Nenhum Comentário

O que é orar?

Foto: unsplash.com

Foto: unsplash.com

Orar é falar com Deus, é dialogar com Ele. É ligar a terra aos céus. É trazer, das alturas, as bênçãos que já nos estão reservadas.

Orar é desfrutar da presença do Senhor com gratidão e atitude de adoração. É poder abrir o coração. Apresentar os nossos desejos, necessidades e poder interceder pelo próximo.

Orar é estar na presença do Senhor como um filho amado diante do pai, na certeza de que será ouvido e terá a resposta sábia e segura para suas aflições e necessidades.

Orar é ter a oportunidade de se comunicar com Deus e ter a confirmação de sua realidade. É provar o Seu amor, Sua bondade e experimentar a doçura de Seus atributos perfeitos.

Orar é o mais alto privilégio para o homem na sua busca pela verdade, tendo um Deus disponível para recebê-lo a qualquer hora, em qualquer lugar, em qualquer situação. É contemplar a escada de Jacó em Betel e permitir que os anjos celestiais, que estão a serviço dos santos, possam cumprir sua tarefa abençoadora de proteção a milhares, em resposta às petições feitas ao Senhor da glória.

Orar é poder se comunicar com singeleza e simplicidade, sem a preocupação de linguagem difícil e elaborada para impressionar Deus, pois este compreende Seus filhos e os ama com amor eterno.

Orar é poder voar às alturas com o coração, com a palavra, colocando os sentimentos e emoções desnudos diante do Senhor que “lembra-Se de nossa estrutura e sabe que somos pó” (Sl 103.14).

Orar é saber que Deus é grande demais (Sl 8.1), que está em toda parte (onipresente), que sabe todas as coisas (onisciente), que tem todo o poder nos céus, na terra, no universo, na eternidade, na história, nas nações (onipotente) e pode fazer infinitamente mais além de tudo o que pedimos ou pensamos segundo o Seu poder que opera em nós (Ef 3.20).

Orar é ter a consciência de que o Espírito Santo intercede por nós diante do Pai, pois não sabemos orar como convém (Rm 8.26).

Orar é poder chegar diante do Pai sabendo que nossas fraquezas e pecados podem ser perdoados por causa do sangue de Jesus.

Orar é saber que Ele, Jesus, o Filho amado de Deus, Senhor e Salvador nosso, intercede por nós (Rm 8.34) e advoga a nossa causa, sabendo que somos fracos e passíveis de pecar, e, com Seu perdão, Ele nos traz a paz: maravilhoso presente advindo de Seu sacrifício por nós na cruz do Calvário.

Portanto ore! Ore sem cessar! Experimente na prática uma vida de oração, de doce comunhão com o Senhor.

:: Prª. Ângela Valadão

Ligue para o pastor Marco Túlio e fale sobre esse assunto (31) 98402-1586.