5 Comentários

“Agora tenho uma família e uma irmãzinha”, relata Vitória sobre o “Dia das Crianças”

O Ministério Adotar da IBL acompanhou o processo de adoção da garotinha de 7 anos

Vitória

Vitória
/ Foto: Arquivo pessoal

Brincar com a irmã Nicole, com as bonecas Barbie e Poly, vestir fantasias e nadar são as atividades preferidas da garotinha Vitória, de sete anos, que foi adotada em janeiro deste ano pelo casal Daniel e Débora Ferreira.

“Em 2012, o Senhor colocou em meu coração o desejo de adotar uma criança. Então, conversei com a minha esposa sobre o assunto e, resolvemos colocar esse fato diante de Deus. Jejuamos, oramos e, o Senhor também despertou esse desejo no coração da Débora”, relatou Daniel.

Após essa decisão, determinados e conscientes do novo passo que dariam, o casal entrou com um processo de adoção na vara da infância e da juventude de Belo Horizonte, onde ficaram sabendo a respeito do Ministério Adotar da Igreja Batista da Lagoinha (IBL). “Ao saber do ministério, procuramos a igreja e tivemos contato com sua equipe. Relatamos o nosso desejo em adotar uma criança e começamos a frequentar as reuniões”, explicou Débora. “Durante os encontros, esclarecíamos nossas dúvidas em relação à adoção, bem como recebíamos atendimentos, orientações, orações e ligações da equipe do ministério. O Adotar sempre procurava saber como estava o andamento do processo e nos dava suporte no que fosse necessário”, completou.

Após um tempo em que estavam frequentando o Ministério Adotar, Daniel e Débora receberam a notícia de que uma menina de 7 anos, residente na cidade de Santarém, localizada no Estado do Pará, estava disponível para adoção e, então, foram até o local. “Assim que ficamos sabendo da Vitória, providenciamos uma viagem para Santarém. Ficamos por lá durante 10 dias para que pudéssemos conhecê-la e nos familiarizar. Após este período, estávamos convictos de que realmente ela era a criança que o Senhor havia colocado em nossas vidas. Então, retornamos para Belo Horizonte na companhia da Vitória e com a guarda provisória em mãos. Passado um tempo, conseguimos a guarda definitiva, o processo foi encerrado e a Vitória passou a ser a nossa segunda filha”, enfatizou Débora.

Vitória

Vitória chegando em Belo Horizonte
/ Foto: Arquivo pessoal

Ainda de acordo com a mãe, nos dois primeiros meses de convivência com a família, Vitória passou por momentos delicados, pois ainda estava vivendo uma fase de adaptação. Na verdade, ela estava tendo contato com novas regras e totalmente diferentes das que tinha na instituição onde residia, em Belém.

Mas, não era apenas Vitória que estava passando por essa fase de adaptação. Tanto o casal, bem como sua filha biológica, Nicole, também estavam vivendo um momento de familiarização com a garotinha que havia se tornando um novo membro da família. “No princípio, a Nicole sentiu ciúmes da Vitória. Era como se ela estivesse perdendo o seu espaço. No entanto, encarei essa postura como algo natural. Mas, glória a Deus, atualmente, elas convivem bem. Brincam e fazem uma série de atividades juntas. Confesso que, às vezes, elas brigam um ´pouquinho`”.

Vitória

Vitória e Nicole
/ Foto: Arquivo pessoal

Segundo Vitória e Nicole, este ano será a melhor comemoração do “Dia das Crianças”. “Vai ser muito bom. Agora tenho uma família e uma irmãzinha”, disse Vitória. “Vai ser legal e divertido. Hoje tenho uma companhia para brincar e vamos brincar muito”, declarou Nicole.

Débora, que ainda frequenta as reuniões do ministério, contou como encara a adoção. “É algo engrandecedor, no entanto, é uma decisão que requer muita preparação, pois o casal se tornará responsável por uma vida. Por isso, é necessário que ele esteja determinado, consciente e disposto a se doar ao futuro novo membro da família”, finalizou.

Família

Nicole, Daniel, Débora e Vitória
/ Foto: Arquivo pessoal

Ministério Adotar

O Ministério Adotar tem como objetivo incentivar famílias cristãs a adotarem crianças. Suas reuniões acontecem em toda última quinta-feira do mês, às 19h30, na Casa Pastoral (Rua Pitangui, 527 – Concórdia). Para participar não é necessário realizar inscrição. Compareça e seja edificado!

Para mais informações, entre contato pelos telefones Mônica Almeida (31) 8793-1687/ Rosania (31) 8793-7217 / 3429-9400 / 3429-9401 ou e-mail: adotar@lagoinha.com.

:: Cristiane Soares