19 Comentários

“Achava que não me casaria, mas em Cristo venci”

No penúltimo dia do Especial “Vencedoras”, o Lagoinha.com apresenta a história de Silnéia Hawrylifzyn, uma mulher que acreditava que não se casaria, mas teve o sonho realizado aos 47 anos. Veja o que Deus fez na vida dessa vitoriosa e aproveite para crer no seu milagre.

“Casei com Ivan no ano passado, mas o conheci no ano de 1993 durante uma viagem a Porto Seguro. Estávamos no mesmo voo. Ele estava com a irmã e eu com minha mãe. Ao chegar ao hotel, descobrimos que os quartos ainda não haviam sido liberados. Então, ficamos no saguão aguardando a liberação.

Na época, eu era um pouco “bicho do mato”, mas Deus já estava tratando o meu caráter. Fiquei arredia em um canto e ouvi a irmã dele dizer a mim para ficar com eles. Hoje, ele conta que já estava olhando para mim já fazia um tempo e, por isso, pediu que a irmã fizesse o convite. Tímida, recusei o pedido. Essa foi a primeira vez que nos vemos e mantemos certo contato até 1996. Depois disso ficamos sem nos falar por anos.

No de 2006 meu avô faleceu, enquanto minha família se reunia no velório, a poucos metros de distância o Ivan se reunia com seus entes queridos para chorar a morte de um tio. Naquele clima fúnebre nos reencontramos no Cemitério Bonfim (MG).

Olhei ao longe e o vi seguindo, junto à família, o caminho para enterrar o corpo do tio.  Gritei o seu nome. Ele olhou para mim e sorrimos. Aproximei-me dele e conversamos por alguns minutos. Na época, tinha 42 anos. Ele conta que observou minhas mãos para ver se eu tinha me casado, mas até então, nunca tinha sido esposa de ninguém.

Precisava ir, porque minha família já estava no carro para deixar o local. Fui para casa com os pensamentos percorrendo a minha mente. Cheguei a casa e fiquei pensando em procurar pelo telefone do Ivan. Lembro-me de que ele trabalhava na UFMG e talvez alguém pudesse me dar o contato.

O telefone tocou e minha mãe disse que a ligação era para mim. Ao atender a ligação fui surpreendida com o vozeirão do Ivan. Não teve como me conter, meu coração disparou. Depois descobri que ele encontrou meu número de telefone em uma caixa velha.

O engraçado é que o convite que ele me fez era para participar da missa de sétimo dia do tio. Participei da atividade e nos conhecemos ainda mais. Começamos a namorar, mas ele não era cristão, enquanto eu era fiel a Deus.  Todas as vezes que saíamos juntos sugeria algumas canções cristãs para que ele ouvisse e brincava com ele: “Deus ainda te pegará de jeito”.

Muitas pessoas diziam para mim que era julgo desigual, mas eu clamava a Deus dizendo: “Oh Senhor, não é possível! Quando eu ainda nem te conhecia queria essas coisas erradas e por que agora que sirvo o Senhor, o homem que está ao meu lado não é cristão?”

Contudo, não havia desistido do nosso relacionamento. Então, resolvemos firmar um relacionamento sério e compramos as alianças. Levei os anéis para um dos pastores da Lagoinha abençoar nossa relação, mas ele me informou que não podia fazer isso já que estávamos em julgo desigual.

Então, resolvi intensificar as orações até que o Ivan se tornasse um servo de Deus. Orava por ele e o levava a todas as reuniões da igreja. Começamos a ler a Bíblia juntos. Estava decidida a me casar debaixo da vontade de Deus. Não queria apenas que ele fosse à igreja, mas que amasse Jesus da mesma maneira que eu.

No começo ele estava resistente, mas depois começou a ser tocado pelo Espírito Santo. Foi maravilhoso ver sua conversão a Deus.  Depois de quatro anos nessa caminhada, retornamos ao pastor da Lagoinha, mas agora ele tinha a bênção para nos dar. Ficou feliz em ver que meu relacionamento agora estava na presença de Deus.

Casamos com a bênção de Deus e com muitos milagres. O Senhor proveu em tudo, o apartamento, a viagem de lua de mel. Somos felizes pela fidelidade que Jesus tem conosco. Casei aos 47 anos e me sinto totalmente realizada.

Muitas meninas têm sonho de se casar e se esquecem de perguntar a Deus qual é o tempo dele? Havia muitos traumas em mim que foram curados durante a vida e hoje, casada, tenho um relacionamento feliz e abençoado, porque esperei pelo Senhor. Deus é fiel para cumprir os nossos sonhos e realizar aquilo que está em nosso coração. Não desista do sonho do casamento, é possível para você também.”

:: Silnéia Hawrylifzyn

*Queridos internautas, o testemunho da irmã Silnéia é para edificar sua vida mostrando a fidelidade de Deus, no entanto baseie sua fé na Palavra de Deus. Testemunhos são experiências particulares que não podem ser usados como padrão para ação de Deus na sua vida. Deus tem uma forma particular para agir na vida de cada pessoa do corpo de Cristo.