Nenhum Comentário

Cuide do templo de Deus

Foto: unsplash.com

Foto: unsplash.com

“Nele [em Jesus] vocês também estão sendo juntamente edificados, para se tornarem morada de Deus por seu Espírito” (Efésios 2.22).

Todos aqueles que estão em Cristo Jesus são morada de Deus, isto é, são templos do Espírito Santo. Portanto, se amamos o Senhor, devemos cuidar do santuário onde Ele habita. Convido-o a refletir sobre o estado em que se encontra a casa de Deus, a saber: você.

Nós somos formados por espírito, alma e corpo (1 Tessalonicenses 5.23). Sabendo disso, devemos buscar saúde em todos esses três aspectos.

Sobre o corpo, a Palavra diz, por exemplo, que devemos fugir da imoralidade sexual (1 Coríntios 6.18), pois, assim, estaremos glorificando ao Senhor com o nosso corpo. “Acaso não sabem que o corpo de vocês é santuário do Espírito Santo, que habita em vocês, que lhes foi dado por Deus, e que vocês não são de si mesmos? Vocês foram comprados por alto preço. Portanto glorifiquem a Deus com o corpo de vocês” (1 Coríntios 6.19,20).

As Escrituras também nos ensina a alimentar o nosso corpo com boas práticas. “Além do mais, ninguém jamais odiou o seu próprio corpo, antes o alimenta e dele cuida, como também Cristo faz com a Igreja, pois somos membros do seu Corpo” (Efésios 5.29-30). A forma e a intenção como nos alimentamos podem, inclusive, glorificar ou não a Deus. “Assim, quer vocês comam, bebam ou façam qualquer outra coisa, façam tudo para a glória de Deus” (1 Coríntios 10.31).

Quanto à alma, as Escrituras dizem que devemos guardar as palavras do Senhor para se alcançar saúde. “Meu filho, escute o que digo a você; preste atenção às minhas palavras. Nunca as perca de vista; guarde-as no fundo do coração, pois são vida para quem as encontra e saúde para todo o seu ser” (Provérbios 4.20-22). Coração, nesse contexto, se refere à mente, que é um dos aspectos da alma. Uma alma saudável consegue, ainda, trazer vida ao corpo. “O coração em paz dá vida ao corpo, mas a inveja apodrece os ossos” (Provérbios 14.30).

Se a alma é capaz de influenciar tanto assim a nossa vida, quanto mais o nosso espírito, que é o meio pelo qual Deus se relaciona conosco. “O espírito é o que vivifica, a carne para nada aproveita; as palavras que Eu vos digo são espírito e vida” (João 6.63). Não é por acaso que a Bíblia diz: “Se vivemos em Espírito, andemos também em Espírito” (Gálatas 5.25).

E, se o Espírito traz vida, por outro lado, as obras da carne, isto é, os pecados, atraem maldição. “Examine-se, pois, o homem a si mesmo, e assim coma deste pão e beba deste cálice. Porque o que come e bebe indignamente, come e bebe para sua própria condenação, não discernindo o corpo do Senhor. Por causa disto há entre vós muitos fracos e doentes, e muitos que dormem” (1 Coríntios 11.28-30). Participar da Ceia do Senhor indignamente, por exemplo, é pecado, e é por isso que a saúde pode ser perdida. “Pois o salário do pecado é a morte” (Romanos 6.23a).

Em suma, sugiro que façamos uma autoavaliação com o propósito de verificar como temos usado o nosso corpo, a nossa mente e o nosso espírito. Será que temos atraído saúde para nós? Principalmente: será que temos nos preocupado em cuidar do templo do Senhor como as Escrituras nos orienta? Para saber a resposta, é simples, porque uma pessoa que busca viver a Palavra de Deus busca também a saúde.

:: THAIS OLIVEIRA