Created with Snap

Notícias

Por que os ímpios prosperam?

Nenhum Comentário
Foto: pixabay.com

Foto: pixabay.com

Referência Bíblica: Eclesiastes 8.10-17

Exposição do texto: dificilmente aceitamos ver o homem bom sofrendo injustiça e o homem mau prosperando em sua iniquidade. Esse fato é tão comum quanto revoltante, mas o livro de Eclesiastes nos ensina uma maneira nova de enxergar essa situação: com os olhos de Deus.

Discussão: Como fica o seu coração ao ver aquele que pratica o mau prosperando? Sente-se frustrado por viver uma vida correta ou consegue se alegrar com o que Deus te deu?

Objetivo: compreender que Deus tem o tempo certo para tudo e, em sua sabedoria, sabe quando e como fazer justiça.

Contexto: frequentemente, vemos o homem mau receber respeito imerecido e ficar impune em suas maldades. À primeira vista, podemos pensar que Deus não se preocupa em fazer justiça ou que não se preocupa tanto assim com uma vida reta. Enquanto nos esforçamos por viver de forma correta, mas vemos a conduta errada e pecaminosa dos ímpios dar certo, surge em nosso coração o sentimento de que não vale a pena andar em retidão.

Contudo, o autor de Eclesiastes demonstra sua confiança em Deus que, a Seu tempo, sempre faz justiça. O tempo é dEle e não nosso, de modo que não devemos esperar o agir de Deus a nosso tempo e modo. O primeiro ensinamento que extraímos do texto é que os que temem ao Senhor estão sempre em segurança. Isso já nos basta. Por mais que nos esforcemos, jamais compreenderemos os caminhos de Deus, por isso é tão importante confiar e depender dEle. Deus vê tanto o bem quanto o mau que os homens fazem, mas o tratamento dEle não é o mesmo com todas as pessoas. Talvez o ímpio prospere por determinado tempo até que se dê conta de sua situação e se volte ao Senhor.

Assim, o livro de Eclesiastes nos dá uma dica prática: estejamos sempre alegres com aquilo que Deus nos deu sem nos preocuparmos sobre as maneiras pelas quais o Senhor trata as outras pessoas. Ele sabe o que nós precisamos e trabalha em detalhes cada área da nossa vida. E fará o mesmo com os outros, de acordo com a Sua soberana vontade.

Conclusão: o verdadeiro cristão confia que Deus nunca se esquece e nem perde o controle. O Senhor reconhece e valoriza cada esforço nosso em viver uma vida que o agrada. Ele sabe tudo que passamos e vivemos, e não nos abandona jamais. Jesus ilustrou bem esse fato na história contada sobre o homem rico e o mendigo Lázaro (Lucas 16.19-31). Ele não se esqueceu dos sofrimentos de Lázaro, tampouco da indiferença do homem rico. Jesus sempre vê e não deixa seus filhos desamparados. Seja nesta vida ou na eternidade, tudo o que fazemos é levado em conta por Ele.

Aplicação: Que os nossos olhos sejam de misericórdia pelos que fazem o mau. Sejam os ímpios objeto de nossas orações e nunca de nosso julgamento precipitado. Tenha o coração alegre e agradecido por tudo aquilo que Deus já te deu.

lagoinha GC

 

Acompanhe o programa Lagoinha GC toda quarta-feira, às 20h30, na Rede Super, (Canal 211 – Oi ou 21 – Net) e aprofunde ainda mais no tema a ser discutido no seu pequeno grupo. Você pode assistir também no canal da Lagoinha no YouTube.

Acesse já, assista e aproveite para se inscrever no nosso canal!