Tio Uli para nossas crianças
Conheça a história desse Tio especial

O paulistano Ulisses Braga Spagiari, mais conhecido como Tio Uli está há seis anos na programação da Rede Super de Televisão. O programa “Tio Uli e os bonecos” vai ao ar de segunda a sexta-feira, em dois horários, 9h da manhã e 15h30 da tarde, Leia essa super entrevista e conheça um pouco mais o Tio Uli!

Lagoinha.com: Tio Uli, onde você nasceu? E quantos anos você tem?
Tio Uli:
Nasci em São Paulo, e há sete anos moro em Belo Horizonte. Ah, e congrego na Igreja Batista da Lagoinha. Lembrando que tenho 46 anos, mas com corpinho de 17 (risos).

Lagoinha.com: Há quanto tempo é crente? Como foi sua conversão?
Tio Uli:
Me converti aos 14 anos de idade às vésperas de ir para um seminário de tempo integral onde os meninos recebem formação para se tornarem padres. Conheci Jesus de uma forma sobrenatural em um culto na Igreja Batista da Lapa, em São Paulo, onde fui membro por quase 25 anos.

Lagoinha.com: O que você fazia antes de ser o "Tio Uli"?
Tio Uli:
Formei em Ciências Contábeis e durante 25 anos trabalhei na área executiva financeira de empresas multinacionais, sempre nas áreas de controladoria.

Lagoinha.com: Há quanto tempo está casado? Fale um pouco de sua família.
Tio Uli:
Sou casado há 22 anos com a Sueli. Tenho duas filhas: A Bárbara com 18 anos e a Amanda com 17 anos. Sempre trabalhamos com música na igreja. Sou pianista clássico e minha esposa é cantora lírica. Durante muito tempo trabalhamos na igreja com corais, grupos e programas musicais para casamentos, etc. Quando Deus começou a falar conosco sobre alcançar as crianças, disse que nos treinaria com nossos próprios filhos. Imediatamente enviou dois bebês para a minha casa que chegaram com quatro dias de vida: A Bárbara e a Amanda. Estamos cuidando delas até se tornarem as grandes profetas, e mulheres cheias de unção e poder que Deus nos prometeu.

Lagoinha.com: Com foi seu chamado para o Ministério Infantil?
Tio Uli: 
Comecei a buscar a Deus em oração sempre perguntando qual era o centro da vontade dEle para minha vida. Mesmo tendo os talentos musicais sempre perguntei a Deus se era esse os 100% da vontade dEle para minha vida. E então Ele me confirmou para alcançar as crianças.

Lagoinha.com: Quando e como surgiu o "Tio Uli"?
Tio Uli:
Buscando instrumentos que falassem a língua das crianças (brincadeiras, gincanas, filmes, slides, música, histórias) encontrei nos bonecos a melhor ferramenta para alcançá-las.

Lagoinha.com: Conte para as crianças um pouco da história de cada um dos personagens do Tio Uli & os bonecos.
Tio Uli:
A maioria dos bonecos são animais, então busquei na personalidade de cada um contribuir para o ensino das crianças. O programa tem 22 personagens e cada um deles trata um assunto específico com as crianças. Alguns deles:
Mula: A Sofia embora tenha o estigma de ser uma "mula" é extremamente inteligente. Sabe tudo de Língua Portuguesa e é sábia em conhecer versículos bíblicos.

Sebastian: É um rato que jura ser gato, ele mia e odeia queijo. Através de seu problema de auto-aceitação, trabalho as crianças que tem os mesmos problemas: se acham feios, gordos, usam óculos, aparelho, etc.

Kinha: A macaca que seu mundo é um shopping center. Através de sua personalidade damos dicas para as crianças de que há coisas muito mais interessantes do que só visitar o shopping.

Policarpo: É um cavalo muito ingênuo e brincalhão.
Washington: É o jacaré sapeca que faz todas as traquinagens que as crianças fazem, por isso é um dos bonecos preferido delas.

Arquimedes : Um avestruz muito trapalhão e engraçado que é um alfabetizador. Ensina a tabuada e família de letras.

Benjamim: É o único boneco que não é um animal. É um menino muito esperto e sempre ganha do Tio Uli nas brincadeiras, humor, etc.

Lagoinha.com: Fale para as crianças como entrar em contato com você ou participar do programa.
Tio Uli:
É muito fácil participar. Basta ligar para nossa produção e agendar a participação. Nosso telefone é (31) 3292-5099.

Lagoinha.com: Como é a reação das crianças quando lhe encontram na rua ou na igreja?
Tio Uli:
Sabe, é muito difícil as crianças deixarem a companhia dos pais para correr, abraçar e beijar um adulto, mesmo que seja conhecido. No meu caso é o contrário, as crianças deixam seus pais e vêm me abraçar e beijar. Penso que me vêem como se fosse criança como eles, ou até mesmo como um tio muito querido.

Lagoinha.com: Para você, o que representa desenvolver e trabalhar em um ministério infantil?
Tio Uli:
Representa estar no centro da vontade de Deus e evangelizar aqueles que serão os habitantes do céu, porque para entrar lá teremos que nos transformar em crianças.

Lagoinha.com: Deixe uma palavra para as crianças nessa data tão especial!
Tio Uli:
Deus olhou para algo bagunçado e vazio e resolveu fazer algo lindo. Foi aí que criou os céus e a Terra. Colocou árvores, plantas, flores e começou a colocar os animais no céu, nos mares e terra. Fez tudo isso e viu que estava tudo muito bom. Foi quando resolveu criar alguém parecido com Ele. Foi quando fez o menino e a menina.
Então amiguinho, se alguma vez você ouviu algo diferente disso, dizendo que você não é especial, que não é querido e nunca ouviu que é amado… Não acredite e não se preocupe: Deus fez você parecido com Ele. Viu que privilégio? Ainda que todos ao seu redor o abandonem, Jesus o acolherá. Feliz Dia das Crianças!

:: Por Elisandra Amâncio
elisandra.amancio@lagoinha.com

Foto: Elisandra Amâncio