Nenhum Comentário

Evangelização no Mundo Muçulmano

Evangelização no Mundo Muçulmano – Um Grande Desafio

Deus tem feito grandes coisas na nossa vida e no nosso ministério aqui na África! O trabalho com os meninos de rua é um trabalho duro e exaustivo, e exige de nós paciência, perseverança e fé. Quando os meninos, adolescentes e rapazes chegam à casa pela primeira vez eles são sujos, maltrapilhos, cheios de feridas de pele, famintos, brigões e violentos; amam insultar, xingar e bater nos outros e são muçulmanos convictos, dispostos a brigar com qualquer um por sua fé, chegando a zombar abertamente do nome de Jesus quando tocamos no assunto do seu poder, divindade e primazia. Muitos se revoltam mesmo com a pregação que escutam cada manhã. Alguns são possessos ou oprimidos por espíritos malignos, bandidos, agressores da noite, ladrões e drogados.

Sabemos que temos que trabalhar duro cada dia com eles, ensinando-lhes a Palavra de Deus e que a mudança de vida, de mentalidade e de hábitos demora a acontecer muitas vezes. Por isso cada dia intercedemos muito pela libertação e salvação deles antes mesmo de trabalhar com eles. E depois ensinamo-lhes a Palavra, todas as histórias do Velho e Novo Testamento. É incrível como a Palavra tem o poder de transformar, regenerar, mudar vidas. À medida que eles aprendem a Palavra, as mudanças começam a ser evidentes. Eles vão deixando pouco a pouco de ser rebeldes ou brigões, o Espírito Santo começa a trabalhar suavemente nos seus corações, tornando-os mais doces, educados, ajudadores e sobretudo, muitos começam a crer em Jesus e a amá-lo. É lindo ver esta mudança acontecer pouco a pouco. Podemos sentir o Espírito Santo trabalhando em cada coração e os meninos vão sendo transformados em pessoas de bem, alguns largando as drogas, o roubo, a vida profana…

Peço a Deus de todo o coração que tenhamos uma casa para acolher os meninos de rua que se entregam ao Senhor, um lugar onde eles possam dormir e viver uma vida digna, que possamos ajudá-los a achar um trabalho até que eles consigam ganhar seu próprio dinheiro e sobreviver por suas contas. Gostaria de uma casa grande de uns 10 quartos, com colchões e cobertores, para que eles não durmam mais na rua.. É um sonho do meu coração. Deus é fiel para cumprir os nossos sonhos para Ele.

Temos começado na Missão um mini-projeto de vendas, para aqueles convertidos: Nós compramos coisas como refrigerantes, lenços de papel, balinhas, etc. e damo-lhes para que eles vendam nos semáforos e nos pontos movimentados da cidade. Assim, o custo do produto eles nos devolvem e o lucro fica para eles. Pedimos oração por este projeto. Que eles consigam vender bastante para se sustentar com o dinheiro que ganharem, tendo de que comer e de que vestir e calçar. Os mantenedores para este projeto com os meninos de rua são ainda poucos. Peço oração para que Deus levante mantenedores para o projeto.

A média de meninos e rapazes de rua que vêm aqui por semana tem sido de 70. Destes, uns vêm todos os dias, outros uma ou duas ou mais vezes por semana. Assim temos andado de graça em graça! No mais, o trabalho de evangelização de crianças provenientes de famílias muçulmanas tem alcançado muitas delas com a Palavra do Senhor. Elas serão uma nova geração aqui na África; creio de coração e oro por isto. Uma média de 100 crianças têm sido alcançadas com este trabalho.

Trabalho também na Igreja que estamos plantando entre o povo do país onde me encontro, com a ajuda do Senhor. A igreja está crescendo aos poucos, tem sido uma bênção. E como é importante o significado da Igreja: uma comunidade de discípulos de Jesus, salvos e regenerados por Sua Palavra. Como a equipe é interdenominacional, não podemos dar o nome de nossa igreja de origem, pois somos de diferentes igrejas. Por isto, escolhemos um nome na língua do povo, uma casa onde a Palavra de Deus, e não o Alcorão, é pregada, amada e ensinada. Tem sido muito bom e Deus tem trazido almas aos Seus pés através de nossas vidas dedicadas ao Seu serviço.

Os meninos e rapazes de rua que se convertem são automaticamente integrados na Igreja. Convidamos também os rapazes para assistir aos cultos do domingos, procurando integrá-los na Comunidade. Eles devem chegar bem antes do culto, tomar banho e emprestamo-lhes roupas limpas para que eles participem conosco na Igreja sem nenhuma timidez. Um dos pastores está dando também discipulado para eles, preparando-lhes para o próximo batismo, com a graça de Deus. O nosso desejo e oração é pela salvação de todos que Deus tem colocado nas nossas mãos para educarmos e ensinarmos nos Seus caminhos. É um grande privilégio e honra fazer este trabalho, participar desta obra do Senhor. Mas a responsabilidade é também enorme e quero honrar e respeitar a confiança que Deus e a Igreja têm colocado em mim para fazer sempre o melhor que eu puder para o Reino de Deus.

A Ele seja a glória, o louvor, o reconhecimento de que Ele é que faz todas as coisas, e nós somos apenas edifício e lavoura dEle, instrumentos nas Suas mãos. Glórias a Ele para sempre!Obrigada de coração a todos aqueles que têm participado desta obra do Senhor aqui, seja me apoiando, incentivando, orando, contribuindo, escrevendo, ajudando. Tenho orado por eles a cada dia, para que sejam prósperos, tenham saúde, sejam fortalecidos pelo Espírito e tenham vitória do Senhor em todas as lutas. Que amem cada dia mais o Senhor, a Palavra e a oração. Obrigada a cada um que tem estado conosco, sentido conosco o peso do trabalho e das lutas e vibrado conosco por todas as vitórias que Deus nos tem dado! Um grande abraço a todos com muito carinho, amor e gratidão.
Unidos, pela salvação da África!

Missionária Aissa – África
APMT/IPB