Nenhum Comentário

Ele pode tudo

Elevo os meus olhos para os montes; de onde me vem o socorro? O meu socorro vem do Senhor, que fez os céus e a terra.” (Sl. 121.1-2.)

Hoje quero declarar o quanto aprendi a confiar em Deus. Talvez você esteja questionando: “Eu também confio nele, sei que ele pode tudo, espero nele, tenho fé, mas não consigo ver o sobrenatural na minha vida, não consigo enxergar a minha vitória, tenho batido e as portas não se abrem; oro, jejuo e nada acontece”. Amado, em quem você tem realmente crido? Ora, você vai me dizer que é em Jesus, é claro. Então lá vai a minha pergunta: Por que, então, as montanhas não têm se movido? Por que o mar não se abre? Por que o pão e o peixe não se multiplicam? O que há de errado? Será que o problema está em você ou em quem você tem acreditado?

Eu tenho a resposta para você. O que está acontecendo é a forma como você tem acreditado. Confira a experiência que tive nestes últimos seis meses em minha vida profissional.

Trabalhei em um lugar por três anos seguidos, fiz de tudo neste lugar, dei minha vida, mas ainda não era o que realmente Deus tinha para mim. Então numa incessante busca, comecei a distribuir currículo em muitas empresas, fiz inúmeras entrevistas, mas nada. Estava neste lugar enquanto esperava outra porta se abrir. Amado, quanto eu chorei, quanto busquei, quanto lutei e nada acontecia. Os que estavam mais próximos de mim viram minha luta. Estava cansada demais até para crer no que Deus podia fazer. Foi aí que encontrei um lugar, onde passei os últimos meses. Mas ainda não era isso que Deus tinha para mim. Sabe, cheguei ao pó, aprendi a me humilhar, a clamar, a depender porque por mim mesma nada poderia fazer. Fiz tudo o que estava ao meu alcance e nada acontecia. Quando entramos no mês de setembro, comecei a mudar minha forma de agir, louvei muito a Deus, orei assim: “Deus, tu sabes que não estou agüentando mais, o meu coração está triste, ansioso por uma resposta e já fiz tudo o que podia, agora estou entregando nas suas mãos a minha vida profissional”. Ah! Amado, eu não tinha conhecimento do que isso poderia fazer na minha vida… Bendito é o nome do Senhor Jesus! Daquele dia em diante nada foi igual. Fiz novas entrevistas e nada acontecia, mas eu estava confiante demais para me abalar com estas coisas. Entreguei mesmo (sempre desejei ter uma experiência assim), confiei demais neste Deus maravilhoso. Quando faltava apenas duas semanas para terminar o mês de setembro, fui chamada para três novas entrevistas (tudo igual). Eu fui confiante e mais uma vez nada aconteceu. Numa destas entrevistas meu telefone tocou e não pude atender, afinal, estava em entrevista. O número estava registrado, assim que cheguei em casa, liguei para o tal número. Amado, se surpreenda. Era de uma empresa que no final do ano passado eu havia enviado meu currículo para eles, enviei sem nenhuma perspectiva de trabalhar lá. Amado, me ligaram e marcaram uma entrevista (pensei que fosse mais uma daquelas), porém, não foi. Tudo estava diferente, me receberam tão bem que nem acreditei, me senti em casa, fui conversar com o diretor desta empresa, fui aprovada, comecei a trabalhar neste lugar na última semana de setembro. Assumi o departamento de Comunicação, tudo o que eu mais queria. Veja como Deus faz, fui aprovada por ele, fui a muitos lugares, mas Deus tinha este lugar para mim. Deus sabe o que faz, mas primeiro foi preciso eu entregar nas mãos dele. Faça isso, não pense que Deus só faz coisas para uns e para outros não. Deus nos ama e trata conosco da mesma forma que tratamos com ele. Confie e aja, meu amado. Depende de você.

Graziella Alves
Publicitária e colaboradora do Portal Lagoinha.com
gra20rocha@ig.com.br