Created with Snap

Notícias

Estudo de GC: Um GC abençoa sua casa

Nenhum Comentário

Texto Base: “Assim ficou a arca de Deus com a família de Obede-Edom, três meses em sua casa; e o Senhor abençoou a casa de Obede-Edom, e tudo quanto tinha” (1 Crônicas 13.14).

Exposição do texto: A arca é mantida na casa de Obede-Edom, que pode ter sido um levita, então pode ser que o cronista relate a bênção de Obede-Edom como resultado, em parte, do cuidado correto da arca por uma pessoa adequadamente preparada.

Objetivo: Ressaltar a importância de ter um GC em sua casa e os benefícios espirituais de uma decisão como essa.

Contexto: Embora a intenção de Davi fosse correta, o seu método de executá-la não foi. O cronista aqui tem o propósito de ressaltar que objetos sagrados precisam ser carregados somente por pessoas qualificadas para isso. Assim, Uzá é morto em consequência de não ter observado os mandamentos de Deus (1 Crônicas 15.13). Diante do desgosto de Davi pelo acontecimento, a arca é mantida então na casa de Obede-Edom.

1. A ênfase de Jesus nas casas

A Bíblia mostra que quando uma casa recebe um GC, aquele ambiente é influenciado pelas boas novas do Evangelho de Jesus Cristo. A Bíblia também mostra que quando as pessoas ficavam maravilhadas com os milagres e ensinamentos de Jesus, sentiam o desejo de largar tudo para segui-lo, a ordem Dele era sempre para que voltassem para suas casas. Seguir Jesus no sentido físico é importante e dá continuidade ao processo espiritual, mas também é muito impactante voltar para casa para que todos vejam a transformação pela qual passamos. O ensinamento de Jesus sobre a importância de voltar para casa e viver o Evangelho lá era muito claro, como podemos observar por meio destes exemplos:

  • O CEGO DE BETSAIDA. “E chegou a Betsaida; e trouxeram-lhe um cego, e rogaram-lhe que o tocasse. E, tomando o cego pela mão, levou-o para fora da aldeia; e, cuspindo-lhe nos olhos, e impondo-lhe as mãos, perguntou-lhe se via alguma coisa. E, levantando ele os olhos, disse: Vejo os homens; pois os vejo como árvores que andam. Depois disto, tornou a pôr-lhe as mãos sobre os olhos, e o fez olhar para cima: e ele ficou restaurado, e viu a todos claramente. E mandou-o para sua casa, dizendo: Nem entres na aldeia, nem o digas a ninguém na aldeia” (Marcos 8.22-26). Desejoso, provavelmente, de que os parentes do homem soubessem da sua cura antes de outras pessoas, Jesus lhe disse que fosse para casa, e não para a vila próxima dali.
  • O ENDEMONINHADO GADARENO. “O homem de quem tinham saído os demônios rogou-lhe que o deixasse estar com ele; Jesus, porém, o despediu, dizendo: Volta para casa e conta aos teus tudo o que Deus fez por ti. Então, foi ele anunciando por toda a cidade todas as coisas que Jesus lhe tinha feito” (Lucas 8.38,39). A disposição do homem em seguir a Jesus é louvável, ele deseja ser um dos discípulos que seguiam Jesus, mas ele ouve a orientação de que pode fazer algo muito melhor se permanecer na cidade e testemunhar em sua casa. O ensinamento de Jesus nos faz entender que Ele quer que a nossa casa viva um tremendo testemunho do poder e do sobrenatural de Deus e, por isso, ordenou o que fora o endemoninhado de Gadara que voltasse para sua casa.

Pergunta: Qual testemunho você contou de um dos encontros do nosso GC que impactou alguém de sua casa?

2. O GC é uma bênção para sua casa e para toda a cidade

O que estamos experimentando em nossas casas alcançara toda a nossa cidade. A arca foi uma bênção na casa de Obede-Edom, por isso avisaram ao rei Davi: “Então, avisaram a Davi, dizendo: O SENHOR abençoou a casa de Obede-Edom e tudo quanto tem, por amor da arca de Deus; foi, pois, Davi e, com alegria, fez subir a arca de Deus da casa de Obede-Edom, à Cidade de Davi” (2 Samuel 6.12).

O endemoninhado de Gadara volta para testemunhar em sua casa, como ordenado por Jesus, mas Lucas nos informa que este testemunho alcançou toda a sua cidade. “Volta para casa e conta aos teus tudo o que Deus fez por ti. Então, foi ele anunciando por toda a cidade todas as coisas que Jesus lhe tinha feito” (Lucas 8.39).

Portanto, o que estamos experimentando semanalmente em nossos milhares de Gc’s será conhecido em toda a cidade.