Nenhum Comentário

Quando Deus for tudo que você tiver…

Foto: unsplash.com

Foto: unsplash.com

“Quando Deus for tudo que você tiver, você não precisará de mais nada.” Eis aqui uma frase que há tempos circula em nosso meio e que muitas vezes dizemos sem refletir sobre a grandeza dessas palavras. Mas, quando surgem as adversidades e temos que recorrer ao Pai, pedindo socorro, e somos atendidos em nossas petições, vemos que essa verdade faz muito sentido na vida da gente.

É muito interessante pararmos para refletir sobre isso, principalmente em dias como os nossos, onde aprendemos que o importante é ter títulos, sucesso financeiro, realização profissional, posses, e que essas coisas juntas e misturadas compõem a fórmula perfeita para nos dar conforto e felicidade. É esse um ensinamento enganoso e perigoso da contemporaneidade, que prega que a chave para a felicidade se esgota na conquista das coisas terrenas e que, por consequência, nega o ideal de felicidade pregada por Jesus, – que é uma felicidade dada
de graça pelo amor que Ele tem por nós -, quando assume que ela é alcançada pelo próprio esforço.

O pior de tudo isso é que, por vezes, caímos nesse engano. Deixamos de orar quando acordamos, de dedicar um louvor ao nosso Deus durante o dia, de agradecer ao Criador pelo pão de cada dia ou de orar quando vamos dormir, simplesmente, por termos que dar atenção à uma tarefa. É terrível como de pouco a pouco as coisas de Deus vão deixando de ter importância e sentido em nossas vidas. Quando assumimos essa postura, passamos a enxergar tudo com muita naturalidade, a viver como quem não conhece a Deus e, por isso, perdemos a nossa identidade cristã.

Mas, às vezes, Deus permite a nossa ficha cair, para pararmos e repensarmos a nossa postura de filhos. Quem nessa condição nunca passou por uma decepção dolorosa na vida, que atire a primeira pedra! Ai, como me dói só de pensar nas que já tive! Foram tão terríveis que desejei saber a fórmula mágica para me ver livre de tantos problemas. Ainda bem que Deus me deu lente para que, naqueles momentos de aflição, eu enxergasse alívio na velha e boa frase: “Quando Deus for meu tudo, eu não precisarei de mais nada”. Foi aí que me recordei que a felicidade verdadeira vem do Céu e não acrescenta dores. Desacelerei meus pensamentos; o fardo das pressões pelas exigências ferrenhas da vida se desfizeram; e eu pude entrar na felicidade dada por Deus. Que deleite para a minha alma!

:: Wilkyson de Oliveira