Nenhum Comentário

Princípios bíblicos sobre finanças

Foto: unsplash.com

Foto: unsplash.com

É possível ter uma vida financeira equilibrada em um país como o Brasil? É possível manter as nossas finanças sobre controle mesmo com a inflação? É possível viver financeiramente tranquilo mesmo em crise econômica? Sim, é possível! Porque Deus falou muito sobre dinheiro na Bíblia? Ele sabia que as finanças seriam algo importante em nossa sociedade. Prova disso é que nas Escrituras Sagradas existem, aproximadamente, 300 versículos sobre anjos, 500 sobre amor, 700 sobre fé e mais de 2.350 versículos falando sobre dinheiro e riquezas, segundo pesquisa realizada pelo Howard Dayton. Mas se a maior parte da população brasileira é cristã, por que muitos ainda vivem atolados em dívidas e com a vida financeira totalmente desequilibrada? Simples. Porque muitos não conhecem ou não praticam os princípios bíblicos sobre finanças. Veja alguns desses princípios e inspire-se:

1. Não viva às custas dos outros: “Pois comerás do trabalho das tuas mãos; feliz serás, e te irá bem” (Salmos 128.2);

2. Viva do seu trabalho: “(…) se alguém não quiser trabalhar, também não coma” (2 Tessalonicenses 3.10b);

3. Trabalhe para Deus: “Tudo o que fizerem, façam de todo o coração, como para o Senhor, e não para os homens, sabendo que receberão do Senhor a recompensa da herança. É a Cristo, o Senhor, que vocês estão servindo” (Colossenses 3.23,24);

4.  Ganhe dinheiro honestamente: “Feliz é o homem que empresta com generosidade e que com honestidade conduz os seus negócios” (Salmos 112.5);

5. Planeje seus gastos: “Qual de vocês, se quiser construir uma torre, primeiro não se assenta e calcula o preço, para ver se tem dinheiro suficiente para completá-la?” (Lucas 14.28);

6. Poupe: “Na casa do sábio há comida e azeite armazenados, mas o tolo devora tudo o que pode” (Provérbios 21.20);

7. Gaste no que importa: “Por que gastar dinheiro naquilo que não é pão e o seu trabalho árduo naquilo que não satisfaz? Escutem, escutem-me, e comam o que é bom, e a alma de vocês se deliciará na mais fina refeição” (Isaías 55.2);

8. Contente-se com o que tem: “Conservem-se livres do amor ao dinheiro e contentem-se com o que vocês têm, porque Deus mesmo disse: ‘Nunca o deixarei, nunca o abandonarei’” (Hebreus 13.5);

9. Não ame o dinheiro: “(…) pois o amor ao dinheiro é raiz de todos os males. Algumas pessoas, por cobiçarem o dinheiro, desviaram-se da fé e se atormentaram a si mesmas com muitos sofrimentos” (1 Timóteo 6.10);

10. Não seja servo do dinheiro: “Ninguém pode servir a dois senhores; pois odiará a um e amará o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro. Vocês não podem servir a Deus e ao Dinheiro” (Mateus 6.24).

Por meio de estudo bíblico podemos ainda aprender muitos conceitos e princípios sobre finanças. Nesta semana, convido você a refletir e corrigir seus atos de acordo com os princípios citados neste texto.

:: Samuel Vinícius

Converse sobre esse tema com o pastor Célio Fernando – (31) 98477-0034 ou com Inês – 98469-1511.