Nenhum Comentário

Deus: Amor sem medidas

Foto: unsplash.com

Foto: unsplash.com

“Quem não ama não conhece a Deus, porque Deus é amor. Foi assim que Deus manifestou o Seu amor entre nós: enviou o Seu Filho Unigênito ao mundo, para que pudéssemos viver por meio dEle”. (1 João 4.8,9)

Ele é o Alfa e o Ômega, o Princípio e o Fim. Ele é o Criador do universo, da vida, da eternidade. Ele não tem medidas, Seu amor também não. Afinal, Ele é o próprio amor. E, para compartilhar de Sua essência, Ele criou seres à Sua imagem e semelhança. O relacionamento de amor que antes havia só no Céu, entre o Pai, o Filho e o Espírito Santo, foi trazido à terra, para que criaturas pequenas, diante da grandeza do Criador, pudessem desfrutar de um amor infinito.

Ainda assim, mesmo com todos os mimos de Deus, essas criaturas aproveitaram de forma equivocada a liberdade de escolha que tinham e caíram em desobediência, e a relação entre elas e o Senhor Todo-Poderoso foi corrompida. Para solucionar, já havia um plano: o próprio Deus se esvaziaria de Sua glória celestial para fazer parte da humanidade, com todas as suas limitações. E, ainda, morreria numa cruz, mesmo sem ter cometido pecado algum, para que sobre Ele fosse colocado o peso das transgressões de todos, e, assim, eles pudessem se relacionar novamente, sem medo, com Aquele que os criou, o Deus de amor, o Deus que é o próprio Amor.

:: Dayane Nascimento