A Fundação Oásis tem como missão promover o desenvolvimento humano e a restauração integral da dignidade por meio da assistência social; e como visão, aprimorar ações de assistência social sustentáveis e inspiradoras para a sociedade. O seu esforço tem sido no sentido de desenvolver suas atividades dentro da Política Pública de Assistência Social, desenvolvendo ações de caráter continuado, permanente e planejado. A atividade garante a gratuidade em seus serviços, que são organizados conforme critérios da Tipificação Nacional de Serviços Socioassistenciais, estabelecidos pelo Sistema Único de Assistência Social, sistema do qual a Fundação Oásis está vinculada – Rede SUAS. Os serviços socioassistenciais, conforme inscrição no Conselho Municipal de Assistência Social, são:

1- Serviço de acolhimento institucional:

1.1- “Abrigo Pró-criança” – Rua Beberibe, 253 – São Cristóvão – Telefone: (31) 3422-9058

Público alvo: Crianças de 0 a 6 anos de idade em situação de risco pessoal e social como medida protetiva, enquanto são preparadas para o retorno à família de origem ou para uma família substituta, por meio da guarda provisória/adoção. Essas crianças são encaminhadas pelo Juizado Especial da Vara da Infância e Juventude, pelo Ministério Público e pelos Conselhos Tutelares sempre que seus direitos forem ameaçados ou violados conforme o Estatuto da Criança e do Adolescente.

1.2 – “Casa das Vovós” – Alameda Ipê Branco, 144 – São Luiz – Telefone: (31) 3441-4799.

É uma Instituição de longa permanência para idosas.

Público alvo: Idosas com idade superior a 60 anos com baixo grau de dependência ou autônomas, que não possuam recursos financeiros suficientes para o seu autossustento e/ou que não possuam parentes.

Conheça mais.

1.3 – “Nova Vida” – Rua Joazeiro, 123 – São Cristóvão – Telefone: (31) 3421-3228.

Público alvo: Mulheres em situação de prostituição ou profissionais do sexo, com idade de 18 anos a 59 anos.

Por meio de atendimento integral institucional, por um período de até um ano, são oferecidas a essas mulheres alternativas que lhes devolva a dignidade, o amor próprio, a autoestima e a possibilidade de uma nova vida, por meio de seu restabelecimento físico, emocional, espiritual, mental, familiar, profissional, restituição dos vínculos afetivos e sua reintegração à sociedade.

A admissão é feita por meio de uma entrevista, em que o perfil é avaliado, bem como a desejo de abandono da situação de prostituição.

Conheça mais.

1.4- “Êxodo” – Rua Elias Rodrigues Costa, s/nº – Melo Viana – Esmeraldas – Telefone: (31) 3538-4213

Público alvo: Homens em situação e/ou trajetória de rua, com idade superior a 18 anos e inferior a 60 anos.

Todas as quartas-feiras, de 1h30 (da manhã) às 17h, acontece à Rua Pitangui, 517, o acolhimento, em que os interessados são cadastrados e recebem orientações relativas ao programa terapêutico e ao processo de admissão.

Manifestado o interesse pelo tratamento, os candidatos são encaminhados ao setor público de saúde para avaliação médica e realização de exames laboratoriais, obrigatórios à admissão:

Caracteriza-se por uma instituição que presta serviços em regime de acolhimento temporário e voluntário por um período de 9 (nove) meses a este público específico.

Conheça mais.

2-Programa de Referência e Apoio a Habilitação Social de Pessoas com Deficiência.

2.1- “Obra Prima” – Rua Itabira, 747 – Concórdia – Telefone: (31) 3421-2993 / 3421-4105.

Público Alvo: Famílias de crianças e adolescentes com deficiência, acompanhando-as e auxiliando-as para uma convivência familiar equilibrada e saudável, bem como na superação das dificuldades impostas pela deficiência em busca da integração e inclusão social. Os beneficiados recebem tratamentos de acordo com suas necessidades por meio de atendimentos clínicos de psicologia, fisioterapia física/motora e respiratória, fonoaudiologia, psicopedagogia, terapia ocupacional. Além da Oficina de Artes com pinturas, artesanatos e trabalhos manuais em geral, apoio escolar para as crianças, socioterapia, grupos terapêuticos de dança, oficinas com reciclados, musicoterapia, sociabilização por meio de cartas, boletim informativo e comemorações de datas importantes da família.

Conheça mais.

3- Programa de Inclusão Produtiva – Formação Socioprofissional.

Público alvo: Jovens em situação de vulnerabilidade social, bem como adultos desprovidos de recursos financeiros, que estejam em busca de inserção ou reinserção no mercado de trabalho.

3.1- “Padaria Trigoásis” (curso de panificação) – Rua Joazeiro, 120 – São Cristóvão.

3.2- “Infoásis” (curso de informática)– Rua Ipê, 234 – São Cristóvão.

Conheça mais.

4- Assessoramento e Defesa e Garantia de Direitos no que tange à adoção.

4.1- “Adotar” – Rua Pitangui, 527 – Concórdia – Telefone: (31) 3429-9400

Público Alvo: Pessoas com interesse em adotar crianças/adolescentes e que necessitam de orientação para tal, pessoas que adotaram ou foram adotadas e que precisam de acompanhamento, bem como crianças e adolescentes abrigados nos diversos abrigos de Belo Horizonte.

Conheça mais.

5- Desenvolve na área de Educação

5.1 – “Creche Oásis” – (Educação Infantil) – Rua Joazeiro, 41 – São Cristóvão – Telefone: (31) 3424-9472.

Público alvo: Crianças de 4 meses a 5 anos de idade em situação de vulnerabilidade social, residentes nas proximidades.

Conheça mais.

Fundação Oásis

Endereço Sede: Rua Angico, 283 – São Cristóvão – CEP: 31.110-460 – Belo Horizonte – Minas Gerais.

E-mail: administrativo@fundacaooasis.org

Telefones: (31) 3449-6710 – 3449-6703 – FAX: (31) 3449-6702

Horário de funcionamento: 8h às 18h.