Created with Snap

Notícias

Estudo de GC: Seja amigo de Deus

Nenhum Comentário
Foto: pixabay.com

Foto: pixabay.com

Referência Bíblica: Tiago 4.4-12

Exposição do texto: nessa passagem, Tiago demonstra que é impossível manter um relacionamento pessoal com Deus e continuar vivendo os valores e princípios do mundo.
Discussão: 

  • O que significa ter amizade com o mundo?
  • Por que a amizade com o mundo nos faz inimigos de Deus?
  • De que formas o mundo tenta nos afastar do relacionamento com Deus?

Objetivo: entender que quem quer ser amigo do mundo se faz inimigo de Deus.

Contexto: a Bíblia diz, em 1 João 5.19, que o mundo todo está sob o poder do maligno. Se o mundo está sob poder do diabo, é certo que sofre suas influências. Muitos valores e princípios divulgados abertamente em programas de TV, filmes e músicas refletem os valores do mundo que não se misturam com os valores de Deus. Essa realidade precisa estar bem clara na mente do cristão, pois há uma tendência, principalmente, nos tempos modernos, de aceitar os valores corrompidos do mundo ao lado dos valores de Deus, como se eles pudessem ser conciliados.

Além disso, o diabo, inimigo e adversário do homem, procura sempre separar o homem de Deus. As estratégias são infindáveis: prazeres, dinheiro, fama, sucesso. Tudo isso apresentado com uma falsa e enganosa alegria. É como um belíssimo banquete que, na realidade, está envenenado. Jesus disse que “tudo o que há no mundo – a cobiça da carne, a cobiça dos olhos e a ostentação dos bens – não provém do Pai, mas do mundo” (1 João 2.16).

O trecho em estudo começa com uma forte expressão de advertência: “Adúlteros” (v. 4). Tiago usa essa expressão, comum no Antigo Testamento, para demonstrar que Deus deseja um relacionamento de exclusividade com Ele assim como um relacionamento matrimonial. Qualquer relacionamento que busque encontrar prazer e realização longe de Deus, fere Sua vontade para nós. O amor de Deus é tão grande que, mais adiante, Tiago mostra que o Espírito que Deus fez habitar em nós sente fortes ciúmes (v. 5), ou seja, Ele deseja ardentemente que nosso relacionamento com Ele seja exclusivo, assim como o relacionamento entre marido e mulher.

A aproximação do cristão com o mundo tem o objetivo de influenciá-lo, nunca de desfrutá-lo. Os que se arriscam nessa aproximação errada correm o risco de se envolver e começar uma amizade com o mundo. E quando isso tragicamente acontece, começa um processo de aceitação dos valores corrompidos pelo pecado e, consequentemente, o início da inimizade com Deus.

Conclusão: aos olhos humanos, pode parecer extremamente difícil se afastar da amizade com o mundo, em que há aparente alegria, felicidade e prazeres que são, à primeira vista, agradáveis e inofensivos. Mas quando existe a compreensão de que essa alegria é temporária e esses prazeres transitórios, surge o desejo de abandoná-los e trocá-los por algo permanente e duradouro. É por isso que, após destacar o desejo intenso de Deus por um relacionamento exclusivo com Ele, Tiago demonstra que Deus dá graça para quem quer “terminar o relacionamento” com o mundo (v. 5). Como disse o teólogo Agostinho, “Deus dá aquilo que ele exige”, basta que tenhamos um coração humilde e desejoso por esse relacionamento.

Aplicação: 

  • Faça uma lista de coisas que você precisa abrir mão para, realmente, andar com Deus.
  • Procure se envolver na vida do seu GC e nos trabalhos da sua Lagoinha.