Nenhum Comentário

“Não vos deixarei órfãos”

Leia: João 14.18-20

A Igreja atual vive sob a influência do Espírito Santo, que desde o Pentecoste a anima, conforta, guia e ensina, jamais se afastando dela. Quando Jesus falava com seus discípulos poucos dias antes de sua morte, Ele percebeu que eles estavam desalentados. Por isso lhes pediu que não desfalecessem, porque se encontraria com eles de novo num lugar que lhes prepararia na "morada" de Deus. Quando Tomé manifestou preocupação por não conhecer o caminho, Jesus disse que Ele, Jesus, era o caminho para o Pai.

Quando Filipe pediu a Ele que lhe mostrasse o Pai, Jesus respondeu-lhe que o Pai estava dentro dele, seu Filho. Em resposta a essas e outras indagações que ficaram, Jesus prometeu pedir ao Pai que enviasse seu Espírito Santo e acrescentou: "Não vos deixarei órfãos, voltarei para vós outros." No Pentecoste Jesus estava predizendo sua vinda. "Eu vou, mas voltarei para ficar com vocês. Se vocês me amassem, ficariam alegres, sabendo que vou para o Pai, pois o Pai é mais poderoso do que eu." (João 14.28) Jesus e o Espírito são um e o mesmo Deus. Por meio do Espírito, Jesus se faz presente na vida de todos os seus discípulos e na vida da Igreja.

Pense:
A igreja é uma família e não um orfanato.

Ore:
Senhor, somos-te gratos porque estás perto de nós por teu Espírito, e sabes que precisamos de ti. É bom estar seguro como teus filhos, saber que em toda e qualquer situação, não estamos sós. Amém.

Cada Dia
www.cadadia.com.br