Created with Snap

Notícias

Deus honra todos que anunciam as promessas Dele

Nenhum Comentário
Foto: Comunicação Lagoinha

Foto: Comunicação Lagoinha

O Dia do Pastor é celebrado anualmente no segundo domingo deste mês. Em 1972, assumi o pastorado da Igreja Batista da Lagoinha. Isso foi algo que aconteceu só por Deus mesmo, porque naquela época eu ainda era solteiro e jovem, com apenas 23 anos. E sempre foi um paradigma para as igrejas que os pastores fossem casados e experientes. Contudo havia uma convicção de Deus no meu coração. Eu olhava pra mim, como olho até hoje, e via minhas limitações, mas percebo que somente pela bondade de Deus assumi este cargo e permaneço nele até os dias de hoje.

Ser pastor implica em muitas responsabilidades, mas há apenas um segredo para o chamado fluir: a paixão. A paixão em querer agradar o Senhor. Muitas vezes, as pessoas me perguntam o que eu faço na vida, e eu gosto de dizer: ‘Eu busco fazer Deus sorrir’. E quando lemos a Palavra, ela diz que, quando uma alma se converte, existe alegria diante dos anjos de Deus, porque veem Deus sorrir. Essa é a missão não só do pastor, mas de todos os santos, filhos de Deus.

As pessoas dizem que o pastor tem que viver o que prega, e isso é certo. Mas tem outra máxima que diz que devemos pregar aquilo que vivemos. É bem verdade que temos que viver o que pregamos, mas o inverso é mais fácil. Jesus pregava o que Ele vivia. O sermão do monte nada mais era do que o testemunho de Jesus, a vida Dele. Uma característica fundamental para o líder é querer ser como Jesus, que é o nosso modelo. E, como modelo de líder, Jesus disse: ‘Eu não vim pra ser servido, Eu vim pra servir, Eu vim pra dar a minha vida’. Percebo que o propósito do pastor e do líder é o de ser firme, ser referencial, ser alguém que Deus tenha a graça de encontrar fiel.

Outra habilidade que todo pastor e todo cristão deve ter é a de ensinar, porém para ensinar algo é preciso aprender primeiro, não é verdade? Isaías 28, versículo 26, fala sobre isso: “O seu Deus o instrui e lhe ensina o caminho”. É Deus, e somente Ele, que pode instruir e ensinar você para que possa repassar aquilo que aprendeu com Ele.

Mateus, capítulo 9, versículo 35, complementa: “E percorria Jesus todas as cidades e povoados, ensinando nas sinagogas, pregando o Evangelho do Reino e curando toda sorte de doenças e enfermidades”. Não seguimos uma doutrina ou uma denominação. Nós temos um relacionamento com Deus. Buscamos conhecer o que Ele tem para nós. Por onde Jesus passava, Ele fazia três coisas: ensinava, pregava e curava. Todas as vezes que você ora, proclama, prega a Palavra de Deus, você se aproxima Dele. Isso não é uma incumbência só do pastor. Deus honra todos aqueles que anunciam e proclamam as promessas Dele.

Deus não quer o nosso trabalho, Ele nos quer! A nossa intimidade com Ele é a chave para tudo na vida, é a chave de todo ministério e de nossa caminhada com Jesus.

:: Pr. Márcio Valadão