Nenhum Comentário

A vida de oração que todo cristão deve ter

“Ora, àquele que é poderoso para fazer infinitamente mais do que tudo quanto pedimos ou pensamos, segundo o poder que opera em nós” (Efésios 3.20).

Foto: unsplash.com

Foto: unsplash.com

Nós, cristãos, temos orado pouco. Deixamos a tecnologia consumir o nosso tempo por meio da Internet e das redes sociais facilmente acessíveis pelo celular. Os brasileiros gastam várias horas por dia utilizando dispositivos móveis.

Contudo a Palavra de Deus afirma a necessidade de orarmos em todo tempo. “Perseverai na oração” (Cl 4.2a). Devemos perseverar na oração, ou seja, orar continuamente, sem cessar, aguardando a resposta de Deus. Precisamos ter comunhão com Deus. A oração é um hábito. É disciplina. Exige tempo. A oração molda a minha mente à mente de Cristo.

A oração é insubstituível na vida de todo cristão. Por meio da oração nos aproximamos de Deus, compreendemos a Sua vontade e clamamos para que essa vontade seja feita em nós.

Ore em secreto

“Mas Jesus retirava-se para lugares solitários e orava” (Lucas 5.16). Cristo distanciava-se do barulho, das atenções dos homens e das suas muitas atividades para orar, tendo assim um tempo de comunhão com o Pai. Dessa forma, Ele se fortalecia. Jesus orou no secreto antes de escolher os 12 apóstolos e orou no secreto antes da Sua crucificação. Ele passava noites orando a Deus.

Os famosos reformadores e avivalistas gastavam horas a fio em oração. Como exemplo, o reformador Martinho Lutero passava horas pela manhã em oração, pois receava que satanás conseguisse alguma vitória sobre ele naquele dia.

Ore diariamente e sem cessar

“Orai sem cessar” (1 Ts 5.17). Sem oração diária nós enfraquecemos. Vivemos dias turbulentos e as circunstâncias do dia a dia parece que sugam nossas forças. Precisamos nos fortalecer tendo comunhão com Deus. Você pode orar a todo tempo. Seja lavando louça, varrendo a casa, trabalhando, antes de dormir ou andando na rua. Você pode entregar a Deus todas as situações e pessoas que têm passado pela sua vida.

A vitória é certa quando prostramos nossos corações ao Senhor e clamamos ao Pai eterno, por meio do nome de Jesus. O Seu nome está acima de todo nome. Se oramos conforme a Sua vontade, temos por certo que Ele responderá e atenderá.

Ore por si mesmo e pelo outro

“Orem no Espírito em todas as ocasiões, com toda oração e súplica; tendo isso em mente, estejam atentos e perseverem na oração por todos os santos” (Efésios 6.18). Somos Igreja, Corpo de Cristo, por isso, precisamos orar não apenas por nós mesmos, mas também pelo outro para que assim, juntos, em unidade, possamos alcançar nossa cidade, país e outras nações. Existe um mundo inteiro precisando de oração.

“Isso é bom e agradável perante Deus, nosso Salvador, que deseja que todos os homens sejam salvos e cheguem ao conhecimento da verdade” (1 Timóteo 2.3,4). Precisamos orar em favor dos políticos e governantes de nossas nações. Pelos familiares e amigos. Pelos cristãos ao redor de todo o mundo. Isso é agradável aos olhos de Deus. Quando Pedro estava preso, a Igreja intercedia por ele e logo Deus enviou um anjo para livrá-lo das algemas, abrir a porta da cadeia e tirá-lo da prisão.

Cristo é nosso exemplo

“Durante a Sua vida aqui na terra, Cristo, em alta voz e com lágrimas, fez orações e súplicas a Deus, que O podia salvar da morte. E as Suas orações foram atendidas porque Ele era dedicado a Deus” (Hb 5.7). Cristo é nosso modelo. É nosso exemplo a ser seguido.

Assim como Jesus, precisamos orar no secreto e não ser como os fariseus hipócritas. Precisamos orar diariamente e sem cessar com o objetivo de sermos fortalecidos para enfrentarmos a guerra contra o inimigo de nossas almas. E, em nossas orações, devemos orar por nós mesmos e pelo outro.

Se queremos mudança, precisamos orar. E não apenas falar, gritar, espernear. Precisamos pôr as nossas causas em oração.

:: Raquel Carsi