“O meu pai é o melhor pai do mundo”; “o meu pai é o meu herói”, “o meu pai é o meu companheiro”, essas frases até podem ser jargões, mas são exatamente elas que chegam bem perto dos sentimentos que o pai desperta no filho: amor e proteção. Quando o filho cresce, o pai pode não ser mais o herói, mas ainda sim companheirismo, amor e proteção continuam sendo as principais características do pai. Mas muitos filhos param de falar, viver e honrar o pai por essas características.

E honrar nossos pais é uma ação que devemos priorizar para a vida toda. Primeiramente porque é mandamento bíblico e bênção para a nossa vida: “Honra a teu pai e a tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que o Senhor teu Deus te dá.” (Êxodo 20.12) Segundo, porque são autoridades instituídas por Deus para cuidar de nós e nos ensinar o Caminho: “Educa a criança no caminho em que deve andar; e até quando envelhecer não se desviará dele.” (Provérbios 22.6)

Também devemos honrá-los porque essa atitude Jesus ensinou, quando veio ao mundo e obedeceu à vontade do Pai, honrando-o até o fim: “De sorte que haja em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus, que, sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus. Mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens; E, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até à morte, e morte de cruz.” (Filipenses 2.5-8)

Talvez seu coração para seu pai esteja fechado por alguma situação ou mais de uma. Seu pai não é mais o seu herói, ele é um mero humano, cheio de defeitos e atitudes erradas. Talvez você esteja se sentido até mesmo no direito de não amá-lo, pois ele fez com que esse sentimento se afastasse: “Mas, sobretudo, tende ardente amor uns para com os outros; porque o amor cobrirá a multidão de pecados.” (1 Pedro 4.8) Creio que este seja o dia para você constranger o seu pai em amor e mostrar para ele o verdadeiro amor do nosso Pai Celestial: “E nós conhecemos, e cremos no amor que Deus nos tem. Deus é amor; e quem está em amor está em Deus, e Deus nele.” (1 João 4.16)

Você pode não ter tido motivo algum para ter deixado de honrar ou expressar o quanto seu pai é importante para você. Simplesmente a correria do cotidiano e a rotina estressante afastaram você de uma amizade e um relacionamento mais próximo com ele: “Lança o teu pão sobre as águas, porque depois de muitos dias o acharás. Reparte com sete, e ainda até com oito, porque não sabes que mal haverá sobre a terra.” (Eclesiastes 11.1-2) Salomão entendeu que não podemos perder tempo por nenhum motivo. Aproveite este dia para plantar um sorriso e uma homenagem ao seu pai, na certeza de que você não pode “deixar para amanhã o que pode fazer hoje”, como bem alerta o dito popular.

Não importa como seu pai é, ou o que ele fez e tem feito, e ainda o que ele fará. Importa que você aproveite a oportunidade de ter um pai. E que você entenda quão necessário é honrar o nosso papai na Terra: “Pois quem não ama a seu irmão, ao qual viu, como pode amar a Deus, a quem não viu?” (1 João 4.20) Não é que você não ama, mas amor é expressado em atitudes e o seu pai merece ser amado, e principalmente honrado e homenageado neste dia, o Dia dos Pais.

 ::Stephanie Zanandrais

stephanie.zanandrais@lagoinha.com