Sempre me impressionei com o caráter de Jesus. Ele sempre me pareceu um cara gente boa e incrível. Sempre tive vontade de conhecê-lo, mas de uma forma que um amigo conhece o outro. Falar das coisas da vida, do que ele gosta de fazer e aquilo que o faz rir muito. Eu sei que andar sobre as águas, ressuscitar mortos, curar enfermos é surpreendente, mas para mim, Jesus que é extraordinário.

Ele simplesmente “xingou” os caras da lei e abraçou a prostituta. Geralmente a gente condena o bêbado e passa a mão na cabeça do religioso. Mas Jesus não, ele fez diferente. Sentava-se na mesa com os fariseus e curava nos sábados. Quebrava todo rito de religiosidade e prestava atenção naqueles que a maioria se esquecia. Ele simplesmente atravessou o mar para libertar o louco gadareno. Todos na cidade já o davam por perdido, mas Jesus acreditava nele. Quem você conhece que é assim? Disposto a investir em drogados, loucos e prostitutas?

Conversava com as mulheres e dormia durante a tempestade. Chamou de amigo o traidor e repreendeu o que disse que morreria ao seu lado. Ele é rei e Senhor, mas lavou os pés de pecadores. Entregar a vida para um Deus assim é no mínimo honroso. Como não amá-lo, não desejá-lo? Talvez você ainda desconheça partes essencias Daquele a quem você entregou a vida.

Não o sirva por medo de ir para o inferno, ou porque quer receber as bênçãos. Fique tranquilo, Jesus irá te abençoar, mas seja servo, porque Jesus de fato é Senhor. Nenhum dos deuses se esvaziou da sua glória para tê-lo por perto, mas Ele o fez com toda sabedoria e amor de um verdadeiro Príncipe.

 

Érica Fernandes

erica.fernandes@redesuper.com.br