Nenhum Comentário

Nossos intercessores

Foto: unsplash.com

Foto: unsplash.com

“Quem os condenará? É Cristo Jesus quem morreu ou, antes, quem ressuscitou, o qual está à direita de Deus e também intercede por nós” (Rm 8.34). Como é maravilhoso saber que o Senhor Jesus veio para nos salvar, resgatar-nos da morte e do pecado, trazer-nos uma vida nova, justificando-nos perante a justiça divina, por meio de Seu sangue derramado na cruz e continua Sua obra de amor eterno diante do Trono da glória do Pai como nosso intercessor. Como é maravilhoso saber que o Senhor jamais nos abandona, mas está atento ao nosso caminho, às nossas decisões, provações e nos livra dos laços que o inimigo nos prepara para nos fazer cair. Como é maravilhoso ter a certeza de que não estamos sozinhos, de que, dia e noite, o Senhor Jesus nos contempla e intercede por nós junto ao Pai.

Quando Jesus vivia Suas últimas horas em liberdade junto aos Seus discípulos, Ele preparou Simão Pedro para o perigo iminente da tentação que lhe sobreviria. Jesus disse a Pedro: “Simão, Simão, eis que Satanás vos reclamou para vos peneirar como trigo. Eu, porém, roguei por ti, para que a tua fé não desfaleça; tu, pois, quando te converteres, fortalece os teus irmãos. Ele, porém, respondeu: Senhor, estou pronto a ir contigo, tanto para a prisão como para a morte. Mas Jesus lhe disse: Afirmo-te, Pedro, que, hoje, três vezes negarás que me conheces, antes que o galo cante” (Lc 22.31-34).

Jesus já sabia o que estava para acontecer e como Pedro seria confrontado durante o período em que Ele, Jesus, seria julgado e condenado. Jesus sabia que Pedro o negaria pelo medo de sofrer o mesmo que o seu Mestre; que ele se acovardaria diante de acusações; que ele buscaria salvar a pele e abandonaria o Senhor. Jesus sabia de sua fraqueza, e, apesar disso, o amava e cuidava para que a sua fé não desfalecesse. Jesus orou por Pedro antes que tudo acontecesse. Jesus intercedeu junto ao Pai, e Deus respondeu a Seu Filho, Jesus. A fé de Pedro não foi aniquilada, pelo contrário, ele reconheceu o seu pecado e chorou amargamente. Pedro se arrependeu e foi justificado por Cristo, tendo provas disso no encontro com o Senhor ressurreto junto ao mar da Galileia.

Jesus o chama para uma caminhada pela orla do grande lago e lhe pergunta três vezes se Pedro O amava. E, assim como ele havia negado três vezes que conhecia o Senhor, agora tem a chance de confessar o seu amor e sua decisão de segui-Lo até a morte. É nesse contexto que o Senhor lhe confia o Seu rebanho: “Pedro, apascenta os meus cordeiros (…), as minhas ovelhas (…)” (Jo 21.15, 16, 17). A intercessão de Jesus visava a vida de Pedro e o que o seu ministério alcançaria pelos anos seguintes, tanto em Jerusalém como pelas nações por onde passaria.

Hoje, o Senhor Jesus está sentado à direita do Pai e intercede por nós. A obra maravilhosa da salvação do homem precisa continuar, e Deus usa Seus filhos nascidos de novo, em Cristo, para levar esta mensagem mundo afora. Deus usa você para testemunhar a respeito de Jesus, de Seu amor e poder. A Igreja invencível do Senhor Jesus prossegue viva nos corações de homens e mulheres que, em si mesmos, são débeis e fracos, mas, no poder do Espírito Santo, são fortes e imbatíveis. E, como Igreja do Senhor, comprados por Seu precioso sangue, podemos prosseguir de cabeça erguida, com nossos olhos mirando as alturas celestiais, sabendo em quem temos crido.

Em nossa jornada pela vida, é importante saber que temos estes dois poderosos Intercessores que veem constantemente a face do Pai e pedem por nós, por conhecerem nossa estrutura e saberem quão difícil é ser homem neste mundo perverso, onde há combate constante contra as forças do mal. O Espírito Santo intercede por nós. O Senhor Jesus Cristo intercede por nós. E essa intercessão é dia e noite. É incansável. Por isso avançamos. Por isso podemos estar de pé, tendo a sensibilidade de ouvi-Los sussurrando aos nossos ouvidos espirituais: “Não temas! Eis que Eu estou contigo por onde quer que andares” (Js 1.9). “Quando passares pelas águas, Eu serei contigo; quando, pelos rios, eles não te submergirão; quando passares pelo fogo, não te queimarás, nem a chama arderá em ti” (Is 43.2). Nossos Intercessores não fazem Seu trabalho de longe, mas o Espírito Santo habita em nós (1 Co 3.16), e o Senhor Jesus está conosco todos os dias até a consumação dos séculos (Mt 28.20), quando estaremos para sempre em Sua presença, aleluia!

Portanto não pode haver pessoas mais felizes e seguras que o povo de Deus, os cristãos verdadeiros, pois o próprio Senhor está conosco todos os dias. Ele Se encarrega de nos guardar, proteger, ensinar e nos vigia constantemente para que não caiamos nas armadilhas do inimigo, nem pereçamos no engano. Estejamos, pois, firmes na fé, fortalecidos em Sua Palavra e alicerçados na confiança em Suas promessas.

Alegre-se no Senhor, descanse em Seu poder e saiba sempre que os mais poderosos Intercessores estão ao seu lado dia e noite e velam por sua vida neste mundo. Agradeça agora mesmo ao Senhor por Sua bondade para conosco, pela intercessão do Filho e do Espírito Santo junto ao Pai, para que, em todas as coisas que possam vir contra nós, sejamos sempre mais do que vencedores. Ore com confiança e gratidão!

:: Prª. Ângela Valadão

Ligue para o pastor Marco Túlio e fale sobre esse assunto (31) 98402-1586.