos pais como responsabilidade, precisamos entender que as necessidades físicas, emocionais, psicológicas e espirituais dos filhos devem ser amplamente atendidas. O fato é que crianças e adolescentes, atualmente, vivem em contextos familiares bastante comprometedores. Em vez de serem amados e receberem proteção e cuidado, acabam sendo vítimas de toda forma de negligência e maus tratos, sendo a solução mais viável para muitas dessas crianças e adolescentes a adoção.

A adoção é um ato de amor que nasceu primeiro no coração de Deus, pois, embora o homem tivesse se afastado do Criador, o desejo de Dele é adotar toda a humanidade por meio de Seu Filho, Jesus Cristo, independentemente de cor, raça, nível social, financeiro, cultural ou de suas falhas ou limitações. É também a oportunidade que crianças e adolescentes encontram de poderem crescer e se desenvolver com dignidade no seio de uma família, com todos os seus direitos próprios da filiação garantidos, entre eles, o da convivência familiar.

A Bíblia Sagrada nos traz relatos de pessoas que foram adotadas, como Moisés, pela filha de Faraó, a rainha Ester, pelo primo Mardoqueu, e o próprio Jesus, por José, apontando assim para a relevância que Deus atribui a tal ato.

Com base nessa necessidade, nasceu o Grupo de Apoio à Adoção Aba Pai, cujo objetivo é prestar atendimento, orientação e acompanhamento a famílias que se interessam pela causa da adoção.

Para saber mais sobre esse ministério, ligue (31) 3429-9401, (31) 98793-7217 ou (31) 99595-8803 (WhatsApp) ou envie um e-mail para abapai@lagoinha.com.

:: Rosania Alves