4 Comentários

Duro é esse discurso

“Desde então muitos dos seus discípulos tornaram para trás, e já não andavam com ele.João 6.66

abandonar 2

Já me peguei odiando ter que fazer o certo. Sejamos francos, há verdades na palavra que nos incomodam a ponto de dar vontade de gritar. Quer um exemplo? Amar os inimigos, dar a outra face, colocar em posição de servo, não julgar o próximo e por aí vai… Isso, porque, estamos com o coração tão endurecido que as preciosidades da Bíblia são dolorosas para cumprirmos.

É bom ler as passagens bíblicas e sabermos que não somos únicos, ou pelo menos não sou única. Quando Jesus começou a pregar o Reino de Deus em que ensinou sobre a morte do próprio eu, renúncia e princípios de entrega, muitos abandonaram Jesus, por saber que o discurso era “pesado” demais. Até os próprios discípulos indagaram que a palavra era “dura”.

A verdade é que todas as Escrituras não são possíveis de praticar na força do nosso próprio braço, porque se nos espremermos, não sairá nada de bom. Só o Espírito Santo é maravilhoso e poderoso para nos capacitar a fazer a vontade de Deus. Por isso, que sabiamente Paulo disse que em Cristo, Ele é mais que vencedor. Então vemos que Paulo não era vencedor sozinho, mas pelo Salvador ele não era apenas vencedor, mas mais que vencedor.

Portanto a nossa luta não deve estar em vencer o pecado, mas em aproximarmos de Deus, porque o segredo não está em nós, mas no Senhor. Nele está a mansidão que tanto precisamos, o perdão para derramar na vida daquele que nos ofende e o amor para caminhar mais uma légua com aqueles que nos irritam. Antes de querer fazer o bem, busque a Deus de todo o coração e, em Cristo, você verá que o discurso não é duro, mas agradável para os que amam o Senhor.

:: Érica Fernandes