6 Comentários

“São as minhas melhores canções”, diz Thalles sobre o CD “IDE”

Carismático, alto-astral e com raiz “Black Soul”, Thalles Roberto leva consigo incontáveis testemunhos a respeito de suas músicas. Responsável por cinco CDs e dois DVD’s, que somados, já ultrapassam 1 milhão de cópias vendidas, o músico impacta vidas com seu testemunho pessoal e com as canções que transmitem de forma irreverente a mensagem de Cristo.

No segundo semestre deste ano, Thalles lançou seu quarto trabalho intitulado “Ide”. O novo DVD conta com 22 canções e o CD com 14 músicas. No terceiro dia de venda o “Ide” estava no primeiro lugar geral do Brasil no I’tunes. Conforme declarações do cantor, esse é o seu melhor projeto e suas melhores canções. Em entrevista exclusiva, o cantor falou sobre o novo álbum e os futuros projetos.

Foto: Cristiane Soares

Foto: Cristiane Soares

Você tem uma carreira brilhante e com grandes sucessos, com este novo trabalho já é o quarto da sua carreira né?

Primeiro veio “Sala do Pai”, onde o Filho chega da rua de uma vida desviada e entra numa sala, depois vem “História escrita pelo dedo de Deus”, logo após “Sejam cheios do Espírito Santo”, e agora tem O CD e o DVD “Ide” é o meu quarto projeto de carreira. Esse último eu saio para falar de Jesus para as pessoas que não conhecem a Deus, então é um CD diferente.

Por que a escolha do nome “Ide”?

O que significa Ide? Lá em Mateus 28.19 está escrito: “Ide por todo mundo e anunciai o evangelho a toda a criatura”. As minhas canções falam disso. O Ide mistura o “sair” para evangelizar, com a certeza de que Deus está cuidando de você. Tem um contexto político também, pois gravei no período da eleição, tem a música “Se liga no Groove” falando para as pessoas não só assistirem ao programa eleitoral, não viva a vida normalmente como qualquer um, mas se liga no Groove, se liga no que está acontecendo, seja politicamente inteligente, pesquise, não ouça o que eles falam sobre as pessoas, mas vá na fonte pesquisar. Esse álbum tem umas músicas dançantes, tem muita música profunda, é um disco para sentar e chorar muito.

Quem está participando do “Ide”?

O “Ide” está cheio de convidados, tem participação do Naldo, Paulinho (baterista do Jota Quest), tem a participação do Robinho que é um grande amigo meu, de Delino Marçal que é um cantor de Goiás e tem a participação do Edvaldo que é um menino de Minas.

Inclusive sobre a participação do Naldo, tenho uma história linda para contar. Ele me procurou e disse assim: “Thalles quero isso aí que tem em você, isso aí que tem nos seus olhos, na sua vida”. Eu falei que “isso” era Jesus, o Espírito Santo. Então ele me disse que queria e o que era preciso fazer para conseguir. Então, comecei a falar de Jesus para ele, e Deus me deu uma melodia e uma música e me guiou a fazer essa canção com o Naldo.

Ele foi para minha casa e cantamos juntos. Lembro que ele chorava intensamente. O Naldo está num processo lindo que o Espírito Santo tem feito na vida dele. Ele tem estado ajoelhado, clamando, chorando, buscando a presença de Deus, através disso, vieram os irmãos dele. A banda dele está vendo o fruto disso, foi uma avalanche do Espírito Santo dentro da estrutura, da casa, na família dele. Deus tem restaurado a sorte do Naldo.

Foto: Arquivo Pessoal

Foto: Arquivo Pessoal

Comente sobre seu novo trabalho e a respeito da obra social que está sendo beneficiada por meio do disco.

É um projeto incrível, no terceiro dia de venda eu já estava em primeiro lugar geral do Brasil no I’tunes. É o meu melhor projeto e as minhas melhores canções, algumas coisas que eu tinha guardado de antes, desde o primeiro eu já tinha, mas não havia gravado, para que esse fosse realmente a essência. O Ide é o “suco” da minha vida. A minha vida moída, espremida. Acredito que vai ser um projeto de maior intensidade, de maior repercussão, pois já chegou quente.

Além de canções maravilhosas é um projeto que 100% da venda dele (do CD e DVD) destinei para missões. É a MCM que é um grupo de pastores missionários que fazem um trabalho lindo no Nepal. Meninas de 7 anos de idade que são abusadas por até 20 homens por dia e são vendidas pelos pais para o tráfico sexual com apenas 6 anos. E esse dinheiro vai ser usado para tirar as meninas de lá, comprar elas e colocá-las para ouvir a Palavra de Deus e serem tratadas como crianças.

