Nenhum Comentário

Igreja Criativa: 5 lições que aprendi começando

Foto: unsplash.com

Foto: unsplash.com

Em 2010, decidi me mudar para o Brasil. Eu tinha acabado de me formar no seminário e estava iniciando a UREV em minha cidade. Não tinha dinheiro, nem conexões, mas tinha algo que era maior que tudo isso: visão e fé. Estava pronto para fazer algo para Deus. Determinei que não teria uma vida de arrependimentos e desculpas. Pessoas bem-sucedidas não se alimentam dessas coisas. Embora soubesse que falharia ao longo do caminho, sabia que tinha uma visão. A única maneira de alimentar essa visão e vivê-la completamente era fazer algo. Eu precisava levantar. A visão é alimentada pela fé, e fé em movimento. Bom, aprendi algumas coisas vivendo em outro país por sete anos e quero compartilhar algumas delas e ajudar aqueles que estão começando agora. Pode ser um ministério, um negócio. Seja lá o que for, entenda uma coisa: todos precisam começar em algum lugar. Espero que essas cinco lições ajudem na direção certa.

1- Aproveite a energia do potencial

O Brasil era algo muito novo na minha realidade, não conhecia praticamente ninguém, mas havia oportunidades ilimitadas diante de mim. Toda porta precisava ser batida, toda cidade precisava ser aprendida, todos os dias apresentavam algo inédito a mim e à minha visão. Por causa disso, fui capaz de acordar todos os dias animado pelo que me aguardava. Nada dá mais energia a quem está começando do que o potencial. A chave é disciplinar-se a procurar por ele em toda situação.

2- Explore sua imaginação

Um dos meus primeiros sucessos de verdade se deu no Brasil, porque muitas pessoas tinham dificuldade em fazer algo criativo para Deus. Decidi que ensinar aos jovens por meio do evangelismo e da criatividade seria uma maneira tremenda de dar valor a eles. Procurei por recursos que pudesse adquirir e que iriam me ajudar, mas não havia nenhum, então, criei meu próprio. Planejei, organizei, estudei e criei materiais para ajudar as pessoas. E funcionou tão bem que outras igrejas vieram pedir pelos materiais. Começamos a fazer workshops criativos e evangelismos pelo Brasil. É fácil dizer: “Bom, ninguém nunca fez isso antes” e desistir. Mas, quando você explora sua imaginação, é capaz de contornar qualquer problema e, possivelmente, ajudar outras pessoas a fazerem o mesmo.

3- Descubra seus pontos fortes e foque neles

Você precisa focar no que você é bom (seus pontos fortes) e fazer com que funcione. Quando cheguei ao Brasil pela primeira vez, tudo era novo, e eu era amador em tudo. Então, trabalhei duro e tentei crescer. Mas logo percebi as áreas em que eu parecia crescer mais rápido, como na criatividade, e outras em que era mais devagar, como na administração. Trabalhei em ambas, mas nunca me tornei um grande administrador. Contudo, ao passar do tempo, minha criatividade ficou cada vez melhor, e meu ministério começou a prosperar. A tendência natural é gastar a maior parte da nossa energia nas áreas em que temos mais dificuldade, pensando que, se investirmos nelas, veremos maior desenvolvimento. E foi isso que o Brasil me ensinou: o contrário é que é verdade. Quando passamos nosso tempo focando naquilo que somos melhores (ou no que temos mais potencial), podemos ir muito mais longe naquela área.

4- Aprenda a construir um impulso

É tentador acreditar que o sucesso vem em forma de “gol” como no futebol, principalmente, quando você trabalha sozinho. Acaba se convencendo de que é demais, ou que é sortudo, longe de realmente obter sucesso. A verdade é que seu sucesso e crescimento virão das pequenas mudanças que você fizer dia após dia. Trabalho contínuo para melhorar sua rotina, suas disciplinas e seu conhecimento acumulará com o tempo e produzirá a “sorte” que precisa. Quando você aprende a fazer coisas pequenas a cada dia, se torna um verdadeiro sucesso.

5- Valorize aqueles que te ajudam

Não importa onde está começando ou como está começando, você nunca está verdadeiramente sozinho. Todos têm pessoas que apoiam e ajudam ao longo do caminho, e comigo não foi diferente. Tenho pessoas na minha vida como minha esposa, pastor Richarde, pastor Hugo, meu irmão, pastora Lívia, pastor Léo e tantos outros que me ajudam a ser quem sou e a chegar aonde preciso. Você precisa celebrar e honrar essas pessoas. Você não é uma banda de um homem só!

Oro para que esses cinco elementos te ajudem a se tornar um melhor líder, voluntário, trabalhador, marido, esposa, amigo ou quem quer que você seja. O sucesso é encontrado na avaliação e na meditação. Minha oração é para que você cresça e prospere em todas as áreas da sua vida. Vá! Faça algo criativo hoje!

:: Pr. Ryan Adams @followryanto

Saiba outras informações sobre a UREV nas redes sociais: Instagram @urev , na página do Facebook;  ou encaminhe um e-mail para web@urev.org.