Created with Snap

Notícias

O fruto do espírito

Nenhum Comentário

Fruto do EspíritoTexto base: Gálatas 5.22

Nós pecamos porque recebemos a natureza pecaminosa de Adão (Rm 5.19). Bem cedo na vida, as crianças já demonstram ira e egoísmo. Isso funciona de modo semelhante a um instinto. Não devemos aceitar esse estado como se fosse inalterável. Então, começa um longo processo de controle desses impulsos, inclusive por meio da educação, mas esta não resolve tudo.

A natureza pecaminosa produz as obras da carne listadas em Gálatas 5.19-21: adultério, prostituição, imoralidade, libertinagem, idolatria, feitiçaria, inimizades, discórdias, ciúmes, iras, egoísmo, dissenções, heresias, invejas, homicídios, bebedices e glutonarias. Essas manifestações variam de uma pessoa pra outra.

Quando aceitamos o Senhor Jesus como salvador, Ele vem habitar em nossos corações, trazendo-nos uma nova natureza, que começa a se desenvolver em nós (2 Pedro 1.4). É como uma semente que precisa ser cuidada para que se torne uma árvore e produza frutos.

A natureza velha não deixa de existir. Ela insiste em lançar seus brotos, que devem ser cortados constantemente. Passa a ocorrer, então, um conflito de duas naturezas dentro de nós (Gálatas 5.17). Nesse estágio, podemos perceber que temos duas vontades contrárias. É o que relata o apóstolo Paulo em Romanos 7.15. Porém, no capítulo 8, ele fala da solução: a ajuda do Espírito Santo (Rm 8.4,26).

O resultado da ação do Espírito Santo em nós (com a participação da nossa vontade) é apresentado como “o fruto do Espírito”, constituído de várias características: amor, alegria, paz, paciência, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão e domínio próprio. A plenitude destes elementos representa a maturidade cristã.

O amor é a fonte das outras virtudes. A experiência prática é o método de desenvolvimento delas. Por exemplo, a paciência se desenvolve por meio das dificuldades.

PARA REFLETIR:

1- Que tipo de mudança é representado pela palavra conversão? Mudança de religião? De condição socioeconômica? Mudança de igreja?

O que Cristo vem mudar em nós é o caráter, que se revela em nosso modo de vida (obras da carne ou fruto do Espírito).

:: Pr. Anísio Renato de Andrade