“Mas eu vos digo a verdade: convém-vos que eu vá, porque, se eu não for, o Consolador não virá para vós outros; se, porém, eu for, eu vo-lo enviarei. Quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, da justiça e do juízo: do pecado, porque não creem em mim; da justiça, porque vou para o Pai, e não me vereis mais; do juízo, porque o príncipe deste mundo já está julgado.” (João 16.7-11)

O Espírito Santo não me condena – Ele me CONVENCE. Ele nos convence do pecado, da justiça e do juízo. “DO PECADO, porque não creem em mim” – quando somos tocados pelo Espírito de Deus a cada reunião ou nos momentos íntimos que reservamos com Ele a cada dia, podemos ter a certeza de que sairemos mais e mais firmes em Jesus. Pois Ele não apenas revela o nosso nível de fé em Cristo, mas bem como também, nos ajuda a crer ainda mais em nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. Por isso é muito importante aprender a se render ao trabalho Dele. Devemos usar todas as ferramentas que estiverem disponíveis para nos rendermos ao trabalhar do Espírito em nossa vida, tais como a música, as palavras que são cantadas, faladas, expressadas por meio da dança, oração no Espírito (em línguas estranhas), enfim, tudo e todos. Temos que viver focados na presença de Deus, conscientes dela. Não podemos deixar nada nos fazer esquecê-la e se esquecermos, quando lembrarmos, devemos pedir perdão ao Senhor por tê-lo deixado esperando sozinho na sala da nossa consciência.

Ao meu coração me ocorre: Buscai a minha presença; buscarei, pois, Senhor, a tua presença.” (Salmos 27.8) Quando o Espírito Santo me convence da incredulidade a minha fé aumenta. “DA JUSTIÇA, porque vou para o Pai e não me vereis mais.” O Senhor Jesus está assentado à direita do nosso Pai Celestial. Nós, a Igreja, somos o seu corpo. Eu, individualmente, sou um membro desse corpo. Nós somos os ‘braços’ de Jesus, as ‘mãos’, os ‘pés’ Dele. A Igreja é um organismo vivo. A Igreja sem o Espírito Santo é como um corpo sem o espírito, morto. Mas a Igreja cheia do Espírito Santo é cheia da vida de Deus, pois onde estão reunidos dois ou três em o nome de Jesus, ali o Senhor Jesus está.

 “Porque, onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, ali estou no meio deles.” (Mateus 18.20) Jesus está no nosso meio! Um membro separado do corpo “apodrece”. Nós somos ligados uns aos outros pelo vínculo do discipulado. Ser discipulado por alguém não é uma opção, é uma necessidade. Vemos tantas pessoas que estão afastadas dos caminhos do Senhor, por quê? “Apodreceram”… A prática da Palavra “apodreceu”, o sentimento pelas coisas de Deus “apodreceu”, a vida espiritual “apodreceu” por que não se ligou ao corpo, não passou tempo suficiente ligado – um membro no outro. Alguns ainda sobrevivem por que estão sendo salgados pela Palavra de Deus a cada domingo, porém, são crentes “defumados”, secos como peixes pescados já algum tempo, e conservados à base de sal, assim como acontece com a carne de sol, por exemplo. E comumente, esses crentes são duros. Quase sempre duros no falar, no agir, no perdoar, no contribuir, no participar.

Mas quando estamos ligados pelo vínculo do discipulado, sentimos a vida de Deus nos alcançando a cada batida do coração de Deus. A vida de Deus nos alcança, nos toca e a partir daí, toca outras pessoas pelo mesmo vínculo de discipulado, ou seja, quem é discípulo hoje, será discipulador amanhã. Somos a justiça de Deus em Cristo Jesus.

 “De quem todo o corpo, bem ajustado e consolidado pelo auxílio de toda junta, segundo a justa cooperação de cada parte, efetua o seu próprio aumento para a edificação de si mesmo em amor.” (Efésios 4.16) “DO JUÍZO porque o príncipe deste mundo já está julgado.” Satanás já foi julgado, condenado e já tem uma ordem de prisão emitida contra ele. Tudo que ele faz é ilegal, a não ser que você, por meio do pecado oculto, dê a ele uma carta de liberação para agir. A confissão de pecados rasga a confissão de dívida. Quando confessamos os nossos pecados fazemos aqui o que o Senhor Jesus fez lá na Cruz, rasgamos o escrito de dívida que dá direitos ao diabo de agir em nossa vida.

Também, quando andamos dentro da Palavra de Deus andamos fora do caminho dos demônios. Os demônios creem em Deus e até tremem, mas eles não praticam a Palavra de Deus. A prática da Palavra de Deus torna a nossa fé diferente da fé deles. Satanás já está julgado. Não o use como desculpa para não fazer a obra de Deus. Faça-a, apesar dele. Você e eu estamos debaixo da autoridade do Nome do Senhor Jesus. Maior é aquele que está em nós do que aquele que está no mundo (1 João 4.4).

 “Eis aí vos dei autoridade para pisardes serpentes e escorpiões e sobre todo o poder do inimigo, e nada, absolutamente, vos causará dano. Não obstante, alegrai- vos, não porque os espíritos se vos submetem, e sim porque o vosso nome está arrolado nos céus.” (Lucas 10.19)

 A obra do Espírito Santo em mim:

1. Convence-me e me faz crer mais em Cristo Jesus.

2. Convence-me e me faz crer mais em mim mesmo.

3. Convence-me e me faz crer menos no diabo e mais no nome do Senhor Jesus.

 A Grande Comissão

“Jesus, aproximando- se, falou- lhes, dizendo: Toda a autoridade me foi dada no céu e na terra. Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-os a guardar todas as coisas que vos tenho ordenado. E eis que estou convosco todos os dias até a consumação do século.” (Mateus 28.18-20)

 ::Pastor Antônio Cirilo – Líder do Ministério de Louvor Santa Geração

Contatos: assessoriasg@hotmail.com / @prantoniocirilo / @SG_Oficial

 Mais informações acesse: www.santageracao.com.br