Nenhum Comentário

Pioneiros com a graça para o gerenciamento apostólico

Foto: unsplash.com

Foto: unsplash.com

Quero falar com vocês sobre algo que tenho estudado por algum tempo: a influência e as responsabilidades dos pioneiros na atual geração. Seja qual for a idade, Deus está levantando líderes de todas as idades e raças para cumprir a vontade do Pai de uma maneira apostólica. Uma maneira que é criativa, influenciadora e vai além dos métodos tradicionais. Se vamos construir igrejas fortes e criativas, precisamos focar em detalhes específicos de nossa liderança. Veja só: o pioneiro precisa não apenas ser capaz de liderar, mas também gerenciar as pessoas e os recursos sob a sua liderança. Eles precisam possuir características de líder que irão providenciar visão, direção, motivação e propósito para os seus liderados. Eles também precisam ser capazes de gerenciar as pessoas com quem estão trabalhando.

Gerenciamento de pessoas e recursos são duas habilidades definitivas às quais todos os pioneiros precisam desenvolver em suas vidas para garantir um sucesso contínuo em seus ministérios. As prioridades, geralmente, são colocadas no gerenciamento do tempo ao invés do gerenciamento de pessoas e recursos. Quando as pessoas são gerenciadas de maneira correta por seus líderes, elas conseguirão gerenciar o seu tempo com sabedoria. Seus recursos serão empregados corretamente a fim de cumprir os propósitos que as pessoas são desafiadas a buscar.

A influência do líder no destino das pessoas

Pioneiros apostólicos fazem as pessoas crescerem. Eles irão influenciar o crescimento e o bem-estar de seu povo. Sua habilidade de influenciar o destino e crescimento futuros de seu povo dependerá dos fatores a seguir.

A. O estilo e a orientação de sua liderança:

O ministério do pioneiro é egoísta ou altruísta? Ele é um orador motivacional e inspirador ou alguém que treina e equipa as pessoas? Apenas pessoas que treinam e equipam são capazes de reproduzir sucessores que irão superar os seus antecessores em glória e conquistas. Motivadores podem motivar crentes do lado de fora, mas a auto-motivação e iniciativa são as únicas curas para inconsistência e falta de perseverança. Se o pioneiro é um orador egoísta, ele pode até juntar uma multidão por meio de seu ministério, igreja ou dons. Ele pode até ter seguidores, mas não sucessores. Sucessores são aqueles que são preparados para tomar o trabalho de onde os pioneiros deixaram e levá-lo a estágios ainda maiores de glória e avanço. Eu prefiro um número pequeno de sucessores a um grande número de seguidores e fãs em minhas igrejas e ministérios.

B. O tipo e a capacidade de unção sobre eles:

Pioneiros precisam explorar o tipo correto de unção que corresponderá ao trabalho que o Senhor está fazendo entre as pessoas. Quando a temporada de colheita chega na igreja, os pioneiros precisam ser capazes de mudar a engrenagem para acomodar um fluxo evangelístico de unção a fim de ser achado trabalhando com Deus. Vi diversos pastores limitando as diferentes estações de Deus em suas igrejas, pois não aprenderam a ser flexíveis. Diferentes tipos de trabalho são estabelecidos por diferentes tipos de unção. Um pioneiro apostólico tem a habilidade de mudar engrenagens com sucesso, para aquilo que o Senhor está fazendo naquele tempo e naquele lugar. Nossa disposição de fluir em diferentes tipos de unção nos ajuda a sermos pioneiros eficazes. Paulo exortou Timóteo a “fazer o trabalho de um evangelista” mesmo ele sendo um pastor, pois ele precisava mover com Deus em suas estações e tempo (2 Timóteo 4.5).

C. Sua habilidade de construir pessoas ao seu redor:

Pioneiros precisam mover de um paradigma de bênçãos para um paradigma de construção. Eles precisam saber que são construtores e não apenas uma fonte de bênçãos. Eles não foram levantados por Deus apenas para abençoar as pessoas, mas para construí-las como pedras vivas no templo. Eles precisam saber qual o tipo de pessoas que estão construindo em sua visão. Se os pioneiros falham em reconhecer o que têm em mãos para o trabalho, podem acabar construindo com ignorância e em areia movediça! A influência dos pioneiros em seu povo vem por meio de sua habilidade de construir as pessoas, treinando-as e as equipando para cumprir suas habilidades e talentos. Como os pioneiros estão construindo algo para o futuro, precisam selecionar seus materiais de treinamento e construí-los de acordo com o que Deus os revelou. Pioneiros que tem uma mentalidade de “brotos de feijão” caminham em direção ao sucesso instantâneo, fama e conquistas pessoais. Pioneiros que querem ver “carvalhos de justiça” sendo plantados precisam ter uma natureza paterna e trabalhar pacientemente até que tenham levantado seus filhos e filhas em plena maturidade.

:: PR. RYAN ADAMS