As suas músicas têm grande influência na vida dos ouvintes, você deve receber diariamente testemunhos relatando isso. Qual é a sua preocupação em transmitir a mensagem de Cristo para o seu público?

Meu ministério tem sido marcado por pessoas que voltaram para os caminhos de Jesus e pessoas que nunca ouviram falar da Palavra de Deus. Eu não sou aquele cantor de Louvor e Adoração, eu falo com o cara direto sobre Deus, então, sempre produzo canções que falam sobre arrependimento. Tem uma música do novo CD chamada “Espírito Santo” que é uma das mais fortes. A letra diz assim: “Eu escolhi um caminho, que não era o Seu caminho para minha vida. Perdão por ter te entristecido, por não ter confiado na sua Palavra, eu não quis abrir mão de mim para te obedecer, mas agora eu me rendo e me entrego, Espírito Santo toma a minha vida agora”.

A minha preocupação não é com o convertido, eu não escrevo letras para o convertido; escrevo letras para o desviado e para aquele que não conhece. Eu falo para o desviado, falo para aquele que não conhece a Deus e uso o evangelho como uma arma para ganhar pessoas para Jesus, então essa é a minha rede para pescar pessoas.

Uma alma tem grande importância para Deus, como você se enxerga ao receber tantos testemunhos por meio do seu trabalho? 

Não é mais o dinheiro, é ter um monte de filhos. Se na Bíblia fala que uma alma vale mais que o mundo inteiro e que não é para juntarmos tesouro na terra e, sim, no céu, fico imaginando como está o meu tesouro lá. Imagina o tanto de alma, o tanto de vida. Porque falo de Jesus com os olhos, com a música. Eu canto as verdades, não uso expressões e jargões da igreja. Eu uso a linguagem que o Espírito Santo me dá.

Foto: Arquivo Pessoal

Foto: Arquivo Pessoal

A sua vida é embasada em muitos testemunhos e, de alguma forma, você relata isso nas músicas. Nesse novo CD, há também testemunhos?

Esse CD tem vários testemunhos. A primeira música “Hoje eu sou pai e entendo” foi uma experiência que Deus me deu. Eu estava no quarto com meu filho no colo, fazendo ele dormir e eu falei, “Deus é isso que o Senhor sente por mim?” e Ele disse – “Não, isso é o que você sente por ele. O que eu sinto por você, você nunca vai ser capaz de entender”. Aí eu fiz uma música que a letra diz: “Pai, hoje sou pai e entendo, o que o Senhor sente se alguém me maltrata, o Senhor me vê chorando. Pai. Meu filho você nem faz ideia que as coisas custam, que tudo é caro, nos pulos que eu tenho que dar”.

Então eu faço uma comparação do que Deus sente, se você vê o seu filho sendo humilhado por alguém, você sente uma indignação, imagina como Deus se sente vendo um filho dele ser humilhado por alguém. Então, nós somos, como a Palavra diz no Salmo 27: “O Senhor é a minha luz e a minha salvação a quem temerei. Quando meus inimigos e mal feitores se levantaram contra mim, eles tropeçarão e cairão”. Porque se nós que somos maus, sabemos dar boas coisas para nossos filhos, imagina o que o Senhor vai fazer por nós?

Você está desenvolvendo outros dois projetos, fale sobre eles.

Estou gravando um CD romântico, para os irmãozinhos poderem namorar, mas será sobre a família. Ele fala da mulher como família, não como objeto. O outro é com as crianças. As crianças são muito ligadas a mim, pelo meu jeito infantil de ser e eu quero me aproximar deles de alguma forma. Nós fizemos o bonequinho Taleco, agora estamos no processo da Bíblia. Essa bíblia é lida e cantada, em que o Talequinho convida as crianças para sentar e ouvir o Thalles e ler a Bíblia. Eu leio a Bíblia e falo com as crianças de uma maneira irreverente, e elas se amarram. As crianças precisam de algo mais interativo.

Quando começa a turnê do “Ide”? 

A gente começa a nova turnê do “Ide” em março. Já estou cantando algumas músicas dele no show, mas turnê mesmo com toda a estrutura, só em março.

Assista ao vídeo da música “Quem é você” do repertório do CD “IDE”.

::Raissa Sossai