Created with Snap

Notícias

Estudo de GC: Despertando para o voluntariado na igreja local

Nenhum Comentário
Foto: Comunicação Lagoinha

Foto: Comunicação Lagoinha

Texto Base: “O Senhor despertou o espírito de Zorobabel, filho de Salatiel, governador de Judá, e o espírito de Josué, filho de Jozadaque, o sumo sacerdote, e o espírito do resto de todo o povo; eles vieram e se puseram ao trabalho na Casa do Senhor dos Exércitos, seu Deus” (Ageu 1.14).

Exposição do texto: Todas as boas intenções e propósitos do povo de Deus emanam do Senhor. Ele é quem dá energia aos homens para querer e fazer a Sua vontade. Espírito: o uso triplo do termo indica que a batalha estava ganha ou perdida no reino espiritual, não em qualquer condição externa favorável ou desfavorável. Eles vieram e se puseram ao trabalho. O povo começou a trabalhar reunindo o material necessário para a estrutura, e a construção foi acabada.

Objetivo: Aprender com esse profeta que somente Deus pode despertar as pessoas para o serviço voluntário em Sua Casa, a Igreja. É Deus quem desperta. É Deus quem move os corações. É Deus quem realinha as prioridades no coração e quem mobiliza o povo a fazer Sua obra.

Contexto: Há vinte e cinco séculos se escutou uma voz chamando homens e mulheres a corrigir suas prioridades. O profeta Ageu sabia o que era importante e o que deveria se fazer, e exortou o povo de Deus a responder. Após a destruição do Templo em Jerusalém, símbolo da presença de Deus em Israel, pelos exércitos de Babilônia, o rei Ciro decretou que todos os judeus podiam retornar a sua amada cidade e reconstruir o templo. Mas então os que voltaram do cativeiro esqueceram seus propósitos e prioridades à medida que a oposição e a apatia paralisavam a obra. Ageu os chama a trabalhar: “Assim diz o SENHOR dos Exércitos: Aplicai o vosso coração aos vossos caminhos. Subi o monte, e trazei madeira, e edificai a casa; e dela me agradarei e Eu serei glorificado, diz o SENHOR”.

Quem foi despertado para o serviço?

1. Deus desperta a liderança. Zorobabel era o governador. Não era uma liderança religiosa, mas era uma pessoa chave nesse processo de reconstrução. Deus abriu seus ouvidos aos desafios de Ageu e despertou seu espírito para estar à frente do povo, para liderar o povo na obra a ser feita. Um líder nunca é neutro. Liderança é influência. Ele influencia para o bem ou para o mal. Zorobabel tornou-se um líder encorajador! Cremos que Deus tem despertado profissionais em diversas áreas para ajudar na edificação de Sua Igreja. Somos um Corpo, e cada um com seu dom, talento, pode ajudar como voluntário na casa de Deus.

2. Deus desperta o sumo sacerdote. Josué era o sumo sacerdote. Cabia a ele ensinar a lei ao povo e orar em favor do povo. Ele trazia instrução e fazia intercessão. A responsabilidade de edificar a casa de Deus não estava somente com o sacerdote (pastor, diácono, líder de GC etc), com aqueles que desempenham uma liderança religiosa. Eles fazem parte daqueles cujo espírito o próprio Deus está despertando para uma grande obra. Despertou o governador e, agora, o sumo sacerdote; todos como voluntários nessa grande obra.

Assim como Neemias, eu e você deveríamos dizer: “Enviei-lhes mensageiros a dizer: Eu estou fazendo uma grande obra, de modo que não posso descer: por que há de cessar a obra, enquanto eu a deixar para ir ter convosco?” (Neemias 6.3).

Pergunta: Qual tem sido o seu envolvimento na obra de Deus?

3. Deus desperta o restante de todo o povo. Ninguém ficou de fora da obra. Grandes e pequenos, ricos e pobres, homens mulheres, jovens e velhos se lançaram na obra, e a construção do templo foi concluída. Na igreja há espaço para todos; ninguém deve ficar de fora. O voluntariado deve ser uma busca de todo o Corpo de Cristo; juntos podemos mais. “Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a Sua justiça, e todas essas coisas serão acrescentadas a vocês” (Mateus 6.33).

Conclusão: Deus fecha Sua mensagem para Zorobabel com esta afirmação tremenda: “Porque Eu te escolhi!” (Ageu 2.23). Tal proclamação é também para nós. Cada um de nós foi escolhido por Deus: “Assim como nos escolheu Nele antes da fundação do mundo para sermos santos e sem defeito perante Ele” (Efésios 1.4). Essa verdade deve nos fazer ver nosso valor aos olhos de Deus e nos deve motivar para que trabalhemos para Ele. Quando se sentir deprimido, recorde: “Deus me escolheu!” A mensagem de Ageu para o povo era para que reorganizasse suas prioridades e também para que deixasse de se preocupar, além de motivar para que construísse o templo. Como eles, frequentemente colocamos nossa comodidade pessoal em uma prioridade mais alta que a obra de Deus e a verdadeira adoração.